terça-feira, 20 de agosto de 2019

Petlove lança plataforma de doação de produtos às ONGs

Redação

A Petlove, primeiro petshop online e clube de assinaturas para pets no País, lança a primeira plataforma online de doação de produtos para animais no Brasil. Assim, o espaço virtual conecta pessoas que querem ajudar aos animas com as instituições que cuidam dos pets e precisam de auxílio para se manter. A Petlove será a responsável pelo custo de 100% do frete dos pedidos realizados para as ONGs, independentemente do valor investido ou da instituição selecionada para entrega.

Na plataforma, o cliente realiza o pagamento do produto que será doado e a Petlove realiza a entrega com o frete grátis | Foto: Freepik

Para realizarem as doações, os usuários devem acessar a página www.petlove.com.br/doacoes e selecionar os produtos que desejam oferecer aos pets das ONGs cadastradas. No site, é possível escolher, entre três opções, a instituição que deseja ajudar naquele momento. A plataforma traz também uma lista com sugestões de produtos escolhidos pelas próprias casas de apoio e que os animais mais fazem uso, ou os que eles mais precisam.

Após a escolha, o cliente realiza o pagamento e a Petlove realiza a entrega com o frete grátis. É importante destacar que, apesar de conectar pessoas e instituições a empresa não fornece, em nenhuma etapa do processo, o endereço das ONGs cadastradas. A medida tem como objetivo evitar o abandono dos pets na porta desses locais, prática que é bastante comum (além de ser considerado crime, segundo a legislação vigente).

O veterinário Marcio Waldman, CEO e fundador da Petlove, comenta a iniciativa “Compreendemos que muitas pessoas deixavam de realizar doações por não conhecerem as instituições ou, também, por questões logísticas: ir até o local para realizar a entrega na ONG demanda tempo – algo que as pessoas hoje em dia dificilmente têm sobrando. Por isso, viabilizamos uma alternativa para tornar esse processo mais fácil e eficiente para quem deseja ajudar os peludos. Além deste projeto, continuaremos trabalhando em prol de diversas outras causas, inclusive as que fomentam a adoção de pets. Temos como objetivo criar cada vez mais pontes entre os peludos e as pessoas, sempre buscando garantir o bem-estar, o cuidado e o carinho para com os pets”, afirma.

Moda sustentável é tema de livro voltado ao público infanto-juvenil

Redação

Nesta sexta-feira (23), das 18h30 às 21h30, a Livraria da Vila (Rua Fradique Coutinho, 915, Vila Madalena), em São Paulo, sedia o lançamento do livro Alinhavos – o futuro do planeta está no seu guarda-roupa, da editora Panda Books. Escrita pela estilista e consultora de moda Alessandra Ponce Rocha, mãe de dois filhos, a obra é a primeira sobre moda sustentável, lançada no Brasil, dedicada ao público infanto-juvenil.

Lançamento do livro ocorre nesta sexta-feira (23), na Livraria da Vila | Imagem: divulgação 

O livro aborda o processo de criação do vestuário e o impacto causado pela indústria da moda no meio ambiente. Os pequenos leitores ficam sabendo, por exemplo, que 2 mil litros de água são gastos na produção de uma camiseta básica e que uma única calça jeans chega a consumir até 11 mil litros do líquido.

Na obra, Alessandra passeia pela história das roupas, incentiva os pequenos a personalizar peças antigas e organizar campanhas de doação e trocas de roupas, estimulando atitudes sustentáveis já na infância.

"Moda e sustentabilidade parecem dois conceitos que não combinam, já que a moda sempre nos dá a ideia de algo passageiro, descartável. Nós só precisamos ser seletivos na hora da escolha. Não podemos esquecer que nossos recursos naturais são esgotáveis e temos que fazer bom uso deles para que as futuras gerações não sofram", destaca a autora.

