sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Hora de desacelerar

*Por Vivian Wolff 

Rotina agitada, excesso de compromissos, muita cobrança e pouco tempo livre. Tecnologia que ajuda, mas também oprime. Pessoas ficam conectadas e disponíveis 24h por dia, permitindo que o urgente tire o foco do importante. Sobrecarga, angústia, cansaço. Soa familiar? Calma, você não está sozinho. Todos nós passamos por isso.

“Reprogramar nossa forma de pensar para desacelerar, seja na área profissional, seja na área pessoal”, orienta a coach Vivian  | Foto: Freepik
A vida moderna é repleta de obrigações. É normal assumirmos mais e mais compromissos e, para dar conta, aceleramos nosso ritmo: almoçamos correndo, não conseguimos ler e-mails/mensagens com calma, tomamos banho com pressa... E, com o tempo, esse modo “acelerado” de funcionar nos prejudica. Sinais de estresse começam a aparecer. É nosso corpo pedindo para pisar no freio. Uma dica para a vida: quando seu corpo falar com você, escute.

Para reverter este quadro, é preciso uma reeducação: reprogramar nossa forma de pensar para desacelerar, seja na área profissional, seja na área pessoal. Nosso primeiro impulso é pensar “Não dá”! Dá, sim. Tudo é uma questão de priorizar e se permitir. Ao fazer menos (em quantidade), acabamos conseguindo fazer mais (em qualidade).

Os gregos tinham duas palavras para designar tempo: Chronos e Kairós. Chronos é o tempo que podemos mensurar (ex: quantos dias faltam para o seu aniversário). Kairós é um tempo variável, que poderia ser traduzido como “o momento oportuno”, ou “o tempo de Deus” (ex: o tempo que leva para uma colheita ou para o nascimento de um bebê). Chronos é definido, Kairós é uma incógnita que não controlamos. Temos a mania de querer controlar tudo, ignorando que muitos dos tempos da nossa vida são Kairós.

Saboreie uma refeição com calma, passeie sem pressa, observe a paisagem. Permita-se um tempo sem restrição de horário com sua família ou amigos. Pense no seu corpo como uma máquina, que se funcionar muito tempo acima da capacidade, pode apresentar problemas e, certamente, perderá rendimento.

Faça o teste: desacelere. Você vai descobrir que tem muito mais a ganhar do que a perder.

*Vivian Wolff é coach de Vida pelo Integrated Coaching Institute (ICI); formada em Mindfulness pela Georgetown University Institute for Transformational Leadership, Washington DC; com MBA em Marketing Estratégico pela University de Catalunya, Barcelona


Nutricionista fala sobre alimentos que beneficiam a pele

Da Redação

O verão chegou com tudo e os termômetros já passam dos 30ºC na maioria das cidades brasileiras. Passar protetor solar regularmente e ingerir bastante água são alguns dos cuidados básicos para manter a pele saudável durante essa época. O hábito alimentar, porém, é ainda mais importante para nutrir as células do corpo. Pensando nisso a nutricionista Cleonice Pereira, do GetNinjas, maior plataforma de contratação de serviços da América Latina, separou sete alimentos para cuidar da pele durante os dias mais quentes.

Manga auxilia no rejuvenescimento da pele | Foto: reprodução 
"Se fizermos apenas algumas mudanças simples na dieta, podemos melhorar muito a condição da pele e postergar o aparecimento de sinais causados pela idade", explica a nutricionista. Confira:

Abacate: fonte de vitaminas E, C e antioxidantes, o abacate ajuda na hidratação e brilho da pele;

Melancia: Rica em vitamina e minerais, como A, C e B6, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e ferro, contribui também para a hidratação de todos os órgãos. Lembrando que a pele é o maior órgão do corpo;

Amora: a fruta devolve o aspecto sadio da pele, pois é riquíssima em antioxidantes que combatem os radicais livres - responsáveis por danificar as células e causar sinais de envelhecimento;

Linhaça: a ação positiva que a linhaça causa na saúde intestinal afeta diretamente a pele. Além disso, o ômega 3 presente no alimento é um forte colaborador na sustentação da pele e do sistema imunitário. "O consumo regular dessa semente maravilhosa, rica fonte de ômega 3, deixa a pele mais hidratada, suave e com um tônus firme", explica Cleonice;

Maçã: além de ser um alimento quase completo, que cuida da saúde ocular e previne várias patologias, inclusive vários tipos de câncer, ela também é excelente para ajudar as células na restauração e proteção contra o envelhecimento precoce;

Cenoura: alimentos mais ricos em betacaroteno - potente antioxidante responsável por sua cor alaranjada -, a cenoura é fonte poderosa de fibras e minerais, como fósforo, potássio, cálcio e sódio, vitamina A, B2, B3 e C. Todos esses nutrientes são responsáveis por manter o bom estado da pele e das mucosas e contribui para a cor saudável da pele, podendo ser usada de várias formas: cruas, cozidas ou em sucos.

Manga: responsável pelo rejuvenescimento, a fruta é fonte de vitaminas e também é rica em antioxidantes. Além de combater os radicais livres, a manga é capaz de regenerar a cútis, evitando rugas, linhas de expressão e remover as toxinas existentes no organismo.

Além desses sete alimentos, Cleonice reforça a importância das oleaginosas, como castanha de caju, amêndoas, coco e castanha do Pará, que são um bom suporte de minerais e boas gorduras, melhoram a elasticidade e combatem infecções, além de fornecerem colágeno à pele.


Médico dá dicas para se divertir, sem descuidar da saúde

Da Redação

O Natal e o Ano Novo estão chegando, com eles inúmeras comemorações e viagens, mas é importante não descuidar da saúde, para isso alguns cuidados devem ser tomados para não acabar com as comemorações de fim de ano. Para aproveitar as festas sem correr riscos, o médico Aier Adriano Costa, coordenador da equipe médica do Docway, elencou algumas dicas. Confira:

Intercale o consumo de bebida alcoólica com a água, assim o organismo permanece hidratado, recomenda o médico Costa | Foto: divulgação 
1) Beba muita água 
Durante essa época do ano, com os dias normalmente mais quentes, o cuidado com a hidratação deve ser redobrado, já que o corpo elimina naturalmente mais líquidos e sais minerais do nosso organismo. Por esse motivo, a ingestão de água é tão importante. Mas se você é daqueles que não consegue tomar água com facilidade,  uma boa opção para os dias de calor é a água de coco, que, além de conter baixo número de calorias, tem uma composição natural semelhante à do soro fisiológico, hidratando o organismo com mais eficácia.

2) Cuidado com o que você come
Outro sintoma comum nos dias de calor é a falta de fome, porém é muito importante que a pessoa se alimente para não correr riscos. O melhor jeito para driblar o problema é consumir alimentos leves e de fácil digestão, entre eles saladas, frutas, legumes e carnes magras. É importante tomar cuidado com os petiscos e sobremesas, que são naturalmente mais pesados e de difícil digestão.

3) Mantenha sua rotina e horários
É muito comum que nessa época do ano as pessoas abram mão da sua rotina e dos seus horários, acordando mais tarde e programando atividades ao longo do dia, que não fazem parte do cotidiano, o que acaba afetando diretamente a saúde. Se você consegue manter o controle, sair da rotina pode não trazer consequências, mas existe pessoas que, quando saem do ritmo normal, acabam exagerando. É importante descansar e se divertir, mas estabelecer horários mais próximos aos do seu dia a dia evitam maiores riscos.

