sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Os perigos e cuidados na internet: a boneca Momo

*Camila Cury

A Escola da Inteligência é um programa educacional que tem como objetivo desenvolver habilidades socioemocionais no ambiente escolar. Assim, estamos constantemente alertas em relação a tudo o que possa interferir no desenvolvimento saudável de nossas crianças e jovens.

Um dos perigos do momento são “jogos” em forma de desafios criados com o intuito de ameaçar e coagir crianças e jovens, podendo chegar a situações extremas, que colocam vidas em perigo. Desta vez, tratando-se de uma espécie de personagem, chamada Momo, uma boneca com aparência sombria que é adicionada aos contatos do WhatsApp e envia mensagens de conteúdo violento, agressivo, ameaçador e, novamente, propondo desafios absurdos que envolvem risco de morte. O conteúdo destas mensagens pode, também, coagir os jovens a enviar informações sigilosas sobre a família, contribuindo para a possibilidade de fraudes e ameaças.

Entre os principais riscos destacam-se o roubo de informações pessoais, incitação ao suicídio ou à violência, assédio, extorsão, e o desenvolvimento ou agravamento de transtornos físicos e psicológicos como ansiedade, depressão e insônia, dentre outros.

Normalmente os convites vêm através dos grupos das redes sociais, contatos do WhatsApp, ou mesmo através da troca de informação entre colegas que já tiveram contato com os desafios.

Algumas crianças e jovens podem entrar no desafio por achar divertido ou não saberem exatamente o risco oferecido. Contudo, pode ser que eles estejam vivendo momentos difíceis e procurando por algo que possa envolvê-los, como um projeto a qual possam se dedicar, ou mesmo um grupo do qual possam fazer parte. No caso do jovem, quando este não consegue encontrar um sentido para a sua vida, cumprir os desafios pode ser confundido com uma forma de mostrar o seu valor, capacidades e conquistas. Além disso, os criminosos aproveitam a associação entre a conta do WhatsApp com o Facebook para coletar informações sobre a vítima, e dessa forma ameaçam sua vida e a de seus parentes e amigos, fazendo chantagem para que cumpram os desafios.

Como denunciar?

Caso chegue a seu conhecimento a participação de qualquer criança ou jovem nestas espécies de jogos, é importante agir imediatamente para protegê-lo. Denunciar é essencial, pois você estará contribuindo para a proteção de centenas de pessoas. A denúncia deve ser feita aos administradores da própria rede social, onde estiver acontecendo a propagação do jogo, além de informar as autoridades locais ou mesmo a delegacia de crimes sociais. Páginas do Facebook podem ser printadas ou fotografadas e conversas do WhatsApp salvas ou exportadas. Estes dados ajudarão as autoridades e responsáveis a chegar aos possíveis suspeitos e tomar as providências cabíveis.

A proibição do uso da internet aos filhos não é a melhor solução, mas sim a orientação e supervisão do uso. Oriente sobre os riscos que existem e como se proteger: nunca oferecer informações pessoais, comunicar aos responsáveis sempre que notar algum contato ou conversa suspeita, entender que não se pode confiar em todo mundo, ser estimulado a utilizar os recursos da internet de forma saudável. Esteja atento à criança ou jovem enquanto estiver no celular, supervisionando o uso.

Crescer e se desenvolver em um mundo complexo e arriscado não é fácil, e a tecnologia não é a vilã; é apenas uma forma de propagação de problemas que sempre existiram, mas que apresentam uma nova roupagem para nossa época atual.

Devemos estar alertas, estar atentos, mas mais do que isso, estar presentes.

 *Camila Cury é psicóloga e diretora geral da Escola da Inteligência, programa educacional idealizado pelo renomado psiquiatra, escritor e pesquisador, Augusto Cury, que tem como objetivo desenvolver a educação socioemocional no ambiente escolar.


Cervejaria Brasilis inaugura neste domingo no ABC

Da Redação

A Cervejaria Brasilis, em Santo André, abre as portas ao público neste domingo (23). A empresa nasce com a proposta de produzir cervejas com lúpulo Mantiqueira, desenvolvido e cultivado no Brasil. A Brasilis utiliza o método de produção cigana, ou seja, utiliza estrutura de outras cervejarias para a produção.