Número de obesos ultrapassa o de pessoas com fome no mundo

Redação

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) divulgou, recentemente, os dados do relatório anual sobre o Estado da Segurança Alimentar e Nutrição no Mundo. Pela primeira vez, o número de obesos (830 milhões) superou o de famintos (820 milhões).
De acordo com a agência da Organização das Nações Unidas (ONU), há relação direta entre insegurança alimentar e obesidade, o vilão dessa equação é o alimento ultraprocessado.

O médico Cid Pitombo destaca o alimento ultraprocessado como vilão da obesidade, ele afirma ainda que o governo deve atuar, para garantir que as famílias de baixa renda tenham acesso aos alimentos saudáveis | Foto: divulgação 

Infelizmente,  a tendência mundial se confirma no Brasil, dados do Ministério da Saúde apontam para crescimento de 67% no número de obesos entre 2006 e 2018, maior índice em 13 anos. O médico Cid Pitombo, especialista no tratamento da obesidade e coordenador do Programa de Cirurgia Bariátrica do Estado do Rio de Janeiro, comenta esta situação.

 "Vivemos novamente um grande dilema. A população aumenta e não se consegue produzir alimentos de ‘forma natural’ que abasteça e alimente a todos, aí sugere-se que precisamos dos alimentos industrializados. Por outro lado, esses alimentos são os grandes responsáveis pelo aumento da ingestão de sal, gorduras e açúcares que, consequentemente, levam à obesidade e suas doenças associadas. A maior parte da população mundial e do Brasil é de pessoas de baixa renda, que são o principal mercado consumidor dos alimentos ultraprocessados, por serem mais baratos e na maior parte das vezes não perecíveis. Na tentativa do equilíbrio orçamentário dessas famílias, com certeza essa é a ‘alimentação’ de escolha", avalia.

O fato é que uma em cada cinco pessoas está obesa no Brasil, mais da metade da população está com excesso de peso, o que torna a obesidade uma epidemia e um problema real de saúde pública. Pitombo alerta para a necessidade de políticas públicas de controle do alimento industrializado, como já fazem alguns países com importantes resultados.

"O governo deve atuar na garantia do bom hábito alimentar em escolas, na orientação às famílias sobre correto uso de alimentos e no controle do acesso ao alimento industrializado que, claramente, por ser mais barato, de baixo valor nutricional e alto valor calórico, leva a um sério problema de saúde pública que é a obesidade. O Estado precisa intervir neste lado. Prevenção com hábito saudável de alimentação, mais acesso a possibilidades de atividade física na boa orientação às famílias", destaca Pitombo.

Biscoitos, refrigerantes e macarrões instantâneos, apesar de serem barato, não ajudam a nutrir e tem alto valor calórico. O especialista defende que essa luta precisa ser travada pelo Estado brasileiro, a fim de melhorar a condição de acesso aos alimentos saudáveis, em preço, até com subsídios, para que a família possa ofertar às crianças opções melhores.

Mortes por obesidade triplicam no Brasil em 10 anos 
O número de brasileiros mortos por complicações diretamente relacionadas à obesidade triplicou em um período de dez anos no país, com base em informações do Datasus.

Dermatologista recomenda alguns cuidados para ter a pele facial hidratada no inverno

Redação

Basta a temperatura cair um pouco para a pele, principalmente do rosto, ficar seca, áspera e irritada. Por isso, a dermatologista Camila Moulin - que atende na Dermajour, no Rio de Janeiro - listou alguns segredos, que ajudarão a manter a pele facial hidratada no inverno.

Peles oleosas precisam ser hidratadas, com produtos adequados, ressalta a dermatologista Camila Moulin | Foto: divulgação 

Para ela, uma frase é básica e importante de ser guardada: "Uma coisa é certa: qualquer hidratação é melhor do que nenhuma hidratação".

Segundo a especialista, muitas pessoas têm "medo" de hidratar a pele por ela ser oleosa. No entanto,  óleo e água não se misturam, então, é importante buscar na embalagem os dizeres "livres de óleo" e, assim, será possível repor a água, que a pele precisa, sem piorar a oleosidade ou desencadear acne. Na dúvida, consulte um dermatologista, que indicará o produto adequado.