4) Cuidado com a conservação dos alimentos
No verão, os alimentos podem perecer mais rapidamente. Por isso, quando for comprar os alimentos para as festas, entre eles frutas, verduras e legumes, é bom verificar o seu estado geral. Evite alimentos que estiverem amassados, batidos e manchados. Cuidado também ao armazenar, já que o consumo de alimentos deteriorados ou mal conservados pode levar a intoxicações alimentares, estragando a sua festa.

5) Cuidado com aquela cervejinha a mais
Especialmente nas festas de fim de ano, bebidas alcoólicas são consumidas com maior frequência.  O problema é que além das bebidas alcoólicas serem calóricas, quando ingeridas em grandes quantidades, podem levar à desidratação, já que o álcool "retira" a água das células, agindo como um diurético. Uma dica para quem quer aproveitar as festas sem exageros é intercalar a bebida alcoólica com o consumo de água, ajudando o organismo a manter-se hidratado.

6) Divirta-se, mas sem descuidar da saúde!
“Nada melhor que aproveitar a vida. Com tantas comemorações, comidas e bebidas gostosas, fica muito difícil resistir. Devemos, sim, nos divertir e aproveitar esses eventos, mas o equilíbrio é fundamental para que 2018 comece como todos queremos: com o pé direito!”, afirma o médico.



quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Livro aborda processo de fermentação

Da Redação

O processo de fermentação de alimentos é tão antigo quanto a própria humanidade. Desde os trópicos até o Ártico, os alimentos fermentados são valorizados por fazer bem à saúde e por seus sabores complexos. Assim, Fermentação Selvagem (SESI-SP), de Sandor Ellix Katz, inspira as pessoas a usar a cozinha como verdadeiro laboratório e transformar, por meio deste processo, legumes em chucrute, leite em queijo e iogurte, cereais em pão e muito mais.

Os benefícios dos alimentos fermentados são explicados também no livro| Imagem: divulgação 
Nem todo mundo se imaginaria comendo um tofu fermentado cheio de vermes, muito apreciado em algumas regiões do Japão, ou bebendo uma cerveja de sorgo, cujo cheiro lembra o conteúdo do nosso estômago, mas que é consumida avidamente em algumas regiões da África. E poucos africanos ou asiáticos apreciariam os fedorentos pedaços de leite podre – chamados de queijo – tão agradáveis ao paladar ocidental. Esta obra é disponibilizada, portanto, a leitores famintos em se reconectar à verdadeira comida e à vida como um processo.

Esta edição de Fermentação Selvagem, revista e atualizada, traz uma nova geração de sabores e benefícios dos alimentos fermentados, além de conter receitas inéditas – como kvass de morango, cerveja africana de sorgo, panquecas de trigo-sarraceno e tempeh de soja. Todos os processos de fermentação são detalhadamente explicados e trazem dicas e curiosidades ao leitor, além do modo de preparo acompanhado por belas ilustrações.

Sobre o autor

Katz é um experimentalista autodidata, que mora no campo, no estado americano do Tennessee, e suas explorações no campo da fermentação têm raízes em seus interesses em culinária, nutrição e jardinagem. Este livro (publicado originalmente em 2003), ao lado de A Arte da Fermentação (2002) e das centenas de workshops que o autor conduziu ao redor do mundo, ajudou a consolidar o ressurgimento da arte na fermentação. Katz é ganhador do prêmio James Beard e autor na lista de best-sellers do The New York Times.



Quatro dicas para aumentar sua autoestima

*Por Luzia Costa

A autoestima é algo muito importante na vida de qualquer pessoa, pois é um sentimento que nós temos por nós mesmo. É preciso confiar em si próprio, gostar de nós e o principal: que a gente saiba respeitar nosso jeito. Por isso, separei algumas dicas pata te auxiliar nessa batalha. Confira abaixo:

Ser positivo e não se comparar com as demais pessoas favorece a autoestima  | Foto:  Shutterstock
Não se compare a ninguém
Um erro do ser humano é se comparar com o próximo, não é mesmo? Nos comparamos com o colega de trabalho, com a vizinha, com familiares, e sempre achamos que a "grama do vizinho é mais verde". O que está completamente errado e pode atrapalhar sua autoestima.
Então lembre-se, cada pessoa tem sua personalidade e suas peculiaridades. É importante que você se conheça e saiba seus próprios pontos positivos e negativos.

Tenha metas e planos
Para se sentir ativo e importante é muito importante ter autoconfiança. E nada melhor que você planejar, sonhar e ter metas na sua vida. Seja pessoal ou profissional. Elas ajudam demais na elevação da sua autoestima, você se sentirá muito mais confiante e útil.

Se conheça
É de extrema importância conhecer seus sentimentos, os altos e baixos, o que te alegra e o que pode te entristecer. Faça uma auto avaliação de si próprio e aceite seus sentimentos, aceite a sua personalidade, e claro, aceite as mudanças que são necessárias fazer. Afinal, ninguém é perfeito!

Seja positivo
Bom, aprender com os erros é uma forma de ser positivo. Pensamentos positivos, energia boa e sempre esperar o melhor e querer o melhor, te auxiliar a ter uma autoestima elevada. Trabalhe para que a negatividade não te afete, seja sobre situações ou até mesmo pessoas. Trabalhe para sempre ser positivo, ressalte os momentos bons, o que tirou de bom de cada situação. Isso te fará se sentir bem.

*Luzia Costa é CEO do Grupo Cetro e há mais de 10 anos atua no mercado de beleza e estética, criou duas redes de franquias: Sóbrancelhas e Beryllos. 


Pilates ajuda a reduzir fadiga crônica no puerpério

Da Redação

Atualmente, existem modalidades de atividades físicas voltadas, especialmente, para as mamães recentes. Uma delas é o Baby Pilates. Segundo a fisioterapeuta Walkíria Brunetti, especialista em Pilates e RPG, os exercícios do Pilates após o parto são específicos e diferentes daqueles realizados normalmente, pelas demais pessoas.

O Baby Pilates é uma atividade ideal para mães com filhos pequenos, pois os bebês  podem ser amamentados durante a aula | Foto: Freepik
“Além desse aspecto, é necessária uma maior individualização dos exercícios, assim como um ambiente adequado para que a mãe possa trazer o bebê. Assim, o Studio Pilates é a modalidade mais indicada para esse fim, especialmente com aulas particulares ou com, no máximo, com dois alunos”, comenta Walkíria.

A fisioterapeuta ressalta que o Baby Pilates é uma atividade ideal para as mães com filhos pequenos, pois os bebês pode ser amamentados durante a aula. “Outro benefício desta modalidade é que o bebê pode participar de alguns exercícios, contribuindo para fortalecer o vínculo entre a mãe e o bebê”, cita a especialista.

Atividade física é recomendada no pós-parto
A maioria das mulheres desconhece que praticar uma atividade física no pós-parto é recomendado pela Escola Americana de Obstetrícia e Ginecologia (ACOG). A atividade física no pós-parto tem vários benefícios, como a redução dos níveis de ansiedade e estresse. Ajuda ainda a prevenir o desenvolvimento da depressão pós-parto.

“Além disso, os exercícios do Pilates podem ajudam a fortalecer o assoalho pélvico e os músculos que sustentam a coluna, aspectos fundamentais para quem passou por uma gravidez”, cita Walkíria. Um estudo mostrou na primeira gravidez, quando o parto é normal, a mulher pode perder de 22 a 35% da força muscular pélvica.

“Essa perda pode levar à incontinência urinária, por exemplo. Além disso, muitas mulheres sofrem com dores nas costas na gravidez. Depois do parto, precisarão de um bom fortalecimento dos músculos que sustentam a coluna para cuidar do bebê”, comenta a fisioterapeuta.

