segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Youtuber Thiago Rodrigo lança livro sobre o amor

Da Redação 

O empresário, palestrante e youtuber, Thiago Rodrigo, lança nesta terça-feira (13), às 19h, na Jazz Resto e Burgers (Rua Vergueiro, 2.080), em São Paulo, o livro Ame todos os dias, pela editora Buzz. Na obra, o escritor desvenda um mundo livre, leve, vivo, e que pode ser o mundo de qualquer pessoa. Para o autor, mesmo que tenha toda a instrução e todo o conhecimento, se eu não tiver amor, não funciona.

"Ainda que eu represente a muitos e tenha poder sobre absolutamente todos, se eu não tiver amor, serei como barulho sem sentido. Mesmo que eu seja forte e que a minha palavra esteja acima de tudo, se esta fala for desprovida de amor, ela será como um grito vazio. E ainda que o mundo todo vire crente, se for crente sem amor, não farão... não fazem a menor diferença", afirma o autor.

"Ame todos os dias" mostra que é possível as pessoas viverem em paz, em amor, cuidando umas das outras, sem interesses, além do interesse de ver o outro bem e melhor. William Shakespeare disse que o amor não se vê com os olhos, mas se sente com o coração. Não adianta falar que ama e não demonstrar.

Guilherme Kuhnen, que escreveu o prefácio da obra, afirma que "Ame todos os dias" é um manual que não precisa de técnicas, é uma receita que não se baseou em fórmulas, a construção de Thiago Rodrigo propõe persistência em vez de tentativas e instiga à motivação diária em vez de ânimos comprados. "É um convite verdadeiro a todos aqueles cansados de discursos de amor na verdade vazios de sentido. Mergulhar na intensidade deste livro é aceitar um pouco do desafio de amar – todos os dias".

Thiago Rodrigo
Empresário, palestrante e youtuber, Thiago Rodrigo ficou conhecido por seus vídeos na internet ao abordar de forma simples e leve temas que são essenciais à vida e à conduta do ser humano.

Em suas publicações, que na internet alcançam milhões de pessoas todos os meses, se destaca, entre outros, o vídeo Ubuntu, no qual Thiago narra uma tradição africana, e a série de vídeos "Ame todos os dias", que serviu como base para esse livro.


Racismo internalizado: a psicologia pode ajudar

Da Redação

Pouco discutido, o racismo internalizado é aquele que age silenciosamente dentro da pessoa, que faz com que o oprimido se sabote sem querer por achar que, numa disputa com alguém de outra raça, ele é inferior. Ele também se faz presente nas melhores intenções, como em frases ou até mesmo pretensos elogios que terminam por demonstrar essa concepção da desigualdade, como se fosse necessário um branqueamento da pessoa para poder elogiá-la: “preto de alma branca”, explica o psicólogo Ronaldo Coelho.

 O racismo internalizado é aquele que age inconscientemente dentro da pessoa | Imagem: reprodução 
“O racismo é, antes de tudo, inconsciente e involuntário. Não temos o controle sobre ele, senão por um processo constante de conscientização”, afirma o psicólogo.  Ele explica que o racismo se define pela a ideia de que “algumas pessoas se sentem superiores às outras simplesmente pela raça ou cor de pele”. Por conta da nossa história de escravidão africana, a forma mais comum de racismo existente no Brasil é contra os negros. “Os brancos, de forma inconsciente, se sentem superiores aos negros e os negros, também inconscientemente, se consideram inferiores aos brancos. É o que chamamos na psicologia de racismo internalizado”, sintetiza.

Além dessas situações, o racismo pode aparecer na  hipersexualização, que reforça a imagem como objeto: “mulata globeleza”, “negão fortão”, comenta Coelho. Assim, a pessoa pode não ter consciência de que está partindo de uma ideia racista para elogiá-lo.

Para evitar a crença de inferioridade (mesmo que inconsciente), o empoderamento é importante, principalmente na infância. Isso pode ser feito com elogios que não aloquem a raça e a cor negra como inferior, com o cabelo que cresce cacheado como algo bonito, com o reforço de ações positivas ligadas à raça para que a criança cresça entendendo que ela não é inferior a ninguém por conta da sua cor de pele. “O racismo internalizado não é vitimismo e precisa ser combatido. É um trabalho árduo, mas totalmente possível”, reforça Coelho.

