quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Falta de atenção postural em atividades de lazer podem prejudicar a saúde da coluna

Da Redação

Quando fazemos atividades de lazer, na maioria das vezes, esquecemos da postura adequada, o que pode afetar a saúde da coluna, de acordo com o diretor clínico da unidade de Guarulhos do ITC Vertebral, Bernardo Sampaio, que é também diretor regional da Associação Brasileira de reabilitação de coluna (ABR Coluna). “Nestas horas, quando estamos nos divertindo esquecemos completamente da intensidade que é depositada na coluna, quadril e no joelho”, garante o especialista.

Manter a postura correta quando estiver sentado, ajuda na saúde da coluna | Foto: divulgação 
Mas devemos lembrar que a coluna vertebral é responsável por sustentar todo o nosso corpo, desde membros superiores até os inferiores. Então, manter a saúde dela em dia, é fundamental para viver com qualidade. “Tente manter a postura quando sentado, sem ficar corcunda; evite pegar objetos pesados de uma só vez; tente colocar alguns travesseiros embaixo do joelho quando for dormir”, resume Sampaio. 
 
Recentemente, a cantora Anitta, e o cantor Pericles, foram afastados de suas atividades, devido a uma hérnia de disco, que pode ter sido provocada desde a uma pré-disposição genética até a rotina exaustiva de shows. Já a cantora Beth Carvalho desde 2009 sofre com dores na coluna vertebral, devido a uma lesão no osso sacro, o que a faz subir no palco em cadeiras de rodas, chegando ao extremo de se apresentar deitada em um divã.

“Quando falamos da coluna, é muito importante pensar na melhor forma evitar as lesões. Muitas vezes, exigimos muito do nosso corpo sem saber, e esquecemos de dar a ele o devido descanso. Se você é uma pessoa sedentária, por exemplo, não tente arriscar passos que exijam muito da coluna, isso pode causar dores no dia seguinte e até complicações mais sérias”,  finaliza o médico.

Vale ressaltar que ser uma pessoa ativa, fazer exercícios físicos, inclusive dançar, se praticado de forma correta, só trará benefícios. 

Do Beco Cultural recebe exposição itinerante “Ainda cometendo os mesmos erros"

Da Redação

A exposição "Ainda cometendo os mesmos erros", de Alex Hornest, está aberta à visitação até 31 de outubro no Do Beco Cultural (Rua Dr. José Almeida Camargo, 166), na Vila Madalena, em São Paulo. A mostra gratuita pode ser vista de terça à sábado, das 11h às 20h.

Mostra surgiu de uma reflexão do artista Alex Hornest sobre sua carreira e vida | Foto: divulgação 

Na mostra o artista propõe uma análise sobre os atos e comportamentos humanos, quando adolescentes que continuam sendo praticados na vida adulta, seja em decorrência de uma carreira ou por puro hábito ou diversão. 

"Ainda cometendo os mesmos erros" surge de uma reflexão do artista sobre sua carreira e vida, e traz em cada linha sua trajetória entre anseios, medos, dificuldades e desafios, assim como suas convicções e exercícios diários de subsistência para continuar a produzir o que realmente lhe interessa.

Nas obras é possível reconhecer o famoso personagem de mãos grandes de Alex Hornest. Seus traços e pintura tridimensionais permitem que a profundidade do tema seja exposta com bom humor e de certa forma lúdica, absorvendo o espectador para dentro de cada arte. São sete peças com 1,30 metro (m) por 1,74m cada, produzidas com tinta acrílica e duco sobre madeira, além de outras nove desenhadas com caneta esferográfica em papel em tamanhos menores.

Itinerante, a mostra é uma continuidade da "Cometendo os mesmos erros" e busca trazer sempre elementos novos, seja no formato provocativo da instalação, seja com interferências do artista ou com telas novas.

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Exposição do caricaturista Luiz Carlos Fernandes chega a Santo André

Da Redação

Vencedor da principal premiação da 45ª edição do Salão Internacional de Humor de Piracicaba, um dos mais importantes eventos mundiais do humor gráfico, o caricaturista e escultor Luiz Carlos Fernandes leva ao Atrium Shopping, em Santo André (Rua Giovanni Battista Pirelli, 155, na Vila Homero), a nova exposição individual intitulada "Riscos Diários". Mostra gratuita - que fica por tempo indeterminado no local - está no piso térreo e pode ser vista das 10h às 22h.

Obra do caricaturista e escultor Luiz Carlos Fernandes | Imagem: divulgação
A mostra reúne uma seleção de 30 obras, entre caricaturas, ilustrações, quadrinhos e colagens com temas diversos, algumas premiadas em grandes salões de artes gráficas e criadas no dia a dia do artista que atua há mais de 35 anos na imprensa. As técnicas utilizadas variam de desenho a caneta bic, colagem, grafite, lápis de cor, caneta nanquim, pincel atômico, entre outros.