Fadiga crônica afeta 70% das mulheres no puerpério
Uma outra pesquisa, publicada Singapore Medical Journal, mostrou que a fadiga crônica atinge 70% das mulheres no pós-parto. O estudo mostrou que mulheres que praticaram Pilates apresentaram uma redução significativa nos níveis de fadiga física e mental após o parto.

Uma outra queixa comum das mamães recentes é a privação do sono. Um estudo publicado no Journal of Bodywork and Movement Therapies, mostrou que a prática do Pilates no pós-parto melhora qualidade do sono no pós-parto, especialmente nas mamães de primeira viagem.

“Como vimos, o Baby Pilates é uma excelente maneira das mamães recentes retomarem uma atividade física. Além dos benefícios físicos e mentais, é um método que permite que a mãe traga o bebê, amamente durante a aula e ainda envolva o pequeno em alguns exercícios, fortalecendo a relação entre mãe e filho”, conclui Walkíria.



quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Dicas para economizar na compra do material escolar

Da Redação

Anualmente, os pais de estudantes se preocupam com a a compra do material escolar. Os preços sobem, as ofertas são inúmeras e as filas se multiplicam. Pensando nisso, a assistente de direção do Colégio Anglo 21, Carla Oliveira, separou algumas dicas para auxiliar na hora das compras. Confira a seguir:

Antes de ir às compras, confira o que pode ser reaproveitado do ano anterior | Imagem: Shutterstock
1. Foque em materiais básicos e duráveis
A dica mais importante consiste em saber o que procurar. O intuito é economizar, entretanto, não adianta comprar um produto exclusivamente porque seu preço está abaixo da média e precisar comprar o mesmo produto alguns meses ou até semanas depois.

A qualidade e o preço devem estar entrelaçados. "Investir no barato, sem uma durabilidade adequada não será uma economia, mas apenas uma preocupação futura", reforça Carla.

2. Fuja dos personagens
Pensando na durabilidade de cada item, cuidado com as estampas que escolhe. Muitas vezes, aquele personagem preferido do seu filho pode nem passar mais pela cabeça dele daqui alguns meses.

3. Converse com outros pais
Uma estratégia que vale muito a pena é conversar com outros pais, se organizarem e procurarem um bom atacado. Dessa forma, os produtos ficam com preços mais acessíveis.

4. Aprenda a reaproveitar
Antes de ir às compras, é importante conferir o que pode ser reaproveitado do ano anterior. "O ideal é que uma mochila, por exemplo, possa ser reaproveitada por muitos anos, assim como, tesouras, estojos e outros itens mais resistentes". Entretanto Carla alerta: "Não é bom reutilizar cadernos. Certos itens incentivam o aluno a estudar. Um caderno novo, por exemplo, pode fazer toda a diferença. Para não desperdiçar, os antigos podem ser utilizados como rascunhos ou para estudos em casa".

5. Faça uma lista específica antes de sair de casa - e não se afaste dela
Durante as compras, é possível que você se depare com materiais incríveis - mas que fogem totalmente do seu orçamento. Ter uma lista e segui-la irá poupar dúvidas desnecessárias e gastos imprevistos.

6. Pesquise
Nessa época, as lojas investem nesse setor e é possível encontrar diversas ofertas e promoções exclusivas. Entretanto, cuidado: nem todas valem a pena.

Logo, é importante fazer uma pesquisa de preços, produtos, lojas e promoções. E isso não é algo para ser feito apenas em dezembro ou janeiro, mas ao longo de todo o ano. Ter uma noção do preço dos produtos que precisa comprar, facilitará muito as compras.

7. Desapegue das marcas
Nada de escolher um produto mais caro apenas porque é de determinada marca. O foco aqui deve ser a qualidade dos produtos, não os logo e etiquetas que carregam. "É bom conhecer as marcas e saber suas preferidas, mas não se limite a elas".

8. Não depende apenas de você
Levar ou não os filhos no dia da compra? Alguns pais preferem manter os filhos fora dessa decisão. A chance de eles optarem por um produto apenas pela aparência existe e é alta.

Entretanto, para quem tiver interesse, essa pode ser uma ótima oportunidade para dar explicações sobre educação financeira aos filhos. Saber quanto custa cada produto e analisar as diferenças, benefícios e riscos de cada um contribui para que a criança ou o jovem valorize os itens do dia a dia.

E isso será benéfico não apenas na hora da compra, mas a longo prazo. Entendendo o valor de cada material, ele pode ter um cuidado maior com os objetos pessoais - o que aumenta a quantidade de produtos que poderão ser reaproveitados no ano seguinte e auxilia na economia das próximas compras.


Vamos juntos combater o câncer de pele?

*José Roberto Toshio Shibue

O combate ao câncer da pele é um movimento que precisa do apoio de muita gente, especialmente na disseminação das principais dicas para prevenir a doença. Um dos motivos da relevância do assunto são os dados registrados no Brasil. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), 30% de todos os tumores malignos do Brasil correspondem ao câncer da pele. Para o biênio 2018/2019, a estimativa é de 165.580 mil novos casos de câncer da pele não melanoma. Um dado novo desse período é que, em relação à última estimativa do Inca (2016/2017), a doença acometerá mais homens (85.170 mil) do que mulheres (80.410 mil).

"Se exponha, mas não se queime" é o slogan da campanha Dezembro Laranja deste ano | Imagem: reprodução
Este ano, o tema da campanha nacional de prevenção ao câncer de pele é "Se exponha, mas não se queime". A ação faz parte do movimento Dezembro Laranja, que começou em 2014 por iniciativa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), e tem o objetivo de divulgar as formas de prevenção com a adoção de medidas fotoprotetoras, e também orientar os pacientes a procurarem um médico especializado para diagnóstico e tratamento, quando necessário.

A iniciativa da SBD conta com o apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Médica Brasileira (AMB). Em 2018, o tema da campanha tem como meta atrair as pessoas ao fazer um trocadilho entre a exposição solar e a exposição nas redes sociais.

A primeira ação do movimento foi realizada no dia 1º de dezembro, quando cerca de quatro mil médicos dermatologistas e voluntários prestaram atendimento e esclareceram as pessoas quanto à importância de adotar medidas preventivas. As consultas foram realizadas gratuitamente em 132 postos de atendimento em diversos estados. Desde 1999, o mutirão já beneficiou mais de 594 mil brasileiros.

As recomendações da SBD incluem a adoção de medidas fotoprotetoras, como evitar os horários de maior incidência solar (das 10h às 16h); utilizar chapéus de abas largas, óculos de sol com proteção UV e roupas que cubram boa parte do corpo; procurar locais de sombra, bem como manter uma boa hidratação corporal. A sociedade médica também orienta para o uso diário de protetor solar com fator de proteção de no mínimo 30, que deve ser reaplicado a intervalos de duas a três horas, ou após longos períodos de imersão na água.

Convido você a compartilhar nas redes sociais uma foto vestindo uma peça de roupa laranja, publicando-a com a hashtag #dezembrolaranja. Participe!

E para saber mais informações sobre o #DezembroLaranja é só acessar: www.dezembrolaranja.com.br.

*José Roberto Toshio Shibue é médico especialista em dermatologia, cooperado da Unimed Curitiba.


Saiba lidar com a ansiedade de um novo ano

*Por Mario Louzã

Para muitos, a chegada de um novo ano representa esperança, prosperidade e expectativas positivas. É como se tivéssemos a chance de recomeçar. De fazer tudo diferente e melhor. Novas promessas, novos planos... E aí vem a ansiedade a todo vapor, especialmente para pessoas que já têm a propensão. O anseio por renovação, seja no lado pessoal ou profissional, pode desencadear a sensação de preocupação excessiva, desconforto e angústia.

