terça-feira, 23 de julho de 2019

Especialista fala sobre a importância de desenvolver habilidades nos relacionamentos interpessoais

Redação

Podemos definir relacionamento interpessoal como a ligação, conexão ou vínculo entre duas pessoas, ou mais pessoas, dentro de um determinado contexto. Este, por sua vez, pode ser o ambiente de trabalho, familiar, social, religioso, amoroso ou educacional, por exemplo. O relacionamento interpessoal sempre muda, tudo depende do contexto em que ele está inserido. Assim, a sócia-diretora da Posiciona Educação & Desenvolvimento, Carolina Manciola, dá dicas de habilidades interpessoal.

 O respeito ao próximo é a base de todo relacionamento interpessoal, comenta a especialista Carolina Manciola | Imagem: reprodução
Isso significa que o seu modo de se relacionar no ambiente de trabalho não será igual em seu relacionamento familiar, do mesmo modo que você terá comportamentos diferentes, se estiver no meio de uma comunidade de "apenas conhecidos" ao invés de estar entre amigos mais íntimos.

"Como seres sociais, todos nós desenvolvemos algumas habilidades interpessoais desde o início da vida. No entanto, por interferência da cultura, educação e do ambiente de maneira geral, algumas dessas habilidades acabam ficando escondidas no nosso subconsciente. Colocar as que já temos em prática e aprender as demais que precisamos são as partes que requerem esforço. Mas, é um esforço que vale a pena, considerando que, na vida, assim como no trabalho, temos que nos relacionar bem com as pessoas para conseguir melhores resultados", comenta Carolina.


Autoconhecimento
Nos relacionamos com as pessoas da mesma forma com que nos relacionamos com nós mesmos. Se temos dificuldades em nos aceitar, perdoar, reconhecer nossos talentos e entender a nós mesmos, certamente teremos todas essas dificuldades com as pessoas que convivemos. Por isso, o autoconhecimento é o principal caminho para ter bons relacionamentos interpessoais.

Entenda suas emoções: cada emoção traz uma reação diferente e, se você é capaz de entendê-las, elas não são capazes de dominar sua vida. Quando você entende como cada emoção age em sua vida, você também se torna capaz de entender as emoções dos outros.

Descubra seus pontos fortes e pontos fracos: reconhecendo que você é bom em muitas coisas e falho em muitas outras. Quando você se aceita, é capaz de aceitar o outro.

Perdoe-se quando errar: seja menos crítico e entenda que você é um ser humano, e todo ser humano comete erros. Quando você é capaz de lidar com seus erros, consegue lidar com os erros das pessoas.

Entenda quais são suas necessidades nas relações: ser reconhecido, ser amado, ter atenção, ser ouvido, se expressar, ser apoiado e/ou motivado. Quando você reconhece suas necessidades, consegue reconhecer o que as pessoas querem e esperam de você.

Ame-se: essa é a regra básica para se relacionar com qualquer pessoa. O amor começa dentro. Se você não é capaz de se amar, não conseguirá transmitir esse sentimento para outra pessoa.

Aceite as diferenças: as pessoas são diferentes, têm necessidades, pensamentos e sonhos diferentes. Não existe certo e errado nas relações, e o que pode ser bom para você, pode não ser para o outro.

Habilidades interpessoais no trabalho
Dentre todos os tipos de relação, as profissionais são as mais delicadas. Isso porque, diferentemente das outras, não podemos escolher quem serão nossos colegas de trabalho, chefes, equipe e clientes. Criar bons relacionamentos profissionais é muito importante para a construção da carreira, já que problemas de relacionamento interferem na produtividade, na qualidade de vida no trabalho e na motivação. Algumas das habilidades interpessoais mais importantes para se ter no ambiente de trabalho são:

Comunicação verbal: o primeiro passo é falar sem pressa e com consideração, validando as opiniões do outro em relação às suas colocações.

Comunicação não-verbal: a linguagem corporal pode falar mais que as palavras em si. Expressões faciais, contato visual, postura, voz e gestos são alguns exemplos de comunicação não-verbal capazes de revelar as suas verdadeiras intenções, sejam elas boas ou ruins.

Ouvir: se alguém fala, os outros precisam ouvir. O ciclo da comunicação não se completa enquanto o ouvinte não decifra a mensagem.

Cordialidade: a cordialidade é algo que não pode faltar no trato com outras pessoas, ainda mais considerando um contexto de equipe.

Respeite a diversidade: assim como nós, cada pessoa tem sua origem e sua história, que merece ser sempre honrada e respeitada. Devemos sempre buscar evoluir como seres humanos e defender o respeito às diferenças sejam elas quais forem.

Mantenha o respeito: seja qual for o problema, jamais perca o respeito pelas pessoas com as quais convive, ou se deixe levar pela raiva ou pela insatisfação. O respeito ao próximo é a base de todo relacionamento interpessoal e uma prova de civilidade e humanidade.

Questionar: questionar é uma ótima maneira de começar uma conversa. Trata-se, no entanto, da qualidade dos questionamentos, que devem instigar o grupo a pensar em novas maneiras de resolver um problema.

Boas maneiras: infelizmente, uma pessoa que não tem boas maneiras é considerada menos inteligente. No mundo dos negócios isso também acontece. Portanto, saber se portar pode evitar alguns obstáculos na comunicação.

Solução de problemas: dias sem problemas para resolver são raros. Uma pessoa que tem a habilidade de resolver problemas de maneira eficiente, ou seja, identificando o problema, entendendo-o, examinando as possibilidades, propondo um sistema estratégico e colocando o plano em prática, certamente será valiosa para sua empresa.

Consciência social: estar em sintonia com as pessoas à sua volta é fundamental para desenvolver um bom trabalho.

Gerenciamento pessoal:  é importante saber controlar as suas próprias emoções.

Três erros que impedem o emagrecimento

*Por Thiago Volpi

Emagrecer parece óbvio, basta parar de comer e fazer exercícios que os resultados serão inquestionáveis. Porém, certos hábitos que são considerados inofensivos podem atrapalhar seriamente os esforços para perder peso.

Rotina deve ser ajustada de forma gradual, para o resultado ser mais eficiente, orienta Volpi | Foto: reprodução 

Segundo o Jornal Americano de Saúde Pública, somente 10% de quem deseja emagrecer conseguirá chegar ao peso ideal e, em cinco anos, 78% dessas pessoas recuperarão todo o peso novamente. Com estes dados, vou te contar os três principais erros que não deixam emagrecer e resultam no famoso efeito sanfona.

Quanto mais exercícios melhor 
Com certeza você conhece alguma pessoa que vai à academia duas vezes por dia, todos os dias da semana, acreditando que assim gastará mais calorias e gordura. A atividade física e o exercício são importantíssimos para aumentar o gasto calórico diário, porém o que realmente é mais eficiente para o emagrecimento é transformar o seu corpo em uma máquina de queimar gordura.

Isso se faz construindo um metabolismo mais rápido e a melhor forma de acelerá-lo é através de exercícios de alta intensidade. Com estes não é necessário gastar muita energia durante o treino, o mais importante são as adaptações fisiológicas que eles geram no corpo para aumentar a de gordura enquanto você faz atividades em repouso, como dormir ou ver a novela no sofá de casa. No caso do exercício físico a intensidade é mais importante que a quantidade.

Mudar todos os hábitos de uma vez só
O cérebro não foi feito para mudanças bruscas de hábitos, essas mudança tornam tudo muito pesado, consequentemente em pouco tempo você voltará a ser a mesma pessoa de antes, com os velhos hábitos que não te ajudarão a emagrecer.

Para a mudança de hábito saudável e eficaz procure ajustar a sua rotina de forma gradual. O ideal é começar com 5% a cada quatro semanas. Um exemplo é mudar uma refeição por vez e começar o exercício físico de uma a duas vezes na semana e quando você perceber que está adaptado vá aos poucos mudando outros hábitos. Assim você construirá, aos poucos, a quantidade e qualidade de hábitos saudáveis para toda a vida.

Restringir demais a alimentação
Muitos acreditam que quanto menos alimentos ingerirem mais eficiente será o emagrecimento. Engano comum, pois quando fornecem menos energia (alimento) que o corpo necessita, o metabolismo entra em um estado de emergência e gasta o mínimo de energia possível para sobreviver, consequentemente o metabolismo se torna lento e mesmo sem comer você voltará a recuperar o peso novamente.

Por isso, equilibre estes pilares do emagrecimento sempre com uma alimentação saudável e exercício físico.

*Thiago Volpi é nutrólogo e fundador do Espaço Volpi.

Livro traz a história da comunidade judaica no ABC

Redação

A Alpharrabio Livraria, em Santo André, sedia o lançamento do livro “Coragem, Trabalho e Fé: A História Da Comunidade Judaica da Região do ABC Paulista”, em 8 de agosto, das 18h30 às 21h. A obra – escrita por Anna Gedankien, Mireille Lerner e Eliza Leibruder – apresenta uma comunidade vibrante, que lutou e luta para superar diversos obstáculos na manutenção de sua cultura, crenças e tradições.