"Sempre participei de mostras coletivas ou individuais em diversos lugares, mas esta exposição tem um significado especial, pois é a primeira individual que realizo em Santo André, cidade onde resido há 13 anos", diz Fernandes, que iniciou o seu trabalho de ilustrador em 1983 no Diário do Grande do ABC.

Desde então sua trajetória é marcada por intensa atividade na categoria, incluindo ilustrações de vários livros infantis, participações nos mais diversos salões de arte, com reconhecimentos relevantes no Brasil e em países como Turquia, Portugal, Romênia, França, Itália, entre outros.  Nascido em Avaré (SP), em 1959, Fernandes começou a desenhar ainda bem jovem e não parou mais, conquistando mais de 60 premiações.


Veterinário fala sobre a saúde dos felinos

Da Redação

Uma das grandes responsabilidades de se ter um gato, é saber identificar os sinais que eles emitem quando não estão bem. Muitos acreditam que o único indício é quando estão amuados, mas nem sempre esse é o fator que determina, se o felino está bem ou não. Pensando nisto, o médico veterinário da Naturalis, Marcello Machado,  lista alguns tópicos a serem analisados para manter a saúde do bichano em dia.

Focinho seco e quente, por exemplo, pode ser um sinal de febre | Foto: divulgação 
“Atente-se principalmente nas primeiras semanas de vida do gatinho, entre o sexto e oitavo período, pois é quando ficam mais frágeis e onde também se registra uma taxa grande de mortalidade, por estarem mais suscetíveis a contração de doenças”, orienta Machado.

Olhe nos olhos do gatinho
Os olhos precisam estar com aspecto natural, vivos e brilhantes, demonstrando a aparência saudável. Felinos possuem uma terceira pálpebra escondida e só aparece quando é preciso proteger os olhos de alguma irritação ou ferimento.

“Essa pálpebra é visível, então, quando aparecer no seu gato, algo estará errado e será necessário leva-lo ao veterinário. Outros sintomas também indicam que o peludo merece atenção especial são as alterações na cor dos olhos e lacrimejamento constante”, explica o veterinário.

Mais atenção às orelhas
O ouvido sadio de um gatinho não tem secreção ou odor, por isso, fique atenta ao limpar a orelhinha com um chumaço de algodão. Não deve haver mau cheiro ou secreção amarelada ou amarronzada. Orelhas saudáveis têm coloração cor de rosa bem claro.

De acordo com o especialista, se o felino passar a coçar bastante as orelhas e balançar a cabeça bruscamente, leve-o rapidamente a um médico veterinário, pois pode se tratar de uma infecção de ouvido – elas podem ter consequências graves se não tratadas a tempo.

Cuidado especial com a boca
Essa avaliação é indicada somente em casos de gatinhos mansos, pois podem ser agressivos ao serem tocados nessa região. Caso contrário, o procedimento é simples. Basta levantar o lábio superior do felino e olhar as gengivas – elas devem estar sempre rosadas. A palidez pode ser um diagnóstico de anemia. Assim como a gengiva, a língua também precisa de uma coloração rósea.

Focinho úmido? Bom sinal!
O focinho deve estar sempre úmido e frio, pois quando seco e quente, pode ser um sinal de febre. Fique de olho em outros sinais como a perda de apetite.

Fique de olho na pelagem do felino
É muito comum a queda do pelo do bichano de maneira uniforme e sem falhas, pois a troca de pelos acontece anualmente. Mas, é necessário ficar de olho se há a presença de parasitas, ou então nódulos ou verrugas grandes, uma vez que, caso existam, devem ser checadas pelo médico veterinário.

Alimentação
Todo animalzinho merece uma atenção especial quando o assunto é alimentação. Afinal, é através dela que a qualidade e expectativa de vida do nosso amiguinho aumentam. Jamais ofereça comidas de humanos ao felino e alimente-o com uma ração adequada.



TDAH: conheça os principais sintomas

Da Redação

Estudos de imagem do cérebro sugerem que crianças com Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) têm cérebros que funcionam de forma um pouco diferente do que o cérebro de crianças sem essa condição. Com isso,
pode dificultar o período na sala de aula, interferir no trabalho escolar e afetar o desenvolvimento social e emocional da criança.

Geralmente, os sintomas do TDAH começam antes dos sete anos | Foto: Freepik
Os sintomas do TDAH geralmente começam antes dos sete anos, embora possam começar mais tarde. Os sintomas podem durar até a adolescência e, às vezes, continuar até a idade adulta. Sintomas comuns incluem:

• Geralmente são fisicamente ativos (hiperativo). Crianças com TDAH podem ser extremamente inquietas e ter dificuldades para ficar quieto e ter corpos "calmos";
• Comportamento impulsivo, como dificuldade de autocontrole e tendência a fazer as coisas sem pensar;
• Dificuldade em prestar atenção e manter o foco;
• Algumas crianças com TDAH têm dificuldade em manter a atenção e o foco, mas não são particularmente hiperativas.