“Querer dar conta de tantas coisas ao mesmo tempo é um chamariz para a ansiedade”, alerta o psiquiatra Louzã
Dependendo do grau de ansiedade, a mente não parar de martelar pensamentos ruins e negativos. Típico da pessoa extremamente insegura, que costuma pensar em muitas coisas ao mesmo tempo, sempre com um toque de pessimismo. E o que fazer para controlar essa inquietação, evitar o desgaste e tentar relaxar?

Uma das tendências da pessoa ansiosa é querer fazer várias atividades simultaneamente. Com isso, se "atropela" e não consegue finalizar nada, gerando mais agonia. Querer dar conta de tantas coisas ao mesmo tempo é um chamariz para a ansiedade. Evite marcar milhões de compromissos e foque naquilo que for prioridade. A mente e o corpo agradecem!

Outro ponto importante é a ingestão de bebida alcoólica. O álcool é um depressor do sistema nervoso central. Uma droga psicoativa que altera a percepção da pessoa, pois bloqueia a transmissão de mensagens dos receptores nervosos para o cérebro. Quando a pessoa bebe, se sente relaxada, pois sua percepção diminui. No entanto, o consumo regular reduz os níveis de serotonina no cérebro, um dos neurotransmissores responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar. Sendo assim, o álcool agrava a ansiedade e, principalmente, a depressão. Mesmo fazendo parte das celebrações de fim de ano, o ideal é evitar a bebida alcoólica. Ou, ao menos, não exagerar.

Uma boa (e simples) dica para diminuir a ansiedade é fazer, diariamente, algo que lhe proporcione prazer, alegria. Seja ouvir música, ler um livro, caminhar, meditar, assistir a um filme, praticar uma atividade física... Enfim, qualquer coisa que, de preferência, seja saudável e te faça bem!

Já a privação do sono, prejudicial para qualquer um, é ainda pior para os mais ansiosos. Dormir mal ou pouco pode causar sonolência excessiva diurna, mau humor, fadiga, falta de atenção, dificuldade para retenção de informações novas, queda de produtividade, entre outros. Portanto, mude sua rotina à noite. Comece a se deitar sempre no mesmo horário, se possível. Evite qualquer tipo de iluminação no quarto. Quando não há luz, a retina envia informações para uma região do cérebro, o hipotálamo, que manda uma mensagem até o epitálamo, fazendo com que a glândula pineal libere melatonina, um neuro-hormônio que faz parte do nosso ritmo biológico, promovendo o sono na ausência de luz. Outro exemplo é o barulho. Os ruídos ativam o sistema nervoso central e dificultam o indivíduo a entrar nos estágios iniciais do sono.

Já a alimentação deve ser mais leve à noite, para que a digestão, mais lenta neste horário, não prejudique o sono. Bebidas à base de cafeína e álcool são estimulantes, fazendo com que a pessoa tenha insônia ou uma noite mal dormida. Em tempo: por razões óbvias, apenas desconsidere as dicas sobre o sono nas noites de Natal e Réveillon! Divirta-se e "desencuca"!

*Mario Louzã é médico psiquiatra, doutor em Medicina pela Universidade de Würzburg, Alemanha, e Membro Filiado do Instituto de Psicanálise da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo.



Viagens longas podem provocar trombose e até embolia pulmonar

Da Redação

Estamos no período das férias e quem pretende viajar para um local distante, precisa tomar alguns cuidados (veja abaixo) para evitar riscos à saúde.  O cirurgião vascular e radiologista intervencionista, Airton Mota Moreira, da Clínica Carnevale Radiologia Intervencionista Ensino e Pesquisa (CRIEP) explica que quando se fica muito tempo em repouso, a circulação pode se tornar mais lenta e levar o sangue a formar coágulos principalmente nas veias das pernas, conhecida como trombose venosa profunda (TVP) ou como “síndrome do viajante”.

Se possível, caminhe um pouco a cada duas horas de viagem, orienta o cirurgião vascular Moreira 
Na maioria das vezes, o trombo se forma na panturrilha, mas pode também instalar-se nas coxas e até nos membros superiores. O sintoma mais comum é inchaço de panturrilha, acompanhado ou não de dor e calor local.

“Trombos iniciados nas veias das pernas podem se fragmentar e produzir êmbolos, que podem migrar, por meio do fluxo de sangue, para o pulmão e provocar o bloqueio da circulação com infarto (obstrução) dos tecidos. Isto é conhecido como embolia pulmonar e que exige diagnóstico e tratamento rápido”, ressalta o cirurgião.

Desta forma, após o diagnóstico de uma TVP é fundamental instituir o tratamento adequado para evitar a complicação mais grave e fatal que é a embolia pulmonar.

“Em alguns casos de trombose, procedimentos intervencionistas, como o implante do filtro de veia cava, podem ser necessários. Ele consiste em um dispositivo metálico semelhante a um ‘guarda-chuva’ que é introduzido na circulação por meio da punção da veia femoral (virilha) ou jugular (pescoço), sob anestesia local ou sedação. O objetivo deste material é evitar ou diminuir os riscos de embolia pulmonar, capturando trombos que eventualmente migrem para o pulmão a partir das pernas”, explica Moreira.

O cirurgião completa que quando a embolia pulmonar já está estabelecida, técnicas intervencionistas podem ainda ser utilizadas para salvar a vida, promovendo a limpeza dos vasos do pulmão (trombólise pulmonar), reestabelecendo a circulação local. Neste tratamento, são injetadas drogas para dissolver coágulos por meio de cateteres.

Com relação às viagens de avião prolongadas, o médico destaca as seguintes medidas que podem ajudar a prevenir a trombose das veias das pernas:

• Levantar-se e caminhar no corredor do avião a cada duas horas;
• Exercitar a perna, principalmente panturrilha (batata da perna);
• Dar preferência a cadeiras no corredor, onde é mais fácil se movimentar;
• Evitar tomar medicamentos para dormir, uma vez que podem impedir que você se levante e ande durante a viagem;
• Passageiros que já possuem alguma predisposição à doença, o ideal é realizar o uso de meias elásticas ou utilizar medicamentos anticoagulantes, mas sempre sob orientação médica.



terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Festival dedicado à cultura surf ocorrerá em janeiro em São Paulo

Da Redação

A praia dos paulistanos, Av. Paulista, receberá o maior festival de cultura surf do país: Festivalma. A 13ª edição do evento ocupará a sede do Centro Cultural Fiesp (Av. Paulista, 1.313) de 25 de janeiro e 3 de fevereiro com arte, música, cinema e uma programação completa sobre o tema Brasil do Surf. O público poderá acompanhar a tradicional Mostra Internacional de Arte e Cultura do Surf, o Festival Almasurf de Cinema e dois dias de shows musicais, com apresentações da Nomade Orquestra, Black Alien, Bixiga 70 e Cynthia Luz– tudo gratuitamente.

A 13ª edição do Festivalma será no Centro Cultural Fiesp | Fotos: divulgação
O idealizador do evento, Romeu Andreatta, explica que o evento tem como objetivo celebrar o surf brasileiro. “Temos dois campeões mundiais... Nosso mercado é hoje o maior mercado do mundo e nossa cultura influencia todo planeta", comenta.