Lançamento do livro será em 8 de agosto, a partir das 18h30, na Alpharrabio Livraria | Imagem: divulgação 

Os judeus chegaram ao ABC por volta de 1920. Em meados de 1960/1970, eram cerca de 180 famílias que residiam em Santo André, 100 famílias em São Caetano do Sul e 20 em São Bernardo do Campo.

No início dos anos 2000, um grupo de memorialistas de Santo André, liderados por Anna, começou a reunir informações sobre a comunidade e suas organizações.  A maioria dos primeiros imigrantes já havia falecido e os papéis que registravam as histórias de instituições como a sinagoga e a escola, aparentemente, haviam se perdido.           
              
Então, com as dificuldades em localizar os acervos das instituições, os memorialistas saíram a campo para pesquisar. As famílias judaicas de Santo André começaram a ser visitadas em suas residências e a ideia de escrever um livro amadureceu.  O resultado deste trabalho é “Coragem, Trabalho e Fé: A História Da Comunidade Judaica da Região do ABC Paulista”. 

A Alpharrabio Livraria fica na Avenida Doutor Eduardo Monteiro, 151, no Jardim Bela Vista, em Santo André.

segunda-feira, 22 de julho de 2019

Inscrições para o “Festival Mundial de Teatro Adolescente” terminam amanhã

Redação

O “Festival Mundial de Teatro Adolescente Vamos que Venimos”, realizado há mais de 10 anos em Buenos Aires (Argentina) e no Chile, terá a segunda edição brasileira, novamente, em Santo André de 21 e 25 de setembro.  Interessados em participar devem se inscrever até amanhã (23), por meio do portal do festival

“Os trabalhos podem ser para palco, rua ou espaços alternativos”, explica o membro da comissão organizadora do Festival Mundial, Paulo Gircys | Foto: divulgação

Podem participar grupos adolescentes vinculados a escolas, projetos públicos e privados, bem como grupos jovens independentes, conforme explica o coordenador do Teatro Singular e membro da comissão organizadora do Festival Mundial, Paulo Gircys.

“Os trabalhos podem ser para palco, rua ou espaços alternativos, além de espetáculos ou cenas curtas de processos em qualquer estágio”, detalha Gircys.

A principal finalidade do festival é o protagonismo adolescente, por meio do encontro, debate e incentivo à produção teatral jovem na América Latina. Serão dias de intensa troca e estímulo à pesquisa e criação adolescente, pautados pela importância da voz jovem como movimento de luta e transformação social.   

Batom: especialista explica como fazer o batom durar mais tempo na boca

Redação

Para ajudar quem deseja fugir do “pesadelo” dos batons borrados, a instrutora do curso de maquiagem do Instituto Embelleze, Rosemeire Oliveira, preparou um passo-a-passo com dicas essenciais para aumentar a durabilidade do produto na boca. Confira a seguir.

A utilização de base ou pó translúcido ajuda a criar uma camada para receber o batom | Foto: divulgação 

Antes de tudo

A boca é uma área de fácil ressecamento, principalmente em dias de inverno. Portanto, antes de pegar o batom, é importante aplicar hidratante nos lábios. Manter a hidratação ajuda a remover peles mortas e a evitar descamação – principal fator que colabora para a saída do produto dos lábios.

Uma base para o batom
A utilização de base ou pó translúcido ajuda a criar uma camada para receber o batom. Além de prolongar a fixação e disfarçar as linhas da boca, os produtos neutralizam o tom natural dos lábios e intensificam a cor que virá em seguida.

O famoso truque do contorno

Um lápis de boca da mesma cor que o batom, utilizado em movimentos firmes e precisos, ajuda a desenhar os lábios. A técnica é perfeita para quem tem dificuldade em aplicar o produto sem borrar, pois estabelece um limite de até onde a aplicação deve ir. Além de facilitar o processo, o contorno possibilita ainda mudar o formato da boca, dando a ilusão de lábios mais grossos ou finos - basta desenhar os lábios acima ou abaixo das linhas originais.

Batom
O ideal para a aplicação do batom é utilizar um pincel especial para a boca, dessa forma utiliza-se a quantidade necessária do produto. Ao contrário do que muitos pensam, usar muitas camadas do batom não é sinônimo de alta durabilidade. Evitar o excesso faz com o produto se adeque perfeitamente a boca, aumentando tanto a fixação quanto a sua duração.

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Summit Hotel Vale do Sonho & Eventos é opção para comemorar o Dia dos Pais

Redação

Quem está na dúvida sobre qual presente escolher para o Dia dos Pais (11 de agosto), uma opção é programar uma viagem ao Summit Hotel Vale do Sonho & Eventos, em Guararema, que fica a cerca de 80 quilômetros (km) de São Paulo.

Summit Hotel Vale do Sonho & Eventos fica em Guararema (SP) | Foto: divulgação

A cidade conta diversas atrações como a Ilha do Pau D'alho, Igreja de Nossa Senhora da Escada – que possui a única imagem de São Longuinho no Brasil -, o Parque Municipal da Pedra Montada, além de Centro Artesanal, passeio de trenzinho e Maria Fumaça, Orquidário e alambiques artesanais. Tudo isso sem contar o ambiente de interior e clima de tranquilidade.

Já o Summit Vale do Sonho Hotel & Eventos, além da localização privilegiada,  possui ótima estrutura. Todas as acomodações são equipadas com WiFi, banheiro privativo, frigobar, TV e ar condicionado (quente e frio), os chalés possuem sala e varanda com rede. Há também instalações especiais para quem possui alguma mobilidade reduzida, equipada com todo conforto.

A estrutura de lazer do hotel é perfeita para aproveitar o fim de semana e relaxar, conta com piscinas climatizadas para adultos e infantil, cascata, toboágua, sala de jogos e TV, quadra poliesportiva, playground, mini tirolesa, sauna e uma linda vista para o rio Paraíba do Sul.

A programação do hotel para a data especial foi preparada para agradar toda família e inclui: cortesias e descontos para os papais, monitoria para recreação infantil e um delicioso almoço especial de domingo.

Para mais informações acesse www.valedosonho.tur.br, ou ligue (11) 4693-1894.

Especialista orienta como as empresas podem ajudar os funcionários a lidarem com dinheiro

Redação

O endividamento de profissionais diminui a produtividade no trabalho em  cerca de 15%, refletindo também na saúde financeira das empresas, aponta pesquisa da The Employer´s Guide to Financial Wellness - EUA. No Brasil, cerca de 80% dos trabalhadores enfrentam dificuldades financeiras, segundo Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin). Com isso, o consultor e sócio do Grupo H3R, Fernando Ferraz, comenta que, há alguns anos, não era comum misturar a vida profissional com a pessoal, mas este cenário está mudando.

Segundo o especialista Fernando Ferraz, é importante ter uma meta, pois ela servirá de inspiração para pouparmos | Foto: reprodução 

Cada vez mais as empresas estão preocupados com o bem-estar dos seus colaboradores e isso inclui desde ações para uma vida mais saudável, até educação financeira. "Com o aprofundamento da crise no País, muitas empresas se depararam com funcionários desconectados da rotina profissional e o principal motivo é preocupação com dívidas, nome sujo ou acúmulo de contas. Esse cenário prejudica não só esse colaborador, mas também a empresa e, por isso, merece atenção", explica Ferraz.

A H3R, por exemplo, nasceu com a proposta de transformar endividados em poupadores, por meio de parcerias com as áreas de RH de empresas, oferecendo aos profissionais consultoria, crédito consciente e com propósito produtivo, taxas personalizadas ao perfil do funcionário e educação financeira. O especialista dá dicas de como as empresas podem ajudar seus funcionários a alcançarem uma vida financeira mais equilibrada.

1- Tenha um planejamento financeiro
Parece complicado, mas esse passo é fundamental para alcançar equilíbrio com as finanças. Uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil revelou que 41% dos inadimplentes não têm conhecimento sobre as suas contas básicas. Uma dica fundamental é anotar todos os gastos. Assim, você vai saber todas as entradas e saídas do seu orçamento. Separe entre gastos fixos e variáveis. Você pode utilizar planilhas ou aplicativos de celular para conseguir controlar os gastos.

2- Acompanhe a fatura de seu cartão de crédito
Cartões de crédito são ótimos, mas também perigosos. Uma boa dica para permanecer no azul e evitar altos juros dos cartões é manter um maior controle dos gastos no cartão. Isso vale para ter uma boa ideia de onde está indo o dinheiro, mas também por questões de segurança.

3- Crie algumas metas
Se tivermos um propósito, por maior ou menor que ele seja, temos uma inspiração maior do que qualquer outra para agirmos. Você pode querer trocar de carro, economizar para uma viagem dos sonhos ou até mesmo adquirir um celular novo. Depois de decidir onde chegar, você só vai precisar definir o caminho que vai percorrer: quanto por mês terá que guardar, quais tipos de gastos podem ser abandonados e até mesmo ir atrás de fontes de rendas alternativas.

4- Fuja dos parcelamentos
O mais indicado para ter uma vida financeira saudável é deixar de lado os parcelamentos e optar pelo pagamento em dinheiro, à vista. Assim, você não cria uma nova dívida, foge de juros abusivos e ao pagar à vista pode negociar e conseguir um desconto.

5- Faça uma reserva para emergências
Ter as contas e despesas organizadas nos possibilita também conseguir organizar uma reserva para emergências. Com isso, você estará preparado para imprevistos financeiros e, assim, poderá evitar transtornos.