"Brasilis Witbier" é o primeiro lançamento da marca | Foto: divulgação 
Um dos proprietários local, Adriano Senigalia, garante que apesar do lúpulo ser brasileiro, o sabor e turbidez da cerveja são para paladares exigentes. “O nosso diferencial é a produção de cerveja com lúpulo 100% brasileiro, desenvolvido e cultivado no interior de SP e no Paraná. A plantação também é da nossa cervejaria”, comenta.

A primeira brassada (fabricação) da cervejaria é uma edição limitada Brasilis Witbier, elaborada com o lúpulo Mantiqueira e envasada em apenas 400 garrafas, todas numeradas. O processo segue uma receita desenvolvida há mais de 400 anos na Bélgica.

 Esse estilo tem como característica a cor amarela palha, grande turbidez, extrema suavidade e frescor ao paladar. A receita foi adaptada ao paladar brasileiro para sobressair o frutado do lúpulo Mantiqueira e a intensidade do sabor das especiarias (casca de tangerina, gengibre, coentro e hortelã).

A Cervejaria Brasilis fica na Rua Eduardo Chaves, 8, Jardim Bela Vista. O lançamento ocorre a partir das 13h.



Santo André tem bar nas alturas neste fim de semana

Da Redação

Que tal ficar a 40 metros do chão, com 10 amigos e ainda apreciar uma caipirinha premiada? O chef Melchior Neto, que comanda o Botequim Carioca, promove essa experiência em Santo André, neste fim de semana (22 e 23), das 12h às 22h. Na mesma altura de um prédio de 13 andares, a atração é  destaque do Festival Born to Ride, que une apaixonados por motos. O evento acontece na Praça IV Centenário (Prefeitura de Santo André).

Subirão grupos de 10 pessoas, com cerca de 10 minutos de permanência | Imagem: reprodução 
A vivência do Botequim Carioca nas Alturas permite que um grupo de 10 pessoas permaneça de 10 a 15 minutos no bar, e aprecie uma caipirinha premiada no Concurso de Melhor Caipiroska do Brasil, pela Vodka Smirnoff®.

 “Um dos meus maiores desafios é o de sempre proporcionar experiências de qualidade para as pessoas, desde um novo sabor de caipirinha até momentos inesquecíveis. E o bar nas alturas é a oportunidade de unir a diversão e o sabor de um bom drink”, explica chef Melchior.

Os convites (R$ 40) podem ser adquiridos com antecedência no Botequim Carioca ou no dia do evento. A entrada no festival será 1 quilo de alimento não perecível. Os produtos arrecadados serão doadas ao Banco de Alimentos do Fundo Social de Santo André.

 

Ensaio sensual: fotografia é ferramenta para melhorar autoestima feminina

Da Redação

O ramo da fotografia sensual, antes considerado como tabu, ganha  cada vez mais espaço no mercado fotográfico. Ensaios para levantar a autoestima das mulheres são parte de um nicho, que atrai cada vez mais pessoas, pois mostra que a sensualidade não está restrita às modelos e atrizes que estampam capas de revistas.

Bom conhecimento técnico e produção cuidadosa são essenciais para um resultado elegante, conta o fotógrafo Iuri | Foto: Iuri Fonseca 
O fotógrafo Iuri Fonseca, que está há mais de 30 anos no mercado, conta que para obter ensaios sensuais elegantes, sem cair na vulgaridade, é preciso ter um bom conhecimento técnico de fotografia e uma produção cuidadosa.

“A sensualidade tem que ser registrada com todo cuidado artístico. Um bom conhecimento de luz e ângulo faz toda a diferença, mas além da técnica é preciso ter toda a preparação antes do ensaio, para deixar a mulher confortável e confiante”, comenta Fonseca.

De acordo com o fotógrafo, a procura por esse tipo de ensaio vem aumentando nos últimos anos, o que ele atribui especialmente ao movimento de aceitação e autoestima feminina. Ele destaca que em momento algum pode haver contato físico com a modelo, mesmo para ajeitar aquele fio de cabelo que não está legal, por isso ele conta com a sua esposa e assistente de fotografia Carla Fonseca em todos os trabalhos.