Vale lembrar que o Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro e que o racismo no Brasil é crime. Denúncias podem ser feitas na Secretaria de Direitos Humanos, além de prestar queixa na delegacia.


Cistos sinoviais são tumores comuns nas mãos

Da Redação

Popularmente conhecidos como “caroços no punho”, os cistos sinoviais são o tumor benigno mais frequente da mão, ou seja, a causa mais comum de aparecimento de nódulos ou tumorações nesta região. O dorso do punho é o local mais comumente afetado, seguido pela região palmar do punho e dedos.

Os cistos não são nódulos cancerígenos e não se espalham para outras áreas | Imagem: reprodução 
A teoria mais aceita para a origem do problema descreve a formação de uma “bexiga” de sinóvia - líquido viscoso, alcalino e transparente que se encontra nas articulações - causada por uma degeneração da cápsula articular do punho, tecido que recobre os ossos formando as juntas.

Os cistos sinoviais são mais frequentes no sexo feminino, e a maioria dos casos surgem entre os dez e os trinta anos de idade. O aparecimento pode estar relacionado a um evento traumático em até um terço dos casos, mas na maioria das vezes, ocorre sem motivo aparente.

Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão (SBCM), Milton Pignataro, o tratamento varia de acordo com o tamanho e localização dos cistos. Os cistos muito pequenos (menores do que 0,5 cm) são mais difíceis de serem puncionados e se assintomáticos, não necessitam de qualquer intervenção.

Nos cistos muito pequenos ou localizados nos dedos ou palma das mãos, a punção é mais difícil e menos efetiva. Nestes casos, quando o paciente sente dor, é recomendado a ressecção cirúrgica dos mesmos. Também está indicada a cirurgia nos cistos maiores que recidivaram após punção prévia.

A punção de cistos maiores é possível e resolve o problema definitivamente em cerca de 50% dos casos. Ela pode ser realizada no consultório com segurança, além de ser pouco dolorosa. O cisto é puncionado diretamente com uma agulha e seringa, procurando-se retirar o líquido viscoso e amarelo claro, muito parecido com um gel, que recheia o cisto. Após seu esvaziamento, a injeção de um corticoide em seu interior (no mesmo ato da sua punção) diminui a taxa de recidiva e é recomendada.

“Geralmente os pacientes procuram o consultório devido a um pequeno nódulo que aparece sem qualquer motivo e vai aumentando de tamanho progressivamente. É muito comum o paciente relatar que ele diminui quando o punho é menos solicitado e aumenta quando o paciente realiza atividades forçadas ou movimentos repetitivos”, conclui Pignataro.

Cirurgia
A cirurgia para retirada do cisto é relativamente simples e muito segura, resolvendo o problema em cerca de 90% dos casos. O cisto pode voltar a se formar em cerca de 10% dos casos e a recidiva pode estar relacionada a uma ressecção incompleta da base do cisto.

A ressecção artroscópica é bem indicada nos casos de cistos com um componente intra-articular importante e é uma alternativa menos invasiva à técnica aberta tradicional.

Vale lembrar que os cistos não são nódulos cancerígenos e não se espalham para outras áreas.


sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Excesso de exposição às telas eletrônicas causa danos à saúde ocular também das crianças

Da Redação

O oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do IMO, Instituto de Moléstias Oculares, comenta a epidemia mundial de miopia. “Um novo estudo, publicado na Ophthalmology,  revista da Academia Americana de Oftalmologia, oferece mais evidências de que pelo menos parte do aumento mundial da miopia tem a ver com atividades relacionadas ao trabalho; não apenas ao uso de telas, mas também ao de livros tradicionais. E que passar tempo ao ar livre, especialmente na primeira infância - pode retardar a progressão da miopia”, afirma.