Márcio Souza lança livro sobre a história da Amazônia

Redação

Em História da Amazônia (Editora Record), Márcio Souza apresenta uma síntese reveladora da complexidade do processo histórico da região, a partir de uma visão de dentro: a de um intelectual e escritor manauense. O lançamento em São Paulo ocorre nesta sexta (19), na Livraria da Vila, às 19h.

Na obra, Márcio Souza apresenta uma síntese reveladora da complexidade do processo histórico da região | Imagem: divulgação 

Na obra, o autor narra um percurso que se inicia pela delimitação do espaço geográfico e das fronteiras do subcontinente amazônico, inserido, como espaço periférico, em nove Estados-nação, povoado por centenas de etnias e por grupos sociais de interesses diversos.

Deslocando a perspectiva redutora que faz coincidir o início da história do continente com a “descoberta” das Américas, o autor assume a dimensão temporal da longa duração com o intuito de escavar a memória histórica da Amazônia “antes dos europeus”. Do espaço-tempo milenar à contemporaneidade, a obra revela as formas segregacionistas de apropriação social do espaço amazônico, elemento-chave para a compreensão de sua história e para a redefinição de sua trajetória.

Planetário de Santo André comemora neste sábado 50 anos da chegada do homem à Lua

Redação

 Em 20 de julho de 1969, os astronautas Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins pousaram o módulo lunar “Eagle” (Águia) no solo da Lua. Armstrong foi o primeiro a descer da nave. Para festejar essa conquista, o Planetário e Cinedome de Santo André, localizado na Sabina Escola Parque do Conhecimento, preparou uma programação especial, que começa às 19h de sábado (20) e segue até domingo (21), com palestras, sessões do Planetário, exposição e observação noturna do céu.

Programação especial terá exposição, palestras, oficina e sessões no Planetário | Foto: Alex Cavanha/PSA

A abertura da exposição “Um Grande Passo: 50 anos do Homem à Lua”, abre a programação, às 19h, trazendo objetos relativos ao acontecimento, como fotos e revistas da época, áudios que descrevem o momento da chegada ao satélite, objetos de astronáutica e muito mais. Às 20h, os visitantes poderão tirar fotos “segurando” a Lua, utilizando um jogo de luz e sombra, na sala de projeções. Também neste horário terá início a oficina “cenário lunar”, voltada ao público infantil.

Na sequência, às 20h30, o astrônomo Marcos Calil fará uma palestra sobre a chegada do homem à Lua e, às 21h30, será possível assistir a sessão “O surgimento da Era Espacial”. Em seguida, às 22h30, o céu do dia 20 de julho de 1969 será projetado na cúpula do Planetário e Calil fará o reconhecimento dos astros que podiam ser vistos naquela noite. Às 23h30, acontece nova sessão no Planetário, desta vez do filme “ A conquista de um sonho”, com opção de audiodescrição para deficientes visuais.

Enquanto isso, na área externa da Sabina Escola Parque, no Núcleo de Observação do Céu (NOC) terá início, às 20h, a observação do céu noturno com os telescópios e binóculos. A partir da meia-noite, uma palestra da professora Jéssica Resterich, mestranda em ensino de astronomia, abordará o tema “A Lua e seus mitos”.

O Planetário e Cinedome de Santo André fica na Rua Juquiá, altura do número 135, na Vila Eldízia.

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Festival do Queijo da Canastra ocorre em Minas Gerais no próximo mês

Redação

Em 2 e 3 de agosto, ocorre a 2ª edição do Festival do Queijo da Canastra, em São Roque (MG). O evento é realizado pela Associação dos Produtores de Queijo Canastra (Aprocan). Protagonista do festival, o queijo canastra é considerado Patrimônio Cultural Imaterial pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) desde 2008 e faz parte da cultura e tradição locais.

O o queijo canastra é considerado Patrimônio Cultural Imaterial pelo IPHAN | Foto: divulgação 

Segundo a história, a receita veio de Portugal e é passada de geração a geração há mais de dois séculos. Antigamente, para não amassar, o queijo só podia viajar com mais de 30 dias de cura, quando já estava mais firme e amarelado. É, por isso, que o queijo tradicional da Canastra ficou conhecido por ter uma casca amarela por fora e por ser macio e saboroso por dentro. Feito com leite cru, o queijo artesanal é exclusivo da região e tem até selo de autenticidade e rastreabilidade feito de caseína (proteína do leite) para comprovar sua origem.

São Roque de Minas concentra o maior número de produtores do famoso queijo da Canastra e, para apresentar esse produto típico aos visitantes, a maioria das fazendas produtoras está abrindo suas porteiras para mostrar todo o processo de fabricação.

Durante o Festival do Queijo da Canastra, os turistas poderão aproveitar uma programação especial na Praça da Matriz, com exposição de diversos produtos regionais, além de cozinha show com chefs ensinando receitas e muito mais. Haverá ainda programação cultural com apresentações do Chico Lobo em trio e Renato Caetano e banda, entre outros.

E para completar, as fazendas produtoras de queijo contarão com uma série de atividades como degustação, harmonização dos queijos com vinhos e cervejas, almoço, voo de balão.

Onde ficar
Uma opção para a hospedagem em São Roque de Minas é a Pousada Chapadão da Canastra. Considerado o mais completo empreendimento hoteleiro da região, o local oferece estrutura completa de serviços; apartamentos com frigobar, ar condicionado, televisão, restaurante onde é servido  café com iguarias da região. Ainda há novíssima área de lazer com piscinas adulto e infantil, sauna, toboágua e hidromassagem.

Mudança de hábitos matinais pode aumentar a produtividade diária, afirma palestrante

Redação

Segundo o mestre em Finanças pela FGV, Neder Izaac, “o jeito que começamos o dia determina a forma como iremos terminá-lo". Palestrante e autor do livro Manhãs Poderosas, ele fala sobre a importância da rotina matinal e ensina como elas podem tornar a mente mais focada e desperta em 25 minutos.

Ao acordar, elimine o senso de urgência e dedique 25 minutos na conexão consigo mesmo: trace metas para o seu dia, por mais simples que sejam, orienta o palestrante Neder Izaac | Foto: Pixabay

A rotina é extremamente importante para que a realização de nossos objetivos se concretize.  O autor, que orienta empresários e presidentes de grandes empresas sobre como melhorar o foco e a produtividade, conta que hábitos matinais são estratégia de alcance ao sucesso de importantes nomes, como Charles Darwin, Stephen King, Benjamin Franklin, entre outros.

“O importante não é o quão cedo você acorda, nem seguir o mesmo padrão de atividades destas personalidades, mas sim encontrar a sua rotina própria e dedicar este tempo ao que realmente é importante para você”, explica o Izaac.

Com isso, o palestrante ensina o método Ativação Racional Positiva (ARP), que tem como objetivo estabelecer estes novos hábitos que podem ser cruciais na hora de alcançar o sucesso, seja ele pessoal ou profissional. Ao acordar, elimine o senso de urgência e dedique 25 minutos na conexão consigo mesmo: trace metas para o seu dia, por mais simples que sejam. Faça alguma atividade que exija sua atenção plena, como a meditação, por exemplo. Após este exercício, anote as possíveis ideias e sensações que tenham surgido durante este processo. Por fim, agradeça por tudo o que você já tem em sua plenitude.

 “Se você inicia o dia com foco, planejamento de atividades, meditação e agradecimento por tudo o que tem, com certeza o seu dia será produtivo e você se sentirá mais realizado”, finaliza Izaac.

Digital influencer orienta como reduzir os custos de uma viagem de luxo

Redação

O digital influencer  Gabriel Veronese é um viajante experiente e já percorreu diversos países. Em seu perfil no Instagram, ele combina moda, beleza e incríveis paisagens dos mais variados destinos, desde a beleza dos balões na Capadócia, na Turquia às praias tropicais do Caribe ou as baixas temperaturas da fria cidade de Moscou, na Rússia. Assim, ele separou seis dicas para fazer uma viagem de luxo gastando pouco. Confira abaixo.

Uma das dicas de Gabriel Veronese é procurar hotéis um pouco mais distantes da zona turística | Foto: divulgação 
"Costumo investir bastante nas minhas viagens, de R$ 10 a 20 mil por destino, dependendo de alguns fatores. Mas é possível sim, fazer uma viagem de luxo gastando muito menos. Com alguns truques é possível reduzir em mais de 50% o orçamento, sem abrir mão de conforto e exclusividade", afirma Veronese.

1- Escolha destinos com melhores preços
É possível ter acesso a experiências de luxo em praticamente o mundo todo, mas alguns destinos são, naturalmente, mais baratos do que outros. Os hotéis de luxo da China, Tailândia, Camboja e Vietnã, tem em médio preço das diárias 25% mais baixos do que em Paris, por exemplo.

Até mesmo na Europa é possível sentir essa diferença de um país para outro em relação a hospedagem cinco estrelas. Os preços médios de uma suíte de luxo em Lisboa, Berlim e Budapeste estão entre os menores da Europa, com diárias em torno de R$ 500. Valor bem diferente do praticado em hotéis do mesmo patamar em Milão, na Itália, por exemplo, onde a média é de R$ 1.345.