Quando o assunto é pele seca, Camila aponta: "Elas sofrem ainda mais no inverno. Vejo dermografismo, eczema, disidrose - condições relacionadas a secura da pele que pioram no inverno. Para estas eu indico hidratantes mais densos, máscaras faciais e até mesmo hidratação injetável no consultório. É preciso hidratar para manter a pele integra e protegê-la de todas as condições que podem surgir no inverno mais rigoroso", afirma.

Devo insistir em um óleo facial?
Camila Moulin (CM) - Somente, única e exclusivamente se sua pele não tiver tendência a acne. Se você for mulher e já estiver na menopausa, sem acnes, e bem provável que o óleo facial lhe traga muitos benefícios sim.

Água micelar e termal substituem o hidratante?
CM - Não mesmo. Veja bem: água micelar é utilizada para limpeza, já a água termal para inflamação (ela tem propriedades anti-inflamatórias). Apesar do nome conter "água", não entram na categoria hidratantes. É preciso usar, pelo menos, um tônico hidratante, após a utilização de ambas.

É preciso que o hidratante tenha proteção solar?
CM  - O hidratante com proteção solar facilita a vida de quem está sempre correndo e não tem muito tempo para se dedicar aos cuidados com a pele. No entanto, ele fica restrito ao dia. Um hidratante comum pode ser tanto utilizado para manhã antes do filtro, como a noite, antes de dormir.

E, por fim, que tal uma dica de hidratação caseira?
CM - Para a pele seca é possível fazer hidratação caseira. Não recomendo fazer máscara de hidratação em casa se sua pele for oleosa.

Máscara para pele seca
1 abacate;
2 colheres de sopa de iogurte;
1 colher de sopa de azeite de oliva;
1 colher de sopa de mel.

A pele seca ficará mais hidratada com essa máscara. As gorduras do abacate e do azeite ajudam a selar possíveis rachaduras entre as células. Para completar, o mel e o iogurte vão deixar a pele suave ao toque. Preste atenção para proteger a raiz dos cabelos. Deixe por 5 a 10 min e retire com seu sabonete de preferência.

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Veterinária lista os principais erros ao cuidar de cachorros

Redação

A veterinária Alessandra Amieiro, colaboradora da DogHero, listou alguns dos principais equívocos cometidos pelos donos de cachorros, além de comentar como evitá-los. Confira:

Cachorros precisam gastar energia, sentir cheiros diferentes e conhecer outros espaços, além do ambiente da casa, por isso, o passeio é essencial | Foto: reprodução 

1 - Dar comida de humano
Muitos “pais e mães” de cachorro costumam complementar a ração dos seus “filhotes de quatro patas” com comida de humano consumida por eles mesmos em casa. Além do hábito ser um dos fatores que mais contribui para a obesidade em cachorros, alimentos como chocolate, uva, açaí, carambola e tomate, por exemplo, são tóxicos e outros são de difícil digestão para os cãezinhos e podem fazê-los engasgar. Mesmo que o animal faça cara de pidão, resista. É melhor para a saúde dele!

2 - Não seguir a quantidade de ração recomendada
A ração de cachorro é um alimento completo, ou seja, que deve suprir todas as necessidades nutricionais do animal. Ela é uma forma mais fácil e prática de alimentar o seu cãozinho: depois de escolhida, basta oferecer a quantidade ideal para o animal diariamente. A informação sobre a quantidade de ração a ser oferecida está presente no rótulo, é importante que seja seguida à risca para evitar tanto a obesidade, quanto a desnutrição. Apesar disso, consulte o médico veterinário antes de decidir pelo alimento e a quantidade a ser oferecida ao seu cachorro. Além de esclarecer as suas dúvidas e assegurar o melhor alimento para o animal, a sugestão do veterinário levará em conta as especificidades como idade do animal e condições que são afetadas pela alimentação.