Destaque
Um exemplo de como as fotos sensuais podem ajudar na autoestima feminina é da advogada Melissa Leonarda, mãe de duas filhas, que após o divórcio procurou no ensaio sensual uma forma de resgatar seu amor próprio. Uma de suas fotos foi selecionada para estampar a página social da Playboy.



quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Futuro da alimentação é debatido em seminário

Da Redação

No Dia Mundial da Alimentação, 16 de outubro, acontecerá em São Paulo o seminário internacional O Futuro da Alimentação. O evento reunirá pesquisadores, cientistas, produtores e sociedade civil para debater o desafio de garantir alimento para uma população que deve chegar à marca de 10 bilhões de pessoas nos próximos 30 anos. O seminário gratuito, promovido pela Scientific American Brasil, será realizado no Teatro Eva Hertz, no Conjunto Nacional, a partir das 09h30. As inscrições já estão abertas e as vagas são limitadas.

Evento ocorre em 16 de outubro, no Teatro Eva Hertz, em São Paulo | Imagem: reprodução 
Especialistas internacionais irão abrir as discussões em cada um dos turnos do evento. Na parte da manhã, a americana Nina Fedoroff – bióloga molecular, autora de diversos livros sobre uso de tecnologia para produção agrícola, ex-conselheira científica do Departamento de Estado dos EUA e ex-presidente da Sociedade Americana para o Progresso da Ciência – falará sobre como alimentar uma população crescente de maneira sustentável. À tarde, o convidado é o pesquisador sueco Stefan Jansson – biólogo, um dos pioneiros europeus na utilização da ferramenta de edição genética CRISPR em plantas e ex-presidente da Sociedade de Fisiologia de Plantas da Escandinávia. O título de sua palestra será “Ser ou não ser geneticamente modificado, eis a questão”.

A ideia é discutir os enormes desafios diante dos quais a humanidade está hoje, a exemplo da questão da fome, da produção e da distribuição de alimentos. Os participantes também vão compartilhar a visão de que nunca estivemos tão preparados para superar os obstáculos.

Para o diretor da Scientific American Brasil, Alfredo Nastari, o Brasil deve continuar a ser um protagonista da produção alimentos com tecnologia e de maneira sustentável. “Hoje, já aprendemos muito sobre processos bioquímicos complexos, genética, big data, inteligência artificial e muitos outros. Além disso, temos condições de transformar esse conhecimento em soluções inovadoras”, afirma.

Os temas serão abordados ao longo de quatro painéis: “Um mapa da abundância e da escassez”, “Mudanças climáticas, sustentabilidade e produção de alimentos”, “Novas tecnologias na produção de alimentos” e “Exemplos inspiradores”. Todos os debates vão contar com a participação do público presente no local e também com as contribuições dos internautas que acompanharão o evento por streaming.

Para participar, os interessados devem se inscrever previamente aqui.




Fake News: conheça cinco notícias falsas sobre alimentação

Da Redação

Os números são alarmantes: até 70%* das fake news (notícias falsas) têm mais chances de viralizar nas mídias sociais do que as notícias verdadeiras. Entre elas, estão as informações sobre saúde. Segundo a nutricionista do Hospital 9 de Julho, Erica Fernanda, as campeãs são as notícias sobre emagrecimento. "As crenças populares, somadas ao apelo emocional e às receitas de dietas milagrosas fazem com que muitas pessoas compartilhem notícias falsas".

Beber água quente com limão em jejum não auxilia no emagrecimento, segundo a nutricionista  Erica Fernanda | Foto: iStock
A especialista explica que, além das informações duvidosas sobre emagrecimento, as fake news podem ter consequências mais graves. "Sem a informação correta, as pessoas podem acreditar na notícia e prejudicar sua saúde ao fazer dietas ou exercícios errados", reforça Erica, que lembra também que antes da internet, isso já acontecia. "Na época da escravidão, os senhores do engenho criaram a crença de que comer manga com leite fazia mal só para evitar que os escravos roubassem o leite da fazenda, mas não existe comprovação científica sobre isso". Abaixo algumas fake news famosas nas redes sociais:

Quem tem colesterol alto não pode comer ovo: fake
O aumento do colesterol não está relacionado apenas aos níveis de colesterol encontrados nos alimentos. Está associado a questões como a prática de atividade física, genética, ganho de peso e dieta pobre em fibras e gordura trans. "Por isso, o consumo do ovo, por si só, não costuma aumentar o nível de colesterol a ponto de ser um risco para a saúde" explica a nutricionista.