Apesar do concreto, São Paulo é a cidade sem praia com o maior número de surfistas do planeta e para contagiar os pedestres da principal avenida da cidade, a fachada da Fiesp receberá intervenções durante todo o evento. Dentre as principais atrações, está a Mostra Internacional de Arte e Cultura Surf, que ocupará  diferentes espaços da área térrea do prédio da Fiesp, com obras e fotografias de diversos artistas.

E para conhecer um pouco mais sobre o tema, mais de 100 pranchas de surf de diversos períodos estarão expostas para ajudar a contar um pouco desse esporte que influencia 30 milhões de pessoas de Norte a Sul do País, além de movimentar um mercado de aproximadamente R$ 10 bilhões. Para se aprofundar no assunto, o Festivalma disponibiliza a maior biblioteca do surf do país, com 750 volumes para consulta pública.

Festival Almasurf de Cinema 
Novidade na programação, o Festival Almasurf de Cinema foi idealizado para prestigiar o audiovisual produzidos pelos diretores, cinegrafistas e editores brasileiros nos últimos anos. Serão escolhidos nove vídeos para serem exibidos na entrada do Centro Cultural.

A decisão será realizada com o apoio do documentarista Rosaldo Cavalcanti e um grupo de jurados escolhidos pelo festival. O público também poderá escolher o seu preferido, por meio de uma plataforma de votação online e todos os trabalhos selecionados receberão uma premiação de R$ 500, exceto o primeiro colocado que levará para casa R$ 2,500.

Shows 
Já a programação musical de 25 de janeiro (sexta) terá no Palco Paulista: às 13h, Nômade Orquestra e, na sequência, 16h, Black Alien. No dia 27 (domingo), sobem ao palco às 13h, Bixiga 70 e, 16h, Cynthia Luz.


Longa-metragem sobre a vida de Silvio Santos começará a ser filmado em janeiro

Da Redação

As produtoras Moonshot Pictures, Maristela Filmes, FJ PRODUCTIONS e Ricardo Scalamandré se uniram para produzir um longa sobre a história do comunicador Silvio Santos, que começará a ser filmado em janeiro de 2019.

Rodrigo Faro interpretará Silvio Santos no filme | Foto: reprodução 
Com roteiro de Newton Cannito e Anderson Almeida, o longa terá como fio condutor a conversa de Sílvio Santos com o rapaz que o sequestrou em 2001, onde o apresentador relembra sua vida desde que começou a trabalhar como camelô.

O ator Rodrigo Faro terá o desafio de mostrar a determinação, poder de persuasão e carisma do comunicador mais importante do país. O filme acompanha as histórias do menino que aos 14 anos começou a trabalhar como camelô; do rapaz que descobriu rapidamente a vocação comercial; do homem que no rádio fez sua escola como apresentador, cresceu como empresário e ganhou espaço na televisão.

A direção é de Maurício Eça (Carrossel 1 e 2) e a distribuição, da Imagem Filmes. 


Lesões podem ser sinal de câncer de pele

Da Redação

Os cânceres de pele são os mais incidentes no Brasil, representando cerca de 30% de todos os casos da doença – um número que chega a 180 mil novos casos por ano, segundo dados do  Instituto Nacional de Câncer (INCA). O melanoma corresponde a 3% deste total, mas apesar de ser um dos tipos de tumores que afetam o órgão com menor prevalência entre a população, é considerado o mais grave e com grande potencial metastático. Entretanto, a chance de cura é de mais de 90%, se houver diagnóstico precoce.

O protetor solar deve ser usado diariamente, para prevenir a doença | Foto: Freepik 
Esse tipo de tumor surge por conta do crescimento anormal dos chamados melanócitos, células que produzem a melanina, dando cor e pigmentação à pele. Pessoas de pele clara, cabelos claros e sardas são mais propensas a desenvolver o câncer de pele. A idade é um fator que também deve ser considerado, pois quanto mais tempo de exposição da pele ao sol, mais envelhecida ela fica. Evitar a exposição excessiva e constante aos raios solares sem a proteção adequada é a melhor medida – e isso vale desde a infância. Vale lembrar que, mesmo áreas não expostas diretamente ao sol e menos visíveis – como o couro cabeludo - podem apresentar manchas suspeitas.

De acordo com o oncologista e especialista em genética do Centro Paulista de Oncologia (CPO), Bernardo Garicochea, é importante a avaliação frequente de um dermatologista para acompanhamento das lesões cutâneas. "As alterações a serem avaliadas como suspeitas são o que qualificamos como 'ABCD'- Assimetria, Bordas irregulares, Cor e Diâmetro. A análise da mudança nas características destas lesões é de extrema importância para um diagnóstico precoce".

Além dos cuidados gerais indicados à toda a população quando o assunto é câncer de pele, o que inclui o uso do protetor solar e atenção ao período de exposição solar prolongada, pessoas com propensão a desenvolver o melanoma devem estar constantemente mais atentas, pois ele pode surgir em áreas difíceis de serem visualizadas.

 "Uma lesão aparentemente inocente pode ser suspeita aos olhos do médico. Métodos diagnósticos auxiliares, como biópsia e dermatoscopia (espécie de microscópio que aumenta a imagem da pele em 10 a 70 vezes e permite a visualização das estruturas cutâneas sem nenhum corte ou desconforto), podem ser indicados. Além disso, pacientes que já tiveram um tumor de pele diagnosticado estão sob maior risco de apresentar uma recidiva, e devem ser submetidos a exames dermatológicos periódicos", explica o oncologista.

Novos tratamentos dobram chances de cura
O melanoma é o tipo de câncer que apresenta o maior número de mutações genéticas no DNA do tumor. Essas mutações podem confundir o sistema imunológico do paciente e dificultar a ação de terapias tradicionais. Por isso, a imunoterapia é uma das grandes aliadas no tratamento da doença.
"A Imunoterapia é o tratamento que promove a estimulação do sistema imunológico por meio do uso de substâncias modificadoras da resposta biológica. Em resumo, trata-se de um grupo de drogas que, ao invés de mirar o câncer, ajuda as nossas defesas a detectá-lo e agredi-lo", afirma Garicochea.

De acordo com ele, 3% dos melanomas são hereditários. Ele indica alguns pontos de atenção que podem indicar propensão à doença:

• Pessoas que possuem uma grande quantidade de pintas escuras espalhadas pelo corpo;
• Incidência de melanoma em algum parente muito jovem (menos de 35 anos);
• Mais de dois casos de melanoma na família (em qualquer idade).

Nesses casos, há um teste genético capaz de identificar se há predisposição genética ao melanoma. O teste coleta uma amostra de saliva ou sangue para detectar a presença de genes ligados à doença. Já para quem não conta com um histórico ou indicação que justifique a realização do exame específico de análise do DNA, o médico recomenda que, em especial para áreas em que há mais dificuldade de visualização, seja solicitado a um familiar ou conhecido um apoio para a avaliação dos sinais existentes no corpo.

 "Muitas das pintas suspeitas surgem nas costas e pescoço, lugares de difícil visualização. É muito importante também estar atento a manchas que surjam sob as unhas, na palma das mãos e planta dos pés", finaliza Garicochea.


segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Carrapato pode transmitir diversas doenças aos cães

Da Redação

Os animais hematófagos (que se alimentam de sangue) são conhecidos por causar diversas doenças no ser humano. E, infelizmente, os pets não estão imunes a estes problemas. Esses artrópodes, como o carrapato, por exemplo, são parasitas externos que se alojam na pele dos animais de estimação e se alimentam de seu sangue. A transmissão de enfermidades se dá, normalmente, no momento da picada, quando bactérias ou protozoários são inoculados na corrente sanguínea do cachorro.