2- Saiba aproveitar a baixa temporada
A lei da oferta e da procura é a responsável pelas altas tarifas de hotéis e passagens aéreas na época mais procurada do ano, que são as altas temporadas. Mas ela também vale para os períodos em que os destinos ficam mais vazios, com sensível redução nos preços.

Por isso, pesquise bem antes de escolher para onde ir, e fique atento às vantagens e desvantagens do clima e do comércio local na época, para que o barato não saia caro. Ir para a Índia em julho, por exemplo, quando o calor chega a 40ºC, pode atrapalhar muitos passeios, mas os hoteleiros quase pagam para você se hospedar nessa época.

3- Casas com serviço de hotelaria x hotel
Hoje é mais comum alugar casas para temporadas de férias, Principalmente após surgimento do AirBnB, onde é possível encontrar desde mansões e coberturas a charmosas e confortáveis casas de praia, a preços muito mais em conta do que hotéis de luxo. Principalmente se você viajar em família ou com um grupo de amigos.

No Caribe, por exemplo, chega a ser possível alugar uma casa com piscina à beira-mar, para até seis pessoas, por US$ 6 mil (R$ 23,5 mil) a semana. O mesmo que diárias de R$ 330 por hóspede, mais barato que um hotel cinco estrelas. Ainda pode ser possível combinar serviços como lavanderia, cozinha e guia turísticos a preços igualmente mais acessíveis que em hotéis.

4- Tente comprar as passagens com antecedência
Pesquise com calma o destino e as melhores tarifas aéreas, geralmente encontradas com maior desconto quando compradas de dois a três meses antes da data pretendida de embarque.

Em geral voos que saem de madrugada e nos dias de semana, costumar ser mais baratos. Com sorte, é possível encontrar até mesmo uma boa promoção que permita viajar de primeira classe com preço de econômica. Nunca se sabe.

5 - Não procure hotéis em áreas turísticas
Os preços nessas áreas são sempre são maiores. A dica é procurar lugares um pouco mais distantes da zona turística, tanto para economizar quanto para conhecer pontos diferentes da cidade;

6- Aproveite deslocamentos longos para pernoitar no trem
Viajar de trem pela Europa é uma experiência inesquecível e também pode te ajudar a economizar. Com cabines privadas e confortáveis nas principais linhas, optar pela pernoite sobre os trilhos é sempre uma boa ideia quando o deslocamento for longo.

Se o roteiro permitir, também pode ser interessante viver dias de Agatha Christie nos luxuosos vagões do Expresso do Oriente, que se encontra ainda em atividade entre Londres e Veneza.

Centro Cultural Fiesp sedia exposição sobre as criações do desenhista Mauricio de Sousa

Redação

Há anos, a Turma da Mônica está presente na vida dos brasileiros. No mês que completa 60 anos (julho), a Mauricio de Sousa Produções (MSP) inaugura a exposição "Olá, Mauricio!" no Centro Cultura Fiesp, em São Paulo, que reúne obras que mostram parte das criações das centenas de personagens e trajetória do desenhista Mauricio de Sousa.

A exposição estará em cartaz até 15 de dezembro no Espaço de Exposições do Centro Cultural Fiesp | Imagem: divulgação 

A exposição inédita destaca a história dos quase 500 personagens da MSP, base da criação de diversos produtos culturais, como os quadrinhos, reconhecidos no processo de alfabetização de milhares de brasileiros, além de aplicativos (apps), jogos, desenhos animados, filmes, animações e mais de 3.500 produtos licenciados.

Em 19 de julho de 1959, começou a história da MSP com a publicação de uma tira do Bidu e seu dono Franjinha no jornal Folha da Tarde, atual Folha de S. Paulo. A exposição dará espaço especial ao cenário dessa tira, além de muitos outros que serão representados de forma bem-humorada, fazendo com que o público sinta-se dando um passeio pelo Bairro do Limoeiro.

Até o final da exposição haverá distribuição gratuita da segunda história do novo personagem da Turma da Mônica, o Edu, menino de nove anos de idade que tem Distrofia Muscular de Duchenne (DMD), doença genética rara caracterizada pela deterioração muscular progressiva. O projeto faz parte de uma parceria entre a Sarepta, líder em medicamentos genéticos para doenças neuromusculares raras, e a Mauricio de Sousa Produções. A DMD ocorre em um a cada 5 mil meninos em todo o mundo e sua evolução é rápida, podendo levar ao falecimento do paciente na adolescência ou no início da fase adulta.

Entre as atrações, a mostra contará com ovo do Horácio, Livro dos Mortos da Turma do Penadinho interativo, esculturas para fotos, cadernos da infância de Mauricio de Sousa e muitas outras surpresas, como obras inéditas da coleção "História em Quadrões" – releituras de pinturas de artistas consagrados com os personagens da turminha.

"São 60 anos de muito trabalho e constante realização de sonhos. Não só os nossos sonhos, mas de todos os fãs que nos acompanham. E tem muito mais para os próximos anos", comenta o desenhista e criador da Turma da Mônica.

Com curadoria de Jacqueline Mouradian, a exposição estará em cartaz de 17 de julho a 15 de dezembro no Espaço de Exposições do Centro Cultural Fiesp, localizado na Avenida Paulista. A visitação é gratuita e poderá ser conferida de terça a sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 10h às 20h. A mostra será acessível, e os textos descritivos das obras também serão bilíngues, nas línguas portuguesa e inglesa.

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Pneumologista fala como prevenir os sintomas da asma no tempo frio

Redação

A temperatura mais baixa e o tempo seco, que caracterizam o inverno, ligam o sinal de alerta para a saúde. Entre as preocupações nesta época do ano está a piora dos sintomas em pacientes que sofrem de asma. De acordo com a pneumologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Marina Dornfeld, a estação conta com diversos gatilhos que estimulam as crises da doença, exigindo assim uma atenção redobrada na prevenção.

Os sintomas da asma são: chiado e aperto no peito, além de tosse | Imagem: reprodução

O sintoma mais conhecido e comum da asma, definida como uma inflamação crônica da via aérea, é a falta de ar. Porém, quem sofre da doença não fica restrito a essa manifestação, como explica Marina: "Além da falta de ar o paciente pode apresentar sibilância, que é o famoso chiado, aperto no peito e tosse. Todos esses sintomas podem variar de intensidade e ao longo do tempo", comenta.
Para evitar esse transtorno durante a estação mais fria do ano é preciso seguir alguns cuidados e ficar atento as ações diárias. No topo da lista está seguir regularmente o tratamento e vacinar anualmente contra a gripe.

"A principal ação para evitar descompensações da asma no inverno é manter o tratamento regular, a fim de deixar a via aérea menos suscetível a reagir a estímulos comuns, como baixa temperatura e tempo seco, exposição a ambientes com mofo e infecções respiratórias. Além disso, é imprescindível realizar a vacinação contra a influenza (gripe)", ressalta a médica.

O tratamento, citado pela pneumologista, deve ser feito com medicações inalatórias incluindo corticosteroide associado ou não a broncodilatadores. Marina explica, no entanto, que o método de controle da asma sofreu recentemente uma mudança feita pela Global Initiative for Asthma (GINA), que guia a estratégia mundial sobre o problema.

"A nova recomendação aconselha que o tratamento não deve ser realizado apenas com medicação broncodilatadora de alívio (inalação ou 'bombinha' de crise), e sim incluir corticosteroide inalatório quando houver sintomas na asma leve, ou em baixas doses diariamente. É indicado para controlar os sintomas e prevenir risco futuro de eventos desfavoráveis. Mas é importante enfatizar que o controle deve ser mantido com a menor quantidade possível de medicamento", finaliza a especialista.

O que é TDAH e como diferenciar de impulsividade

*Por Mario Louzã

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, cerca de 4% da população adulta mundial têm o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade – TDAH. Só no Brasil, o transtorno atinge aproximadamente 2 milhões de pessoas adultas, afeta 6% das crianças e, no caso dos jovens, 69%.

O transtorno foi descrito pela primeira vez em crianças, na literatura médica, em 1902 | Imagem: reprodução 

Muitas dúvidas e até informações incorretas cercam o TDAH. O transtorno foi descrito pela primeira vez em crianças, na literatura médica, em 1902, por um pediatra inglês. Trata-se de uma doença que conhecemos há um século, mas até hoje há dificuldade em seu diagnóstico e tratamento. Ao longo das últimas décadas, ela foi incluída na classificação internacional das doenças da Organização Mundial da Saúde e no manual de diagnóstico da associação psiquiátrica americana, ambos com critérios detalhados para considerar que alguém tenha o TDAH.

Embora as causas do TDAH sejam ainda desconhecidas, admite-se que resulta de uma alteração do neurodesenvolvimento. Seu diagnóstico é feito através de uma avaliação clínica bem minuciosa com um profissional médico habilitado para que não haja dúvidas sobre o diagnóstico. Se não houver dúvidas, o tratamento do TDAH pode envolver abordagens psicológica, psicopedagógica e medicamentosa.