3 - Não escovar os dentes do cãozinho
Pesquisas mostram que mais de 80% dos cães com mais de seis anos apresentam problemas periodontais. Isso acontece porque muitos donos de cachorro não incluem a escovação dos dentes na rotina de higiene de seus filhotes peludos. O ideal, segundo Alessandra, é que a escovação seja feita diariamente e com produtos específicos para o animal.

4 - Pular algumas vacinas
Alguns pessoas focam apenas nas vacinas no período em que eles são filhotes e pulam algumas imunizações conforme o cão vai crescendo. É importante seguir à risca o protocolo vacinal e, principalmente, as orientações do veterinário com relação ao período de imunização. Se o profissional informar que o pet não pode se expor a outros cães durante um período, acredite. Isso garante um desenvolvimento saudável do cachorro.

5 - Medicar o cachorro em casa
Essa é, sem dúvida, uma prática que nunca deve ser feita, porque alguns medicamentos próprios para cães podem ser tóxicos para algumas raças e a dosagem errada pode levar a óbito. Fique longe dos remédios caseiros e não tente fazer uma avaliação via pesquisa no Google. Quando o cachorro se sentir mal, leve-o imediatamente a um veterinário. Ele saberá não apenas identificar a razão do mal-estar, como também decidir qual o melhor procedimento para cuidar da saúde dele.

6 - O cachorro fica solto em casa, por isso não passeio com ele
Este é outro erro comum. Muitos acham que pelo fato de o cachorro ficar solto em casa, ter um quintal para explorar, ter alguém ou outro cachorro para brincar são suficientes e, assim, o passeio é dispensável. Mas não é. Cachorros precisam gastar energia, sentir cheiros diferentes e conhecer outros espaços, além do ambiente da casa. Não podemos esquecer que os ancestrais dos cães viviam em vida livre, podiam andar, correr e caçavam para se alimentar. O passeio é importante para deixar o cãozinho feliz, mais calmo e sociável com outros cachorros e pessoas. Além disso, reduz a ansiedade do animal e, com isso, diversos problemas de comportamento, como o hábito de destruir objetos e latir em excesso.

Shopping ABC tem festival de jazz e blues até setembro

Redação

Até 20 de setembro, todas as quintas-feiras (exceto 19 de setembro) e sábados, com encerramento em 20 de setembro (sexta-feira), acontece o ABC Jazz & Blues Festival no Shopping ABC, em Santo André. O evento é gratuito e tem curadoria da Lucas Shows, produtora que tem como sócio Herbert Lucas, que também atua há anos como diretor artístico do Bourbon Street Music Club.

Encerramento do festival contará com o cantor Ed Motta, em 20 de setembro | Foto: Stefano Martini  

Serão vários atrações (veja programação abaixo) e o grand finale ficará por conta da banda Ultra Soul, que convida o cantor Ed Motta para levar muito soul e R&B ao público do shopping.

O palco será montado na Praça de Eventos do piso 1. No local, haverá performances nacionais e internacionais com o melhor do gênero musical às quintas-feiras. Já aos sábados, o tom será dado pela banda itinerante Orleans Street Jazz Band, nome bastante conhecido nos principais Festivais Nacionais, que percorrerá os corredores do shopping.

De acordo com a gerente de marketing do Shopping ABC, Flavia Tegão, "a realização desse festival é o reconhecimento do quanto a região aprecia a boa música. São shows pensados para atender o nosso cliente, que busca algo especial e diferente no nosso empreendimento".

Confira a programação
• 17, 24, 31 de agosto, 7 e 14 de setembro (sábados): Orleans Street Jazz Band, itinerante pelo shopping, com entradas às 16h, 17h e 18h;
• 22 de agosto (quinta-feira): Blues Beatles, às 19h;
• 29 de agosto (quinta-feira): Amy Winehouse por Lud Mazzucatti, às 19h;
• 5 de setembro (quinta-feira): Blues Etílicos plays Eric Clapton, às 19h;
• 12 de setembro (quinta-feira): Aretha Franklin por Alma Thomas (USA), às 19h;
• 20 de setembro (sexta-feira): Ultra Soul convida Ed Motta, às 19h.