Os sintomas das doenças são variados, vão desde vômito a sangue na urina | Foto: Freepik
A aplicação de produtos específicos é a melhor medida preventiva contra os carrapatos. No entanto, nem sempre isso é o bastante para evitar a proliferação deles, o veterinário Cauê Toscano do Vet Quality Centro Veterinário 24h.

Por isso, é necessário evitar passeios em lugares com muita sujeira, grama alta ou muitas folhas no chão e sempre fazer uma inspeção no pet, após ele visitar algum desses locais. O carrapato pode transmitir diversas doenças aos cães, são elas:

Doença de Lyme
Também chamada de borreliose canina, é uma doença que acomete tanto os pets quanto os seres humanos. A transmissão, em ambos os casos, se dá pela picada de carrapatos do gênero Ixodes.
Os principais sintomas da doença de Lyme são:

• dores nas articulações;
• desânimo e depressão;
• alterações no comportamento (deixar de subir em móveis, por exemplo);
• febre;
• vômito;
• falta de apetite.

O diagnóstico é feito por meio de exames de sangue que detectam a bactéria causadora do problema. Por conta disso, o tratamento é feito com o uso de antibióticos e anti-inflamatórios, além de analgésicos para aliviar a dor.

Febre maculosa
Assim como acontece com a doença de Lyme, a febre maculosa atinge animais e seres humanos. Vale lembrar que em nenhum dos casos o problema é transmitido diretamente dos cães para as pessoas, mas sim pela picada do carrapato. Os sintomas da febre maculosa são:

• depressão;
• falta de apetite;
• sangue na urina;
• sangramentos atípicos — pelo nariz, por exemplo;
• arritmia;
• manchas arroxeadas na pele;
• perda da coordenação motora;
• inchaço nos membros;
• febre.

O diagnóstico é feito por meio de exames de sangue, e o tratamento requer, muitas vezes, a internação para administração de fluidos e antibióticos por via intravenosa. Em alguns casos, a transfusão sanguínea é recomendada.

Babesiose
Causada por um protozoário, essa doença é conhecida como "doença do carrapato". O parasita invade os glóbulos vermelhos do cão, destruindo-os e causando uma anemia severa. Os principais sintomas da babesiose incluem:

• apatia;
• falta de apetite;
• diarreia;
• febre;
• pneumonia;
• mucosas pálidas;
• mucosas amareladas;
• desequilíbrio;
• aumento do baço.

Bastante perigosa e potencialmente fatal, a babesiose requer atendimento médico urgente. O diagnóstico é feito através de exames específicos e o tratamento envolve medicações para destruir o agente causador, além da aplicação de fluidos e, por vezes, a transfusão sanguínea.

Erliquiose
A erliquiose (ou erlichiose), outra ‘’doença do carrapato’’, é causada por uma bactéria. Ao contrário da babesiose, as células destruídas nesse caso são os glóbulos brancos, responsáveis pela defesa do organismo. Os sintomas da erliquiose são:

• febre;
•  perda de peso;
• perda de apetite;
• sangramentos (pelo nariz, pela urina e fezes etc);
• secreção ocular;
• desidratação;
• diarreia;
• depressão.

O tratamento é longo (mais de 21 dias) e envolve o uso de antibióticos. A hidratação e a utilização de medicamentos auxiliam na atenuação dos sintomas e do desconforto do animal.

A prevenção é a melhor medida para evitar as doenças. Além disso, prestar muita atenção aos sintomas e levar o pet ao veterinário com frequência faz toda a diferença, aumentando as chances de cura de animal.


Programação do Masp em 2019 é dedicada às histórias de mulheres

Da Redação

O tema “Histórias das mulheres, histórias feministas” será pauta do programa de exposições do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp), em 2019. Já estão confirmadas seis monográficas de artistas mulheres, além de uma grande mostra coletiva que levará o título do eixo temático. A exposição se integra à série de mostras e seminários elaborados, nos últimos anos, em torno da noção de histórias, que abarcam narrativas reais, fictícias, relatos pessoais e históricos, apresentadas de maneira mais aberta e plural.

Djanira da Motta e Silva, obra Vendedora de flores, 1947 | Foto: Eduardo Ortega
As mulheres sempre experimentaram uma realidade distinta da vivida pelos homens no que tange a direitos civis e papéis sociais. Ao longo da história, a diferença de gênero teve momentos dramáticos, como no século 19, em que teorias de suposta base científica foram forjadas para explicar e justificar a dominação masculina. O sociólogo positivista francês Auguste Comte, por exemplo, procurou naturalizar a desigualdade em sua teoria da ordem espontânea da sociedade humana, de 1839. Já que as mulheres eram vistas como naturalmente incapazes de entender e raciocinar, não seriam, portanto, capazes de produzir algo tão complexo como a arte.

Muitos esforços têm sido empreendidos desde o final do século 19 para afirmar a importância das mulheres artistas e de suas obras, como a fundação, em Paris, da Union des femmes peintres et sculpteurs (União das mulheres pintoras e escultoras) em 1881 e, mais recentemente, o surgimento do movimento #MeToo, contra o assédio sexual, em Hollywood.

A programação do MASP em 2019 se une a essa rede de esforços que questionam os valores de gênero dentro da história da arte e celebram as histórias e os trabalhos de mulheres que, de modo deliberado ou não, foram ignoradas ao longo dos séculos. Para aprofundar as pesquisas que embasam o programa de 2019, o MASP organizará dois seminários em 2019: “Histórias das mulheres, histórias feministas”, em fevereiro, e “Histórias feministas, mulheres radicais”, em novembro, numa parceria com a Pinacoteca do Estado de São Paulo. Dos seminários, sairá parte do conteúdo do catálogo e da antologia que serão lançados com a exposição coletiva.

As monográficas de Djanira da Motta e Silva, Tarsila do Amaral e Lina Bo Bardi estão previstas para o primeiro semestre, e a coletiva Histórias das mulheres, histórias feministas, e as mostras de Gego, Leonor Antunes e Anna Bella Geiger, para o segundo. O ciclo em torno das histórias das mulheres e histórias feministas terá, além das exposições, palestras, oficinas, filmes, seminários e outras atividades. A programação pode ser acompanhada no site do Masp. 



Professor lança obra de ficção em São Paulo

Da Redação

O professor Bruno Guimarães lança seu primeiro livro de ficção, intitulado "À Beira do Abismo" (Editora Viseu, 240 páginas), nesta quinta-feira (19). O lançamento será no Erre Jota Gastrobar (Rua Costa Aguiar, 1,431, Ipiranga), em São Paulo, a partir das 19h.

Para escrever a obra, autor fez pesquisa no campo da psicologia e psiquiatria | Imagem: divulgação 
A ideia do livro surgiu há alguns anos, enquanto ele morava em uma minúscula aldeia no interior de Portugal. Guimarães pela primeira vez rascunhou um texto e acreditou no potencial. Após seu regresso ao Brasil, a história de ficção começou a ser escrita em São Paulo. Ao ler alguns contos de H.P. Lovecraft, o autor se inspirou na linha suspense, para criar algo que invocasse angustia no leitor.

O livro conta a história de um estudante pesquisador que fará intercâmbio de projeto na Universidade de Liv, Ucrânia. Ao deixar de receber notícias e perder totalmente a comunicação, seu irmão, que ficou no Brasil, não medirá esforços para descobrir o ocorrido e encontrá-lo novamente.

Para escrever "À Beira do Abismo", o autor fez uma pesquisa detalhada no campo da psicologia e psiquiatria, a fim de caracterizar da maneira mais verossímil algumas das condições mentais dos personagens. A pesquisa se estendeu para o local onde desenvolve a história – Lviv, Ucrânia.