Na maioria dos casos, o tratamento do TDAH é feito com medicações, os psicoestimulantes, estimulantes do sistema nervoso central. São medicamentos que foram criados em laboratórios por volta da década de 1940 a 1950, ou seja, eles têm, pelo menos, 60 anos de uso, o que nos proporciona uma boa experiência sobre estas medicações, seja reações e efeitos colaterais como também benefícios. Isso significa que o tratamento medicamentoso é bastante seguro e, em geral, tem resultados bastante satisfatórios.

Saiba como diferenciar os sinais do TDAH de um quadro de impulsividade
O TDAH se manifesta na infância, e o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders – DSM) lista dezoito sintomas que nos indicam o diagnóstico. Conheça alguns deles:

1. Frequentemente, não presta atenção em detalhes ou comete erros por descuido em tarefas escolares, no trabalho ou durante outras atividades.

2. Frequentemente, tem dificuldade de manter a atenção em tarefas ou atividades lúdicas, como conversas ou leituras prolongadas.

3. Frequentemente, parece não escutar quando alguém lhe dirige a palavra diretamente, parece estar com a cabeça longe, mesmo na ausência de qualquer distração óbvia.

4. Frequentemente, não segue instruções até o fim e não consegue terminar trabalhos escolares, tarefas ou deveres no local de trabalho. Costuma começar as tarefas, mas rapidamente perde o foco e o rumo.

5. Frequentemente, tem dificuldade para gerenciar tarefas sequenciais; dificuldade em manter materiais e objetos pessoais em ordem; trabalho desorganizado e desleixado; mau gerenciamento do tempo; dificuldade em cumprir prazos.

6. Frequentemente, evita, não gosta ou reluta em se envolver em tarefas que exijam esforço mental prolongado, como trabalhos escolares ou lições de casa. Em caso de adolescentes mais velhos e adultos, a dificuldade está no preparo de relatórios, preenchimento de formulários ou revisão de trabalhos longos.

7. Frequentemente, perde coisas necessárias para tarefas ou atividades, como materiais escolares, lápis, livros, instrumentos, carteiras, chaves, documentos, óculos ou celular.

8. Com frequência, é facilmente distraído por estímulos externos (para adolescentes mais velhos e adultos, pode incluir pensamentos não relacionados).

9. Com frequência, é esquecido em relação a atividades cotidianas, como realizar tarefas e obrigações. No caso de adolescentes e adultos, o desafio está em retornar ligações, pagar contas ou manter horários agendados.

Já a impulsividade apresenta seis (ou mais) sintomas que persistem por, pelo menos, seis meses em um grau que é inconsistente com o nível do desenvolvimento, e têm impacto negativo diretamente nas atividades sociais e acadêmicas/profissionais.

Vale lembrar que, neste caso, os sintomas não são apenas uma manifestação de comportamento opositor, desafiador, hostil ou uma dificuldade para compreender tarefas ou instruções. Para adolescentes mais velhos e adultos (17 anos ou mais), pelo menos nove sinais são apresentados:

1. Frequentemente, remexe ou batuca as mãos ou os pés ou se contorce na cadeira.

2. Frequentemente, levanta da cadeira em situações em que se espera que permaneça sentado.

3. Frequentemente, corre ou sobe nas coisas em situações em que isso é inapropriado. (Em adolescentes ou adultos, pode se limitar a sensações de inquietude).

4. Com frequência, é incapaz de brincar ou se envolver em atividades de lazer calmamente.

5. Com frequência, “não para”, agindo como se estivesse “com o motor ligado”. A pessoa não consegue ou se sente desconfortável em ficar parado por muito tempo, como em restaurantes ou reuniões.

6. Frequentemente, fala demais.

7. Frequentemente, deixa escapar uma resposta antes que a pergunta tenha sido concluída.

8. Frequentemente, tem dificuldade para esperar a sua vez.

9. Frequentemente, interrompe ou se intromete nas conversas, em jogos ou em atividades. A pessoa pode começar a usar as coisas de outras sem pedir ou receber permissão. Com adolescentes e adultos, pode intrometer-se em ou assumir o controle sobre o que outros estão fazendo.

Estes sintomas devem estar presentes o tempo todo, em qualquer ambiente, e precisam causar algum tipo de prejuízo funcional à pessoa, como baixo rendimento escolar ou no trabalho. 

Uma vez feito o diagnóstico na criança, o ideal é realizar um acompanhamento médico contínuo, que irá avaliar se o tratamento deve ser medicamentoso ou psicoterápico/psicopedagógico. Conforme o paciente cresce, a tendência é de que o déficit de atenção, a hiperatividade e a impulsividade diminuam, chegando até a desaparecer na idade adulta, em cerca de metade das crianças.

É importante lembrar que o diagnóstico de TDAH, seja na criança, no adolescente ou adulto, deve ser feito com rigor, levando-se em consideração todos os critérios já estabelecidos pela Associação Americana de Psiquiatria e pela Organização Mundial de Saúde. Este cuidado irá evitar generalizações indesejáveis e medicações desnecessárias, principalmente nas crianças.

Em muitos casos, os sintomas persistem na idade adulta, também levando a prejuízos funcionais vários. O reconhecimento de que o adulto pode ser portador de TDAH é relativamente recente. Os critérios diagnósticos são similares aos da infância, e o tratamento envolve abordagens medicamentosas e psicoterápicas.

*Mario Louzã é psiquiatra, doutor em Medicina pela Universidade de Würzburg, Alemanha, e Membro Filiado do Instituto de Psicanálise da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo.

Sesc Santo André sedia exposição "Selenograma Lua Tempo Design"

Redação

Nesta sexta-feira (19), véspera da data que marca o 50º aniversário da primeira vez que o homem andou sobre a Lua, o Sesc Santo André ((Rua Tamarutaca, 302, Vila Guiomar) inaugura a exposição Selenograma Lua Tempo Design, com curadoria da designer Mari Pini. A mostra, que ocupa a galeria da unidade até novembro, se divide em diversas frentes e reflete sobre as influências lunares nos mais diferentes campos do conhecimento. Durante todo o período de visitação, a exposição também conta com visitas mediadas e agendamentos de grupos.

Mostra fica em cartaz até novembro | Imagem: divulgação 

Selenograma Lua Tempo Design apresenta uma viagem gráfica por calendários lunares minimalistas editados anualmente por Mari Pini desde 1977, trabalho que captou 15.340 luas em suas trajetórias ao longo de sucessivas noites até os dias atuais. Além da ocupação na galeria, o Gramado do Sesc Santo André recebe A Grande Lua, intervenção iluminada que representará as diferentes fases da Lua ao longo dos próximos meses.

No dia da abertura, às 19h, aterrissa no jardim Lorena Pipa com a performance Lunares, que celebra nosso único satélite natural. O corpo luminoso de Lorena forma desenhos no espaço a medida em que se movimenta, encontrando-se com uma roda composta por 28 luas, que representam o tempo cíclico lunar. Além da performance, “A Voz da Lua” integra a mostra com imagens da lua captadas pela Sonda Espacial Kaguya do Japão, concebido por Mari Pini e dirigido e produzido por Bijari.

O Sesc Santo André realiza durante o fim de semana diversas atividades paralelas à exposição, como a oficina Moda e estilo: Qual o seu estilo?, com Wellington Mendes, e a contação de histórias Lua, luar, me ensina a te olhar, com Cia. Clara Rosa.

O Almanaque da Lua, preparado por Mari Pini, imerge o público nas mais variadas temáticas que envolvem o único satélite natural da Terra: dos conceitos científicos aos simbolismos; dos fenômenos terrestres e calendários às conquistas do território lunar; das teorias e mistérios às obras de ficção científica.

"A Lua como objeto da multiplicidade de projeções do homem, observação, estudos, inspiração, imaginação, desejo, conquista. E, propõe recriar o universo lunar para aproximar o público com o tema, aprofundar nossas reflexões e explorar as diferentes mídias utilizando instalação, performance, vídeo, painéis gráficos com abordagens científica, astronáutica, poética e simbólica, apoiado em ampla pesquisa e no seu trabalho visual", comenta a curadora Mari.

No painel expositivo Antigos Artefatos do Tempo, a exposição traz uma série de calendários produzidos ao longo dos milênios, com destaque para os diferentes diagramas do tempo baseados em cálculos matemáticos e astrológicos que se apoiam nos ciclos da Lua. Cada cultura representou a medida do tempo apoiada em suas crenças e de acordo com os movimentos dos astros no céu.

No lado da razão e da ciência, a Lua é único corpo celeste já alcançado pela presença da humanidade. O astro, que está a 380.400 km de distância da Terra, se tornou o emblema da disputa entre EUA e a antiga URSS durante a Guerra Fria. Do lado russo, o Sputnik, primeiro satélite artificial, lançado em 1958, e a viagem de Iuri Gagarin, primeiro homem a viajar pelo espaço, em 1962, impulsionaram forte investimento financeiro e tecnológico dos americanos. Após as novidades dos russos, o ex-presidente John F. Kennedy lançou o desafio de "enviar homens à Lua e retorná-los a salvo até o fim da década". Como resultado, as missões do Programa Apollo levaram Neil Armstrong e Edwin Aldrin a serem os primeiros homens a pisarem em solo lunar, em 1969. Depois deles, mais dez homens pisariam na Lua até hoje.