Depois de completarem um nível em um videogame, peça que olhem pela janela por 20 segundos, orienta a oftalmologista Maria José | Foto: Freepik
Ainda não está claro se o aumento da miopia deve-se ao foco em smartphones o tempo todo ou à luz interagindo com nossos ritmos circadianos, para influenciar o crescimento dos olhos ou a nenhum dos itens anteriores.

 Enquanto os pesquisadores buscam uma resposta definitiva, não há dúvida de que a maioria dos usuários de computador experimenta a fadiga ocular digital. “As crianças não são diferentes dos adultos quando se trata de fadiga ocular digital. Elas também apresentam olho seco, cansaço visual, dores de cabeça e visão embaçada. Embora os sintomas sejam tipicamente temporários, eles podem ser frequentes e persistentes”, alerta a oftalmologista do IMO, Maria José Carrari.

 Mas isso não significa que  elas  precisam de uma receita para óculos de computador ou que tenham desenvolvido uma condição ocular de meia-idade que requer óculos de leitura, como alguns sugerem, mas “significa que elas precisam fazer pausas mais frequentes. Isso ocorre porque não piscamos com tanta frequência ao usar computadores e outros dispositivos digitais”, alerta a oftalmologista. Com isso, os oftalmologistas recomendam uma pausa de 20 segundos a cada 20 minutos de trabalho.

Dicas para ajudar a proteger os olhos das crianças da fadiga ocular do computador:

1 - Use um temporizador de cozinha ou um temporizador de dispositivo inteligente para lembrá-las de fazer pausas;
2 - Oriente-as a alternar a leitura de um e-book com um livro real e incentive as crianças a olharem para cima e para fora da janela a cada dois capítulos;
3 - Depois de completarem um nível em um videogame, peça que olhem pela janela por 20 segundos;
4 - Marque previamente os livros com um clipe de papel, em intervalos, de alguns capítulos, para lembrar as crianças de fazerem pausas.  Em um e-book, use a função “bookmark” para o mesmo efeito;
5 - Oriente-as a não usar o computador fora ou em áreas muito iluminadas, pois o brilho na tela pode criar tensão ocular;
6 - Ajuste o brilho e o contraste da tela do computador para que fique confortável para o usuário;
7 - Oriente as crianças sobre a boa postura ao usar um computador;
8 - Incentive-as o a manter a mídia digital mais distante possível dos olhos;
9 - Lembre-as de piscar ao fazer uso de telas.
10 - Ofereça opções de atividades não ligadas a computador, de preferência, exercícios físicos, esportes, etc.


Nutricionista alerta sobre os perigos do “efeito sanfona”

Da Redação

É comum que as pessoas com pressa para emagrecer busquem por dietas restritivas, sejam elas com baixos teores de gordura ou carboidrato, diminuição ou isenção de açúcar, jejum intermitente, entre outras. Mas consultora em nutrição da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (ABIMAPI), Marcela Tardioli, afirma que se engana quem acha que esta é a solução.  Estes métodos extremistas não fazerem bem à saúde e, como consequência, podem produzir o famoso "efeito sanfona".

Pessoas que entram no “efeito sanfona” têm uma incidência 124% de ter ataques do coração | Foto: reprodução 
"Restringir a dieta a um só tipo ou grupo de alimentos pode até levar à perda rápida de peso no primeiro momento, mas, por falta de nutrientes importantes, pode gerar sintomas como fraqueza, mal estar, alterações na pressão e hormonais", alerta Marcela.

O efeito rebote ocorre quando o metabolismo entre em "alerta" diminuindo seu gasto calórico e estocando energia, afinal, não se sabe quando e como será a próxima refeição.

Uma pesquisa publicada no periódico americano New England Journal of Medicine, em 2017, comprovou que engordar e emagrecer com frequência aumenta o risco de problemas cardiovasculares e de morte prematura, especialmente entre pessoas que já apresentam fatores de risco para doenças do coração, como níveis altos de colesterol.

De acordo com o estudo, pessoas que entram no “efeito sanfona” com flutuação constante com mais de quatro quilos, por exemplo, têm uma incidência 124% maior de ataques do coração, quando comparadas com aquela que mantêm o peso estável a vida toda.