Guimarães já atuou em produção e direção de cinema, hoje leciona para o ensino fundamental em São Paulo.


sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Brasileiros querem mais emagrecer do que conquistar a felicidade, aponta levantamento

Da Redação

A SEMrush, líder global de marketing digital, realizou um levantamento que aponta o que os brasileiros buscam para começar 2019 com o pé direito. Emagrecer foi a campeã de buscas, com a média de 112 mil pesquisas, em novembro, o segundo lugar ficou para viajar, posicionado com 34 mil buscas. E a célebre frase que envolve felicidade "ser feliz" alcançou a média 23 mil buscas.

Em novembro, no Brasil, houve 112 mil pesquisas na internet sobre o tema emagrecer | Foto: Freepik 
Já "parar de fumar" ocupou o quarto lugar, demonstrando o anseio para acabar com esse hábito que traz diversos males à saúde dos praticantes. Provavelmente esse desejo estará na lista de milhares de brasileiros, já que foram em torno de 14 mil pesquisas realizadas.

A superstição e apostas não poderiam deixar de existir, então "ganhar na mega sena" foi a sexta colocada, desejo expresso por aqueles que precisam de uma (ou muita) grana extra para realizarem outras vontades materiais. Logo atrás, "ficar rico" representou outro anseio revelado pelos brasileiros, com 2.700 buscas no mês de novembro.

Na mesma medida que os brasileiros querem ganhar mais dinheiro, também tem a preocupação de não perder o que já possuem. Por isso, "guardar dinheiro" foi o sétimo colocado da lista de desejos. Afinal, em tempo de instabilidade, é necessário manter tudo organizado e sem desperdício. Foram 2.500 buscas em média para aprenderem novas táticas de como guardar dinheiro.




Adolescente com câncer ganha festa de debutante de voluntários

Da Redação

Com a ajuda e apoio de vários parceiros, a Associação Projeto Crescer do ABC, administradora da Casa Ronald McDonald ABC por meio do Rotary Club Santo André, promoveu na última terça-feira (11), uma festa de debutante para a hóspede Erisvania da Costa Moreira, no Buffet Levados da Breka, em São Caetano do Sul. O cantor Rodrigo dos Santos, mais conhecido como Jerry Smith, marcou presença no evento, além de amigos e voluntários da instituição.

Jerry Smith e a aniversariante Erisvania | Foto: Luciana Ponteli /MP
De acordo com Erisvania, a festa foi uma grande surpresa, um verdadeiro sonho. "Hoje sinto-me como uma princesa, muito feliz. Jamais imaginei ganhar uma festa desse tamanho", revelou.

A jovem veio de Piauí para tratar um osteossarcoma (câncer no osso) e está hospedada na Casa Ronald ABC desde agosto de 2017.


Banda Rastapé faz show gratuito nesta segunda-feira em São Caetano do Sul

Da Redação

Nesta segunda-feira (17), o forró pé de serra ditará o ritmo do lançamento da Entoada Nordestina 2019, no Espaço Verde Chico Mendes (Avenida Fernando Simonsen, 566, Bairro Cerâmica), em São Caetano do Sul. A grande atração da noite será o show da banda Rastapé, a partir das 20h30. A entrada é gratuita.

Banda Rastapé sobe ao palco às 20h30 | Foto: divulgação 
As atividades terão início às 17h, com a discotecagem de Alexandre Miguel dos Reis, o "DJ Alê SKT", do projeto "Forró do Chico Mendes – Nossa História". O cerimonial que oficializa o lançamento da Entoada Nordestina será às 20h. Em seguida, a banda Rastapé sobe ao palco, trazendo ao público os grandes sucessos do grupo de forró universitário.

Novo formato
Com realização da Prefeitura de São Caetano do Sul, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), os festejos da Entoada Nordestina acontecerão entre os dias 22 e 24 de março, de acordo com o secretário de Cultura (Secult), João Manoel da Costa Neto. "A comissão organizadora reposicionou a festividade no calendário de eventos do município vinculando a Entoada Nordestina ao dia de São José (19/03), padroeiro do Estado do Ceará, e ao dia em que é celebrado o nascimento de Padre Cícero, o 'Padim Ciço' (24/03)", explica o secretário.

Segundo o titular da Secult, a festa também foi reformatada com o propósito de manter viva a memória da cultura tradicional nordestina, em um verdadeiro resgate às raízes da população formada por nordestinos e seus descendentes que vivem na cidade, que hoje supera 40% dos moradores de São Caetano do Sul.

Rastapé
Além de hits como "Colo de Menina", "Beijo Roubado" e "Um Anjo do Céu", a banda traz no repertório clássicos de grandes nomes do forró, como Dominguinhos, Mestre Sivuca, Alceu Valença, Luiz Gonzaga e Zé Ramalho.

O vocalista do Rastapé, Jorge Filho, comenta a participação na festa. "É uma honra para nós participar do lançamento de um evento tão tradicional na cidade, como é a Entoada. É uma festa que acolhe as pessoas que apreciam não somente a cultura nordestina, mas a de seu País como um todo. Para quem não é nordestino, é uma ótima oportunidade para aprender um pouco sobre a nossa cultura”.

Com mais de 20 milhões de visualizações no Youtube, recentemente, o grupo lançou um EP com quatro faixas, duas em parceria com Tato Cruz (Falamansa), que também assina a produção.

Forró no Chico 
O "Forró do Chico Mendes – Nossa História" é um projeto sociocultural cujo objetivo é fomentar e difundir o forró pé de serra. O "DJ Alê SKT" (Alexandre Miguel dos Reis) fará a abertura das atividades no parque com uma discotecagem especialmente selecionada para a ocasião. "Em nossos eventos, o forró dá o tom na festa. Somos influenciados por Luiz Gonzaga e por outros nomes importantes da cultura nordestina, como Dominguinhos e Jackson do Pandeiro. Nosso propósito está em promover a experiência cultural, carregada de socialização, civilidade, qualidade de vida, saúde física e mental", comenta o DJ Alê.




quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Plantas tóxicas para animais: cuidados e tratamentos

Da Redação

Os pets têm costume de recorrer à natureza para aliviar alguns incômodos, como dor de estômago ou coçar dentes que estão nascendo, ou até para se livrar do tédio. Entretanto, algumas plantas aparentemente inofensivas podem provocar reações alérgicas, envenenamento ou mesmo ferimentos ao serem ingeridas pelos bichinhos, afirma a veterinária Lívia Romeiro do Vet Quality Centro Veterinário 24h.

Primeiramente, é importante entender que a digestão dos pets é diferente de uma pessoa. As enzimas necessárias para dissolver os alimentos que chegam ao estômago são bem mais ácidas, uma vez que os animais praticamente não mastigam, mas apenas “trituram” a comida.

Por causa dessa potência do sistema digestivo, qualquer substância tóxica ingerida pelo pet pode ser absorvida de maneira bem mais acelerada, prejudicando órgãos como estômago, intestino, fígado e até o pâncreas.

Plantas tóxicas para animais
Antúrio
Todas as partes do antúrio possuem oxalato de cálcio, oferecendo riscos à saúde dos animais. Se ingerida, pode causar diarreia, vômitos, asfixia, salivação, inchaço da boca e garganta e edema de glote (reação alérgica que deve ser tratada com adrenalina).

Azaleia
Essa planta tem substâncias que podem causar problemas cardíacos e digestivos nos pets. Falta de apetite, alteração da frequência cardíaca, dor abdominal, perda de coordenação motora, diarreia persistente ou com sangue, enjoo, vômito, desânimo e convulsões são os sintomas mais comuns.