O Shopping ABC fica na Av. Pereira Barreto, 42, Vila Gilda, em Santo André.

Salão Duas Rodas abre pré-venda de ingressos

Redação

A espera acabou para quem é apaixonado pelo universo do motociclismo e super fã do Salão Duas Rodas, que acontece de 19 a 24 de novembro, na São Paulo Expo Exhibition & Convention Center (Rodovia dos Imigrantes, KM 1,5 – São Paulo/SP). Com o dobro de experiências e atrações, a organização anunciou nesta segunda-feira (19) a venda de um lote promocional limitado com valores abaixo da última edição, segundo o gerente do evento, Lucas Pimentel.

O Salão Duas Rodas acontece de 19 a 24 de novembro na São Paulo Expo | Foto: divulgação 

“A expectativa do público estava muito grande, então criamos esta promoção como uma forma de reconhecer e premiar os fãs que se cadastraram para serem avisados de tudo em primeira mão” conta Pimentel.

Quem garantir o ingresso, além de presenciar os lançamentos das principais montadoras do mundo, como a Triumph, Kawasaki, Honda, Yamaha, Suzuki, Haojue e Kymco - juntas correspondem mais de 98% do mercado nacional -, também encontrará o dobro de atrações destinados aos amantes do lifestyle de motociclismo.

Em julho, a organização já anunciou a ampliação das atividades de pilotagem com todas as marcas presentes. Serão mais de 10 quilômetros de pista com test-rides on road, off road, mobilidade urbana e um test-ride VIP com as supermáquinas mais exclusivas e desejadas do universo “algumas delas serão vistas e pilotadas pela primeira vez no Salão Duas Rodas” antecipa Pimentel.

A maioria das atrações da edição passada foi mantida e ampliada, como a Arena de Customização, que reunirá grandes nomes da customização de motos, que irão expor as novas criações. A Arena Lifestyle, sucesso em 2017, apresentará este ano um mix de atrações diversificadas e pretende aproximar ainda mais o público da cultura do motociclismo e de grandes personalidades do setor.

“Nenhum outro evento para motos no mundo reunirá o número de experiências programadas para esta edição do Salão. Entre as novidades estão o Dream Lounge, área VIP com exposição de produtos exclusivos que fez sucesso nas últimas edições do Salão do Automóvel e que acontece pela primeira vez no Salão Duas Rodas, a Arena Racing, que terá exposição de motos de competição de várias categorias do motociclismo e a Arena SDR Extreme, onde o público poderá conferir de perto as acrobacias mais radicais de diferentes e renomados pilotos de freestyle e, para aquecer os corações dos apaixonados por competição, o campeonato Arena Cross confirmou a realização de uma inédita etapa exclusiva durante o Salão” destaca o gerente do evento.

As atrações estarão distribuídas nos 55 mil metros quadrados de área interna e 10 mil metros quadrados de área externa, do São Paulo Expo. O local conta com estacionamento para cinco mil vagas (sendo 4500 cobertas) e tem fácil acesso (fica a 10 minutos do aeroporto de Congonhas e a 850 metros da estação de metrô Jabaquara).

A organização também anunciou que, ainda em agosto, abrirá as vendas de outras categorias especiais de ingressos para todos os gostos, tribos e bolsos. Ingressos para motoclubes, caravanas e outros grupos, além do famoso Kit Fã e experiências VIP.

Os ingressos de pré-venda poderão ser adquiridos pelo site do evento, ou pelos canais oficiais da empresa Total Acesso.



Petlove lança plataforma de doação de produtos às ONGs

Redação A Petlove, primeiro petshop online e clube de assinaturas para pets no País, lança a primeira plataforma online de doação de pr...