A partir de sua pesquisa, Mari Pini nos convida a refletir sobre o que esses feitos nos referenciam atualmente: como a conquista do território lunar nos aproximou do objeto? Como a ciência avançou em seus propósitos? Quais conhecimentos se renovaram em relação ao nosso satélite natural? Com essas e outras questões, Selenograma Lua Tempo Design aproxima o público de medidas do tempo, as fases da Lua e sua relação com homem, a percepção dos fenômenos lunares e um mergulho no imaginário simbólico evocado pela Lua durante toda a história da humanidade.

terça-feira, 16 de julho de 2019

Férias de julho: mergulhar em águas rasas pode causar acidentes fatais

Redação

Durante as férias escolares de julho é comum as famílias viajarem para lugares com cachoeiras, rios, lagos, praias e piscinas. Porém, o presidente da Comissão de Campanhas da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), Sandro Reginaldo, alerta sobre os riscos de mergulhar em águas rasas, que podem causar lesão medular e levar à paraplegia ou tetraplegia.

"Brincadeira" é a quarta causa de lesão medular no Brasil e pode levar à paraplegia ou tetraplegia, segundo a SBOT | Foto: divulgação

"Em momentos assim é importante lembrar que a diversão só será completa se ela vier acompanhada de prudência, que, nesse caso, inclui redobrar a atenção ao entrar em águas desconhecidas. E isso vale tanto para as turvas, onde você não enxerga o fundo, que ainda pode ter variação de altura devido à maré e à formação de bancos de areia; como as transparentes, cujo reflexo pode distorcer a noção de profundidade", alerta Reginaldo.

Fazer o reconhecimento da região, entrando na água andando antes de dar o primeiro salto ou mergulho, é fundamental para evitar acidentes que podem ser incapacitantes e até mesmo fatais.

"Dependendo do modo como pula e da profundidade da água, a pessoa pode ter desde uma simples contusão da musculatura a uma luxação vertebral, um trauma grave na cabeça, fraturas nas mãos, nos antebraços, nas pernas e nos pés ou uma lesão na medula capaz de deixa-la paraplégica ou tetraplégica", destaca o presidente da SBOT, Moisés Cohen.

Diante de tamanho risco, a SBOT lança uma campanha de prevenção de acidentes em parceria com a Sociedade Brasileira de Coluna (SBC) que tem como alvo o público em geral, especialmente pais e mães com filhos em idade escolar. As peças, que serão publicadas no site e nas redes sociais das entidades, ressaltam ainda como se divertir com segurança.

Entre as recomendações mais importantes estão: sempre entrar na água andando para se certificar da profundidade; nunca mergulhar ou pular em águas turvas; não empurrar os amigos para dentro da água; e jamais entrar na água depois de ingerir bebida alcoólica, medicações ou qualquer outra substância que prejudique os reflexos.

Além disso, ao ajudar uma pessoa que sofreu algum tipo de lesão, o mais importante é chamar o socorro imediatamente e mantê-la deitada numa superfície plana, com o pescoço imóvel e os braços e as pernas alinhados.

Feira de adoção animal ocorre neste sábado em Santo André

Redação

Atualmente, o abandono de animais nas ruas representa um grave problema social. Para amenizá-lo, o Colégio Singular, por meio da Equipe Singulariana de Proteção aos Animais (ESPA) e protetores independentes, promoverão neste sábado (20), a partir das 9h, a tradicional Feira de Adoção Animal. Em parceria com a OAB Santo André, o evento acontecerá no estacionamento da entidade, localizado na Avenida Portugal, 233, Centro. 

A feira será no estacionamento da OAB Santo André, que fica na Avenida Portugal, 233, Centro | Foto: divulgação 

A entrada é gratuita e para adotar um pet na feira é preciso apresentar documentos pessoais, comprovante de residência e preencher alguns critérios, como ser maior de 18 anos e ter a concordância de toda a família. Nesse dia, também são fornecidas informações sobre guarda responsável e orientações jurídicas.

Em maio, a ESPA completou 11 anos e nesse período, mais de 3 mil adoções foram realizadas e estima-se que mais de 30 toneladas de ração foram arrecadadas e distribuídas para os protetores independentes de animais, por meio de campanhas sociais.


Ingressos para o Festival do Chocolate estão disponíveis no Consórcio ABC

Redação

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC (Avenida Ramiro Colleoni, 5, Centro), em Santo André, é um dos pontos de troca de ingressos para o 13° Festival do Chocolate de Ribeirão Pires, que será realizado de 19 de julho a 4 de agosto, somente de sexta a domingo, no Complexo Ayrton Senna (Av. Pref. Valdírio Prisco, 193 - Jd Itacolomy). A entidade regional é o único local, que oferecerá a troca de entradas fora da cidade-sede do evento.

A entidade regional é o único local, que oferecerá a troca de ingressos por um quilo de alimento, fora da cidade-sede do evento | Foto: reprodução

No Consórcio ABC, é possível trocar  um quilo de alimento não perecível, exceto sal, dentro da data de validade até 60 dias, por um ingresso para o festival.  As trocas podem ser feitas de segunda a quinta-feira, das 8h às 17h, e de sexta-feira, das 8h às 16h.  Será permitida a realização de, no máximo, 10 trocas de ingressos por pessoa.

Não é necessário ingressos para os shows infantis, ou apresentações antes das 18h (a obrigatoriedade do ingresso é somente após esse horário).

Programação:

19/07 – Thiaguinho;
20/07 – Blitz;
21/07 – Melim;
26/07 – Yasmin Santos;
27/07 – Leci Brandão e Diogo Nogueira;
28/07 – Lucas Lucco;
02/08 – Falamansa;
03/08 – Iza;
04/08 – Dilsinho.

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Você é falsamente feliz?

*Por Leonardo Torres

As redes sociais digitais são cheias de mensagens positivas, fotos felizes, em lugares lindos, radiantes. Ostentação é uma palavra que é muito praticada diariamente. É foto com produtos, no espelho, nos restaurantes, bares, etc.. Grande parte dos coaches nos ajudam a ter maior autoestima e a traçar o nosso planejamento da carreira. E a beleza? Maquiagens para um lado, "corpo perfeito" para outro. Dicas, dicas e mais dicas. Como você deve fazer para isso e aquilo. No fim, é o que você deve fazer para não ser você e ser aquela imagem "photoshopada" da rede. Ainda tem aquele comediante que faz todos rirem.

"Vale, no entanto, parar de passar uma falsa felicidade quando não estamos bem. E, talvez, até nos recolher, para dentro, para as redes internas, para dar ouvidos à alma", avalia o pós-graduando em Psicologia Junguiana, Leonardo Torres | Foto: divulgação  

Realmente, as redes sociais digitais têm muitas pessoas com vidas interessantíssimas. Se alienígenas nos observassem pelas redes sociais, com certeza eles concluiriam que a humanidade é muito feliz. Essa felicidade é falsa, na verdade. A única coisa que as redes sociais geram é inveja e infelicidade. Quanto mais alguém vê a vida falsamente perfeita de outros, mais esse ele questiona o porquê sua vida não é assim. Essa infelicidade leva para a ansiedade e depressão. Tudo isso é um grande teatro.

Parece que estamos com medo de mostrar que somos imperfeitos, que choramos, que somos mortais, que sofremos e, por vezes, a vida é um belo de um problema. À medida que escondemos nosso sofrimento, fingimos que eles não existem. O fato é que eles crescem e incomodam cada vez mais, até que você os perceba. Fingir que você não está sofrendo é sofrer duas vezes: sofre por fingir, e ainda sofre por não se permitir sofrer.

Sofrer faz parte da vida e não devemos negar tal emoção e sentimento. Vale, no entanto, parar de passar uma falsa felicidade quando não estamos bem. E, talvez, até nos recolher, para dentro, para as redes internas, para dar ouvidos à alma. 

*Leonardo Torres é pesquisador, professor, doutorando em Comunicação e Cultura e pós-graduando em Psicologia Junguiana.

Festival da Fundação das Artes começa nesta sexta-feira

Redação

O Parque Espaço Cerâmica Tom Jobim (ao lado do ParkShoppingSãoCaetano) recebe o 1º Festival de Inverno Fundação das Artes São Caetano do Sul, de 19 a 21 de julho. Além dos shows gratuitos que integram o evento, haverá oficinas, workshops e cursos voltados aos estudantes de música, educadores, músicos e demais interessados. As atividades acontecem antes do festival e são gratuitas. Os interessados em participar podem se inscrever pelo telefone 4239-2020.

O Festival de Inverno ocorre Parque Espaço Cerâmica Tom Jobim (foto), ao lado do ParkShoppingSãoCaetano, com entrada gratuita | Foto: reprodução

De terça (16) a sexta-feira (19), das 9h às 12, terá o curso "Prática de Grupos de Metais". O público-alvo são estudantes com conhecimentos intermediários ou avançados em instrumentos de metais (trompetes, trombones, eufônios, trompas e tubas). Como resultado do curso, o Grupo de Metais se apresentará no Festival, no sábado (20), às 11h.

Na terça-feira (16), às 19h, acontece a oficina "Explorações e Criações Sonoro-Musicais na Diversidade da Sala de Aula". A proposta é explorar as sonoridades do corpo, de diferentes objetos e dos instrumentos musicais e do ambiente. Para participar da atividade não é necessário possuir conhecimento musical prévio.