Beber água quente com limão em jejum emagrece: fake
Essa técnica não elimina a gordura e não existe nenhuma comprovação científica sobre isso. A especialista reforça ainda que nenhum alimento é capaz de eliminar peso. "Alguns alimentos podem ajudar na perda de peso como os termogênicos, que aceleram o metabolismo e o gasto de energia, como a cafeína". A ingestão de líquido, de forma geral, ajuda também na hidratação e desinchaço do organismo. Para perder peso e queimar gordura deve-se diminuir as calorias totais ingeridas durante o dia, consumir menos açúcar, alimentos ricos em gorduras e praticar exercícios físicos.

Chocolate diet engorda menos do que o tradicional: fake
Apesar de não ter açúcar, o alimento diet tem mais gordura saturada que os produtos convencionais para chegar ao sabor próximo ao açúcar, podendo ser mais prejudicial à saúde e conter mais calorias. Não é recomendado para dietas de emagrecimento, e sim para diabéticos.

Comer abacaxi após as refeições emagrece: fake
O abacaxi quando consumido após as refeições auxilia no processo digestivo, mas não diminui os valores calóricos e nem interfere na absorção das gorduras das refeições.

Carboidratos integrais não engordam: fake
 Os alimentos integrais possuem as mesmas ou até mais calorias que os alimentos refinados. A única diferença é que são ricos em vitaminas, minerais fibras e são absorvidos pelo corpo mais lentamente o que dificulta que a pessoa engorde, por ter saciedade por mais tempo. Mas se forem consumidos em excesso, também podem elevar o peso.

A especialista indica que, ao receber mensagens "milagrosas", deve-se desconfiar. "Não existe fórmula mágica para o emagrecimento. Então, caso alguém receba mensagens com receitas milagrosas, desconfie, procure um especialista e não repasse para outras pessoas".



quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Falta de atenção postural em atividades de lazer pode prejudicar a saúde da coluna

Da Redação

Quando fazemos atividades de lazer, na maioria das vezes, esquecemos da postura adequada, o que pode afetar a saúde da coluna, de acordo com o diretor clínico da unidade de Guarulhos do ITC Vertebral, Bernardo Sampaio, que é também diretor regional da Associação Brasileira de reabilitação de coluna (ABR Coluna). “Nestas horas, quando estamos nos divertindo esquecemos completamente da intensidade que é depositada na coluna, quadril e no joelho”, garante o especialista.

Manter a postura correta quando estiver sentado, ajuda na saúde da coluna | Foto: divulgação 
Mas devemos lembrar que a coluna vertebral é responsável por sustentar todo o nosso corpo, desde membros superiores até os inferiores. Então, manter a saúde dela em dia, é fundamental para viver com qualidade. “Tente manter a postura quando sentado, sem ficar corcunda; evite pegar objetos pesados de uma só vez; tente colocar alguns travesseiros embaixo do joelho quando for dormir”, resume Sampaio.

Recentemente, a cantora Anitta, e o cantor Pericles, foram afastados de suas atividades, devido a uma hérnia de disco, que pode ter sido provocada desde a uma pré-disposição genética até a rotina exaustiva de shows. Já a cantora Beth Carvalho desde 2009 sofre com dores na coluna vertebral, devido a uma lesão no osso sacro, o que a faz subir no palco em cadeiras de rodas, chegando ao extremo de se apresentar deitada em um divã.

“Quando falamos da coluna, é muito importante pensar na melhor forma evitar as lesões. Muitas vezes, exigimos muito do nosso corpo sem saber, e esquecemos de dar a ele o devido descanso. Se você é uma pessoa sedentária, por exemplo, não tente arriscar passos que exijam muito da coluna, isso pode causar dores no dia seguinte e até complicações mais sérias”,  finaliza o médico.

Vale ressaltar que ser uma pessoa ativa, fazer exercícios físicos, inclusive dançar, se praticado de forma correta, só trará benefícios.


Os perigos e cuidados na internet: a boneca Momo

*Camila Cury A Escola da Inteligência é um programa educacional que tem como objetivo desenvolver habilidades socioemocionais no ambiente ...