Babosa
A seiva (líquido branco) da babosa é tóxica para os pets e pode causar irritação nas mucosas e pele. Os sintomas são vômitos, anorexia, depressão, tremores, diarreia e mudança na cor da urina.

Comigo-ninguém-pode
As substâncias contidas nessa planta, como o oxalato de cálcio, a tornam tóxica por completo. Os animais que a ingerirem podem apresentar reações como irritação oral e ocular, dificuldades na respiração, irritação das mucosas, alterações neurológicas e da função renal.

Copo-de-leite
O copo-de-leite possui o mesmo princípio ativo do antúrio e comigo-ninguém-pode. Além dos sintomas parecidos, também podem ser notadas inflamações na boca e garganta, edema de lábio e língua e náuseas. Quando em contato com os olhos, gera fotofobia e lacrimejamento.

Espada-de-são-jorge
A espada-de-são-jorge produz substâncias saponinas esteroidais e glicosídeos pregnâncios, altamente tóxicas para animais e para humanos. Os sintomas são irritação da mucosa, dificuldades de respiração e movimentação e salivação intensa.

Hortênsia
Todas as partes da hortênsia, do caule às flores, são perigosas para seu animal. Os pets que a comerem podem apresentar boca arroxeada, dor abdominal, convulsões, letargia, flacidez muscular, vômitos e coma.

Lírio
Quando o animal apresenta irritação oral e ocular, coceira nas mucosas ou pele, dificuldades para respirar e engolir, alterações nas funções renais e neurológicas, pode ser que ele tenha ingerido lírios.

O que fazer caso o pet coma uma planta tóxica?

Se o seu animal exibir algum dos sintomas de intoxicação mostrados acima, é imprescindível que você o leve imediatamente a um veterinário. Lembre-se de levar com uma amostra ou foto da planta ingerida.

Nessa hora, os primeiros socorros são bastante úteis, mas evite as “receitas caseiras”, como dar leite ao animal intoxicado. Além disso, não tente induzir o vômito, pois o pet pode acabar aspirando o conteúdo expelido e até desenvolver uma pneumonia, agravando o quadro clínico.

Para cuidar melhor da saúde e bem-estar dos cães e gatos, é preciso se certificar de que a casa onde ele irá viver está segura e preparada, livre de plantas tóxicas. Caso o tutor já tenha algumas dessas espécies e não queira se desfazer delas, manter os vasos longe do alcance do pet e ensiná-lo desde cedo a não comer as plantas.


Editora Leader lança livro sobre as mulheres do marketing no Brasil

Da Redação

A Livraria Cultura do Shopping Iguatemi, em São Paulo/SP, sediou nesta última quarta-feira (12) o lançamento do livro Mulheres do Marketing, publicado pela Editora Leader, especialista em obras coletivas no Brasil.

Livro reúne 39 cases | Imagem: reprodução 
O trabalho reúne relatos de 39 mulheres vitoriosas, que investiram no próprio desenvolvimento profissional e se tornaram profissionais de destaque no mercado, ao descobrirem afinidade com a área de Marketing e sua capacidade de criação e inovação.

Essas mulheres atuam em empresas de grande porte e multinacionais, como Avon, Coca-Cola, Disney Brasil, Globosat, Marisa, Nestlé, Samsung, Johnson & Johnson, Visa, entre outras.

Elaine Póvoas, diretora de Marketing e Alianças da Service IT, integradora de soluções e serviços de TI, é coautora do livro e traz sua bagagem e experiência na área de Marketing e Gestão, para inspirar pessoas e dar mais eloquência à narrativa.

"É um dos momentos mais importantes da minha vida, tanto profissional, quanto pessoal, e fazer parte desse projeto pioneiro no Brasil é um grande privilégio. Trata-se de uma obra que compartilha aprendizados e realizações. Desejo que alguma, das muitas reflexões, possa inspirar os leitores para uma vida mais feliz", comenta Elaine.

As trajetórias de empreendedorismo dessas mulheres, ensinamentos e essenciais e estratégias de administração estão presentes na publicação, tornando possível ao leitor conhecer a fundo como funciona o marketing nas corporações. O livro traz também experiências de vida pessoal, com foco no equilíbrio com o trabalho, para o desempenho dos papéis que escolheram. Com esse livro, a Leader recebeu destaque no Ranking Brasil, sistema brasileiro de homologação de recordes, pelo número de executivas reunidas.

As profissionais de marketing têm conquistado cada vez mais espaço no mercado de trabalho, destacando-se em empresas de todos os portes. "Fundamental manter-se atualizada e preparada para as constantes transformações do mercado e a sua inquietação fará com que crie estratégias vencedoras para sua empresa", ressalta Elaine.

Mulheres do Marketing é um verdadeiro resumo de cases de cada uma das convidadas e tem como finalidade contribuir para o registro biográfico do marketing no Brasil. O livro foi apadrinhado pela Associação Brasileira de Anunciantes (ABA) e tem sua presidente executiva, Sandra Martinelli, entre as coautoras convidadas.



Einstein lança ensino médio integrado aos cursos técnicos na área de saúde

Da Redação

A Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein inaugura, em 2019, as primeiras turmas do ensino médio integrado à formação técnica. Serão dois cursos, já com início no primeiro semestre do próximo ano: Técnico em Administração em Saúde e Técnico em Enfermagem. A proposta é entregar simultaneamente uma excelente formação de ensino médio e uma formação técnica completa para quem quer entrar logo no mercado de trabalho, de acordo com o presidente do Einstein, Sidney Klajner.

Aulas serão ministradas na Avenida Paulista,  2064 (2º, 3º e 4º pavimento) | Foto: reprodução
“Tecnicamente, esse profissional estará mais preparado para entrar em um mercado que exige uma adaptação às novas tendências socioculturais, como o trabalho em equipe, e ao uso da tecnologia no dia-a-dia de trabalho. Nosso compromisso é de difundir conhecimento de saúde com base nos princípios do Einstein, que são a excelência, inovação e humanização”, afirma Klajner.

Projeto pedagógico
O projeto pedagógico tem como objetivo contribuir com uma formação técnica qualificada, além de desenvolver práticas como empatia, ética, liderança, confiança, criatividade, responsabilidade e autonomia.

Os cursos possuem estágio a partir do segundo ano, o que ajudará a criar uma relação multidisciplinar com os conteúdos aprendidos em sala.  Os estágios acontecerão em cenários públicos e privados. Dessa forma, os alunos poderão colocar os conhecimentos em prática tanto no Hospital Israelita Albert Einstein, quanto no Hospital Municipal Vila Santa Catarina Dr. Gilson de C. Marques de Carvalho, gerido e operado pelo Einstein.

A matriz curricular integra as aulas da base nacional comum curricular do Ensino Médio (Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Humanas, Arte, Educação Física, Ciências da Natureza) com as técnicas. Em três dias da semana, as aulas serão em período integral; das 7h15 às 17h50. Assim, serão completadas 1.400 horas por ano.

Infraestrutura
Localizada na Avenida Paulista,  2064 (2º, 3º e 4º pavimento), a unidade de ensino oferece salas de aula com recursos audiovisuais e uma arquitetura que incentiva a interação entre professores e estudantes. Três laboratórios integram o espaço: informática, enfermagem e de imagem.




Especialista fala sobre a importância de desenvolver habilidades nos relacionamentos interpessoais

Redação Podemos definir relacionamento interpessoal como a ligação, conexão ou vínculo entre duas pessoas, ou mais pessoas, dentro de um d...