As ações abrem espaço também para o estudo de nomes importantes na música nacional. É o caso da masterclass "Elegance – Tributo a Tom Jobim", marcada para quinta-feira (18), às 19h. A atividade busca analisar aspectos constitutivos das peças mais internacionalizadas do artista.

Já o workshop "Criatividade e Música" pretende trabalhar a importância do processo e do despertar criativo como elemento facilitador no estudo da música e na resolução de problemas.  Improvisação sonora, dentro e fora da partitura, expressão, corpo e voz serão tópicos abordados.

Todas as ações acontecem na sede da Fundação das Artes de São Caetano do Sul (Rua Visconde de Inhaúma, 730, Oswaldo Cruz).

Atrações
O Festival de Inverno conta com apresentações de artistas renomados no cenário nacional. Nesta sexta-feira (19), o destaque será o show da dupla Sá & Guarabyra, às 20h. No sábado (20), também às 20h, é a vez do cantor Pedro Mariano subir ao palco e, no domingo (21), às 18h30, o encerramento do Festival será com o show do grupo Choronas. Completam a programação shows de diversos grupos formados dentro da instituição.


Vícios: como lidar com a dependência comportamental e química

Por Alexandre Pedro

Vício, seja ele químico (provocado por droga, álcool, tabaco ou medicamento) ou comportamental (jogo, compras, sexo ou internet) se caracteriza por uma compulsão, ou seja, um ato sem controle por parte da pessoa, muitas vezes percebido como um ato indesejado.

"Abordagens psicoterápicas são utilizadas para auxiliar o dependente a lidar com a ausência do elemento do vício", destaca o psicanalista Alexandre Pedro | Foto: divulgação 

O vício (ou dependência) apresenta três aspectos: o desejo intenso (“fissura” ou “craving”) pelo elemento do vício; a abstinência, com sintomas como ansiedade; agitação; irritabilidade devido à falta do elemento do vício; e tolerância, quando a pessoa precisa de doses cada vez mais altas (ou atos cada vez mais intensos ou frequentes) para obter a mesma sensação de prazer.

A pessoa pode se viciar em algo quando, ao experimentar o elemento (droga ou jogo), o cérebro ativa um circuito neuronal chamado “sistema de recompensa”. A repetição deste circuito retroalimenta o desejo de estimulá-lo, gerando o vício. Aspectos psicossociais e culturais podem influenciar no comportamento da pessoa viciada (dependente), perpetuando o círculo vicioso da dependência, seja química ou comportamental.

Os princípios gerais do tratamento de vícios são parecidos. A primeira conduta é obter a “abstinência”, o que não é fácil, pois a síndrome de abstinência gera uma sensação de total desconforto pela falta do elemento. A vontade incontrolável de tê-lo novamente pode fazer com que ele o busque a qualquer custo, se não estiver 100% empenhado no tratamento.

Nos primeiros dias da privação, a pessoa pode se sentir ansiosa, inquieta, insone, depressiva e irritável. Se os sintomas de abstinência (química) forem muito intensos, é possível que o médico indique medicações para aliviar o mal-estar ou até mesmo uma internação em uma clínica especializada (que dará segurança ao dependente e apoio 24 horas por dia). O período mais difícil de abstinência dura cerca de semanas, até que a pessoa esteja “desintoxicada”.

Abordagens psicoterápicas são utilizadas para auxiliar o dependente a lidar com a ausência do elemento do vício. A psicoterapia pode ajudá-lo também a entender a origem do vício, como lidar com os fatores que podem ter gerado este problema e quais alternativas adotar para se livrar do vício. É importante que os familiares se envolvam com o tratamento, que participem das orientações e/ou que façam psicoterapia familiar, que ajudará a própria família a entender melhor o problema e a lidar com o dependente da forma mais acolhedora possível.

*Alexandre Pedro é psicanalista pela Sociedade Internacional de Psicanálise de São Paulo; master practitioner de PNL filiado ao NLP Academy; hipnoterapeuta filiado ao International Board of Hipnosys e ao National Guild of Hipnotists.

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Paço Municipal de Santo André tem “Beer’s Arraiá” neste fim de semana

Redação

O estacionamento Paço Municipal de Santo André recebe neste sábado e domingo (13 e 14) o Beer’s Arraiá, das 12h às 22h. Nos dois dias, o público poderá curtir atrações com temática junina, comidas típicas, food trucks, 15 cervejarias artesanais e espaço kids com diversos brinquedos. Haverá ainda oito bandas de country e rock, que se apresentarão em dois palcos. Para participar basta levar uma lata de leite em pó – as arrecadações serão destinadas ao Banco de Alimentos.

Evento ocorre neste fim de semana (13 e 14), das 12h às 22h. Entrada: uma lata de leite em pó, que será destinada ao Banco de Alimentos | Foto: Helber Aggio/PSA

A idealizadora do festival, Monika Cavalera, comenta sobre o evento. “Faremos um encontro bem especial e repleto de novidades com a temática junina, incluindo comidas típicas desta época, correio elegante, touro mecânico infantil e adulto, entre outros. A presença de uma mini Kombi, que trará cervejas com a marca do evento, é um dos destaques. A estreia de espetarias também é uma grande novidade no Beer’s Arraiá, incluindo cortes de carnes nobres. Teremos ainda novas opções de doces e a participação da Kombosa Shake, que trará receitas não alcoólicas e alcoólicas, como a que inclui whisky Jack Daniel's na receita”, destaca.

O tema sustentabilidade também fará parte do Beer’s Arraiá. De acordo com os organizadores, haverá a participação da Sea Shepherd Conservation Society, organização sem fins lucrativos focada na conservação de seres marinhos. A proposta é diminuir a quantidade de resíduos no evento e, para isso, serão comercializados copos reutilizáveis.

Para animar ainda mais o público, a programação musical está caprichada. No sábado, dia 13, a Acoustic Folk Duo se apresenta às 13h30 e às 15h30, no palco 2 e a banda Texas Flood toca no palco 1, às 14h30 e às 16h30. Os integrantes da Fever - Aerosmith Cover se apresentam às 18h no palco 2. Para fechar a noite, a banda Killers - Kiss Tributo recepciona o público a partir das 20h no palco 1.

No domingo, dia 14, a programação começa com a Família Bourbon, a partir das 13h, no palco 2. A banda retorna às 15h30 no mesmo local. Às 14h30 é a vez de O Bardo e o Banjo, no palco 1 - a segunda apresentação do grupo está marcada para as 16h30. A Supertramps inicia o show, no palco 2, às 18h, e quem encerra os shows do evento é a Alcohollica (Metallica), às 20h, no palco 1.

Mulheres pobres e negras no Brasil têm menos filhos, aponta estudo da ONU

Redação

O Brasil passou por uma forte queda de fecundidade, nas últimas décadas, com uma média atual de 1,7 filhos por mulher, mas a taxa declinou de forma considerável entre as mulheres mais vulneráveis, grupo que compreende as mulheres mais pobres e as mulheres negras. É o que demonstra um levantamento apresentado nesta última quinta-feira (11), por ocasião do Dia Mundial de População. Com o título "Fecundidade e Dinâmica da População Brasileira", a publicação foi elaborada pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e busca traçar um retrato populacional e de desenvolvimento do País.

O  maior acesso aos serviços e informações sobre métodos contraceptivos foi fundamental para que todas as mulheres, inclusive negras e pobres, conseguissem planejar melhor suas famílias | Foto: Freepik

Conforme mostra o documento, entre as mulheres que integram os 20% mais pobres da população, a taxa de fecundidade caiu de 3,92 por mulher, em 2001, para 2,90 em 2015, o que corresponde a quase um filho a menos. Em comparação, entre as 20% mais ricas, a queda foi de 1,41 para 0,77. O cenário é parecido quando levadas em consideração a raça/cor: entre as mulheres pretas, a taxa de fecundidade caiu de 2,75 (2001) para 1,88 (2015). As mulheres pardas que, em 2001, tinham em média 2,65 filhos, apresentaram média de 1,96 em 2015. No mesmo período analisado, a mulher branca, que tinha 2,10 filhos, em média, passou a ter 1,69.

Os dados demonstram que maior acesso aos serviços e informações sobre métodos contraceptivos, em larga escala, foi fundamental para que todas as mulheres, inclusive negras e pobres, conseguissem planejar melhor suas famílias, fator importante no empoderamento e engajamento dessas mulheres na vida produtiva. O representante do Fundo de População das Nações Unidas no Brasil, Jaime Nadal, explica que tudo isso reflete as mudanças socioeconômicas que o País atravessou, além de importantes avanços na garantia do acesso à saúde sexual, reprodutiva e direitos.

"Alguns dos fatores responsáveis por isso são a melhoria no acesso aos serviços em saúde sexual e reprodutiva, além do acesso à informação e ao sistema de saúde de uma maneira geral. No Brasil, o Sistema Único de Saúde (SUS) é um grande responsável pela melhoria no acesso à contraceptivos e a informações. Além disso, é importante destacar que a melhoria nos índices socioeconômicos também vem resultando em melhoria para esses indicadores", afirma.