 Apenas um profissional treinado pode determinar se uma criança tem TDAH, então, caso os pais suspeitem do problema e necessário conversar com o pediatra, que poderá indicar um especialista, se for necessário. Existem vários testes psicológicos e escalas de avaliação que podem ajudar a diagnosticar essa condição. Se a criança tem seis das seguintes condições, ele ou ela pode ter o tipo de TDAH com dificuldade de concentração:

1- Mostra pouca atenção aos detalhes;
2- Tem dificuldade em manter a atenção nas atividades;
3- Não responde quando abordado diretamente (surdez seletiva);
4- Tem problemas com seguir sequências quando dadas instruções;
5- Tem problemas com a organização de tarefas ou projetos;
6- Evita assumir projetos que exigiriam um longo período de concentração intelectual;
7- Perde materiais que são necessários para atividades;
8- Facilmente se distrai por coisas acontecendo ao seu redor;
9- É esquecido ou distraído.

Se a criança atende a seis das seguintes condições, ele ou ela pode ter a forma "hiperativa e impulsiva" de TDAH:

1- Dificuldade de esperar e de permanecer sentado;
2- É inquieto e impaciente;
3- Corre e fica agitado em horários inapropriados;
4- Tem dificuldade em brincar tranquilamente;
5- Age como se não conseguisse ficar quieto;
6- Fala excessivamente;
7- Deixa escapar respostas antes de as perguntas estarem completas;
8- Tem dificuldade em revezar e esperar por sua vez interrompe ou se intromete com os outros.

No Hospital Infantil Sabará, tratar o TDAH geralmente envolve uma abordagem em três frentes – estratégias comportamentais, apoio educacional e medicação. O tratamento geralmente é mais bem-sucedido quando incluem todos os três elementos, embora estudos sugiram que a medicação pode oferecer o maior benefício.

Um profissional experiente em TDAH deve acompanhar o paciente e fornecer apoio em longo prazo. Isso deve incluir o monitoramento de medicamentos e efeitos colaterais, além de acompanhar o desempenho escolar, o sucesso social e o senso de valor pessoal.

Embora muitas crianças com TDAH vivam desafios relacionados à adolescência e até a idade adulta, com o apoio e o tratamento adequados, a maioria evolui bem com o tempo.



segunda-feira, 17 de setembro de 2018

"Evitem ao máximo que os filhos entrem nas redes sociais", alerta Paul Tough

Da Redação

Durante o evento Global Access Through Education (G.A.T.E.), na última sexta-feira (14), em São Paulo, Paul Tough - jornalista, escritor norte-americano e especialista em educação infantil - alertou sobre a relação das crianças com as redes sociais: “Os pais devem evitar ao máximo que os filhos entrem. Além de causar vícios é um ambiente pouco construtivo para educação e formação nessa etapa”.

Segundo Tough, há três fatores para o sucesso de uma criança: pertencer, crescer e propósito | Foto: divulgação 
Autor da série de livros “Helping Children Succeed”, que ocupou a lista de best-sellers do jornal de New York Times por mais de um ano, Tought abordou também sobre o estresse na vida das crianças. Para ele, o problema pode atrapalhar a conquista do sucesso.

“Acalmar o filho e mostrar outras perspectivas é a cura para todo estresse que ele possa adquirir no dia-a-dia”, explica o especialista sobre a importância do apoio dos pais como principal arma de combate. “Os educadores são responsáveis pelo ambiente que criam na sala de aula. E nós pais somos responsáveis pelo que criamos em casa”, completa.

Porém Tough alerta que proteger demais os filhos faz com que as crianças não se desenvolvam por completo, então, o equilíbrio é o ideal. De acordo com o jornalista existem três fatores para o sucesso de uma criança: pertencer, crescer e propósito.


Fundação Mokiti Okada lança livro sobre frutas

Da Redação

O livreto Frutta, desenvolvido pela Fundação Mokiti Okada (FMO), foi lançado no XIV Congresso Internacional de Nutrição Funcional, que ocorreu no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo (SP), entre os dias 13 e 15 de setembro.

Livro aborda sazonalidade das frutas e traz receitas | Foto: reprodução
A publicação ressalta a sazonalidade da fruta e traz uma receita diferente de pão, bolo, pudim, mousse, sorvete, purê e salada para cada mês. São preparações que utilizam coco verde, caqui, atemoia, kiwi, jabuticaba, lichia, entre outras, a fim de valorizar o sabor e incentivar o consumo da fruta.

Elaborado por nutricionistas, engenheira de alimentos e culinaristas do setor de Alimentação Natural, da FMO, o livreto Frutta (fruta em italiano) é composto por 72 páginas com informações sobre a origem das frutas abordadas, receitas e agenda atemporal para anotações.

A publicação pode ser adquirida na loja virtual, ou na loja física, localizada à Rua Morgado de Mateus, 77, na Vila Mariana, em São Paulo (SP).


Falta de atenção postural em atividades de lazer podem prejudicar a saúde da coluna

Da Redação Quando fazemos atividades de lazer, na maioria das vezes, esquecemos da postura adequada, o que pode afetar a saúde da coluna, ...