Para a especialista o jeito mais eficaz de não sofrer esta consequência é evitar a perda de massa magra e priorizar a perda de gordura conciliando a atividade física com uma alimentação balanceada, contemplando todos os grupos alimentares, na quantidade certa.

"Dormir bem também é fundamental, cerca de 8 horas por noite. Noites mal dormidas podem liberar pouco hormônio leptina – que ajuda a regular a fome e a manter o metabolismo ativo – e, assim, a válvula de escape pode ser buscar combustível nos alimentos", finaliza a nutricionista.


quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Elza Soares faz show gratuito no dia da Consciência Negra em São Paulo

Da Redação

Diva da MPB, Elza Soares fará uma apresentação gratuita no Dia da Consciência Negra (20), na Praça das Artes (Avenida São João, 281), em São Paulo. Ela mostrará um repertório dançante e releituras de clássicos, com sonoridade eletrônica do show "A Voz e a Máquina".

Show da Elza Soares integra o evento Feira Preta | Foto: divulgação 
Com participação de Luedji Luna, o show está entre os destaques da 17ª edição da Feira Preta, maior evento de cultura negra da América Latina, que acontece de 18 a 20 de novembro, das 12h às 22h, em São Paulo.


quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Livro aborda a importância da transformação cultural nas empresas

Da Redação

A urgência da transformação digital tem preocupado muitos gestores que já perceberam a realidade imposta pelos novos modelos de negócios na era em que vivemos. Porém, muitos gestores não sabem o que fazer, na prática, para se reinventar e continuar existindo. A resposta guarda um paradoxo instigante: se, por um lado, o principal vetor da transformação no mundo dos negócios é a tecnologia, por outro, na essência das mudanças, estão as pessoas. Este é o tema abordado no livro O novo código da cultura - Transformação organizacional na gestão do amanhã, de Sandro Magaldi e José Salibi Neto, que tem pré-lançamento nesta quarta-feira (7), durante a HSM Expo, em São Paulo, pela editora Gente.

 Os conteúdos são apresentados com exemplos de empresas | Imagem: divulgação 

"Pesquisas e Estudos apontam que existe uma visão clara junto aos principais líderes empresariais do Brasil acerca dos desafios de transformar uma organização devido à sua cultura organizacional. A despeito dessa constatação, o tema é pouco discutido e refletido de forma estruturada por esses líderes. Talvez sua intangibilidade e abstração expliquem essa contradição", reflete Magaldi.

"Considerando que uma empresa é um agrupamento de pessoas reunidas em prol de um objetivo comum – ou, pelo menos deveria ser assim –, é a cultura organizacional que dá o tom unindo todo esse ecossistema. Em uma tradução sintética: a cultura de uma empresa é o jeito que ela utiliza para 'fazer as coisas acontecerem'", diz Salibi Neto.

Há também um desdobramento importante quanto à implementação de novas tecnologias nas empresas. Para os autores, o êxito no processo de adaptação ao novo não está relacionado exclusivamente às transformações tecnológicas, mas sim a como as pessoas encaram essa nova perspectiva nas organizações e abraçam – ou não – as transformações tecnológicas.

Nesta obra, os autores trazem uma nova vertente a esse questionamento para ajudar o empreendedor a começar a transformação do seu negócio, realizando um desdobramento de diversos conceitos apresentados no livro anteriormente publicado pelos autores: Gestão do Amanhã.  Os conteúdos são apresentados com vários exemplos de como diversas empresas têm aplicado as questões de cultura organizacional para implementar as transformações necessárias em seu negócio.

Alguns dos temas presentes no livro são:

• Como enfrentar os desafios da transformação da cultura organizacional na prática;
• Quais são os elementos de um projeto de transformação cultural;
• Quais são os caminhos para iniciar o processo de transformação cultural;
• Qual é o papel dos princípios organizacionais na transformação de uma cultura;
• Como garantir a força da cultura organizacional de aprendizado em uma expansão acelerada.



Youtuber Thiago Rodrigo lança livro sobre o amor

Da Redação  O empresário, palestrante e youtuber, Thiago Rodrigo, lança nesta terça-feira (13), às 19h, na Jazz Resto e Burgers (Rua Vergu...