O Brasil tem, hoje, uma taxa de prevalência de uso de contraceptivos equivalente a 77%. Há 25 anos, em 1969, apenas 35% das mulheres casadas ou em algum tipo de união utilizavam algum método para postergar ou evitar a gravidez, o que comprova, na prática, as mudanças vistas nas configurações familiares de todo o País.

O representante do UNFPA ressalta que é necessário continuar investindo em serviços de qualidade e informação, para que mais mulheres possam ter exatamente o número de filhos que desejam e para que não haja demandas não satisfeitas em contracepção, nem desigualdades associadas às taxas de fecundidade. A publicação foi feita com base em informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), como a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios e o Censo Demográfico de 2010.

Dia Mundial da População

O estudo reforça o tema deste ano para  o Dia Mundial da População, "25 anos da Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento: acelerando a promessa". Com base nos avanços conquistados, o Fundo de População promoveu a ação "Mais que minha mãe, menos que minha filha", e foi às ruas para convidar as pessoas a refletirem sobre as mudanças e os desafios encontrados na agenda de população e desenvolvimento e no acesso a seus direitos.

"A Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento representou uma mudança de paradigma na forma como o mundo passou a encarar os direitos reprodutivos, concordando em colocar as pessoas em primeiro plano e empoderando mulheres, para que todas as pessoas pudessem decidir quando e se terá filhos, e quantos. Isso é fundamental para alcançar o desenvolvimento sustentável", afirmou o representante do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no Brasil, Jaime Nadal.

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) é a agência de desenvolvimento internacional da ONU que trata de questões populacionais. Desde sua criação, tem sido um ator chave nos programas de desenvolvimento populacional. Os principais objetivos do UNFPA, desde então, são ampliar as possibilidades de mulheres e jovens levarem uma vida sexual e reprodutiva saudável, acelerar o acesso universal à saúde sexual e reprodutiva, incluindo o planejamento familiar voluntário e a maternidade segura, e a busca da efetivação dos direitos e oportunidades para as pessoas jovens.

Endocrinologista pediátrica comenta as principais dúvidas sobre puberdade precoce

Redação

Puberdade precoce é um assunto que preocupa muitos pais. Assim, a especialista em endocrinologia pediátrica pelo Instituto da Criança da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), Vanessa Radonsky, comenta as principais dúvidas que aparecem em seu consultório sobre este tema.

A puberdade precoce em meninas acontece antes dos oito anos de idade, nos meninos antes dos nove anos. Aparecimento de pelos pubianos e odor axilar são alguns dos sintomas | Foto: reprodução

A médica, que também é especialista da Clínica Croce, comenta ainda que é preciso fazer exame clínico detalhado, incluindo a dosagem dos hormônios, e uma avaliação da idade óssea para que o médico possa analisar o estágio de maturação e puberdade dessa criança, se for o caso.

Como identificar se meu filho está entrando na puberdade precoce?
Vanessa Radonsky (VR) - A puberdade precoce é caracterizada pelo aparecimento de caracteres sexuais secundários. Em meninas acontece antes dos oito anos de idade e nos meninos antes dos nove anos. Caracteres sexuais secundários nas meninas são o aparecimento da mama e dos pelos pubianos. Nos meninos, também surgem os pelos pubianos e o aumento no volume testicular e do comprimento peniano.

Quais são as principais causas de puberdade precoce?
VR - A puberdade precoce é considerada idiopática, sem causa definida, em 90% das meninas. Já nos meninos essa incidência é menor. Uma investigação criteriosa pelo endocrinologista pediátrico deve ser realizado, para afastar alguma causa patológica como um tumor e malformação de sistema nervoso central ou exposição a esteroide.

Menstruar antes dos oito anos de idade é um problema?
VR - A menstruação é a última etapa do desenvolvimento da menina, já que antes ocorre o aparecimento das mamas e dos pelos pubianos. Quanto mais cedo ela menstruar, antes ocorrerá o fechamento da cartilagem de crescimento e menor será a sua estatura final, portanto, pode afetar o crescimento.


Quais os outros sinais da puberdade?
VR - Além dos caracteres sexuais secundários, percebemos uma irritabilidade comum em meninos e meninas, odor axilar, aceleração na velocidade do crescimento e espinhas.

quinta-feira, 11 de julho de 2019

“Chocolate cake” é tendência nos cabelos

Redação

Quem pretende mudar o visual dos cabelos neste inverno pode apostar no básico cabelo castanho, porém numa versão repaginada, conforme comenta o hairstylist Carlos Lima.

Estilo traz mechas suaves em nuances que lembram as camadas de um bolo de chocolate| Foto: Pinterest/MF Press Global 

"Esse novo visual conta com mechas muito suaves em nuances que lembram as camadas de um bolo de chocolate. Essas mechas proporcionam um ar iluminado ao tradicional castanho, e um efeito de brilho aos tons de marrom profundo", explica Lima.

Além disso, ele alerta também para os cuidados necessários para a manutenção do visual “chocolate cake”, pois como o visual é construído com tons mais quentes, “a manutenção é fundamental para que o cabelo não desbote ou fique com o tom avermelhado em evidência”. Então, é necessário fazer a manutenção com linhas de produtos para cabelos coloridos, pois estes possuem tratamento antioxidante.


Dia Nacional do Homem alerta sobre os cuidados com a saúde

Redação

O Dia Nacional do Homem, comemorado em 15 de julho, foi criado no calendário da saúde para lembrar aos homens sobre a importância de cuidar da saúde. A psicóloga e membro do comitê científico do Instituto Lado a Lado pela Vida, Vera Bifulco, comenta que ao contrário das mulheres, que tem a essência do cuidar dentro delas, os homens não têm esse hábito na rotina.

O exame de toque retal deve ser realizado a partir dos 45 anos (para quem tem histórico familiar ou homens negros) e 50 anos aos demais | Foto: reprodução

"Dificilmente, eles procuram os médicos para fazer prevenção e, por vezes, quando isso ocorre, a doença já está em estágio avançado. A ida ao médico com objetivo de intensificar a prevenção deveria ser incorporada pelo público masculino. É uma mudança cultural necessária”, afirma Vera.
Claro, não é uma regra, porém alguns homens só vão ao consultório quando solicitado pela esposa, companheira ou filhos, mesmo sabendo que a chance de cura é maior em diagnósticos precoces.

Quando o assunto é exame do toque retal, fundamental para diagnosticar o câncer de próstata, cuja recomendação se dá a partir dos 45 anos (para quem tem histórico familiar ou homens negros) e 50 anos aos demais, o tabu é ainda maior.  Embora a conscientização esteja aumentando, desde o lançamento da Campanha Novembro Azul, criada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, muitos homens ainda têm medo. Além disso, dentre os que fazem, há aqueles que não comentam no trabalho que fizeram por vergonha.

"O preconceito que permeia o exame de toque é proveniente de uma cultura machista. Ao longo dos tempos a região anal fora associada à sexualidade promiscua e o uso dessa região para obtenção de prazer foi deslegitimado aos homens. Infelizmente, esta ideia ainda está bastante arraigada em nossa cultura, o que faz com que muitos homens se recusem a realizar o exame em uma tentativa quase irracional de 'preservar' a masculinidade", explica a psicóloga.

Apesar da cultura, os médicos já têm observado um aumento da procura dos homens pelos consultórios, sobretudo pela força da Campanha Novembro Azul, e por parte do público mais jovem. "Hoje, vemos uma geração mais preocupada com a saúde, que se alimenta melhor, realiza exercícios físicos e está mais atento aos cuidados pessoais", analisa Vera.

Entretanto, no seu entender, enquanto a mulher tem a essência do 'cuidar' dentro dela, o homem se volta para o trabalho e a realização profissional, o que explica a presença mais feminina nas consultas médicas.

Saúde do homem está entre as bandeiras do Instituto Lado a Lado pela Vida 
Por causa desse histórico, o Instituto Lado a Lado pela Vida foi criado, em 2008, com a missão de levar informação sobre saúde do homem. O objetivo das ações é conscientizá-los sobre a importância da mudança de hábitos para a adoção de um estilo de vida mais saudável, sempre destacando ações de prevenção e conscientização, com alertas principalmente para as doenças cardiovasculares e oncológicas, em especial aos cânceres de próstata, pênis, testículo, pele/melanoma e pulmão.

Advogado Sérgio Tannuri lança ebook gratuito sobre direitos dos pacientes

Redação

A saúde é o maior bem do cidadão e seus direitos estão respaldados pela Constituição Federal. São tantas dúvidas, que o advogado especializado em defesa do consumidor, Sérgio Tannuri, elaborou um ebook com as principais informações sobre os Direitos do Paciente e Familiares, resumidos em dez capítulos e explicados em linguagem acessível e didática.

O ebook do advogado e jornalista, Sérgio Tannuri, pode ser baixado gratuitamente | Foto: divulgação

“Diariamente recebo e-mails com perguntas sobre planos de saúde, direitos ao serviço público, como reclamar na ANS e até golpes. Num universo de 190 milhões de pessoas atendidas pelo SUS e milhares de pessoas perdendo planos de saúde pela crise econômica, o ebook é a forma que posso contribuir para que o as pessoas conheçam seus direitos e deveres para reivindicar atendimento eficaz e colabore para melhorar o ambiente de acolhimento de saúde público e privado”, esclarece Tannuri, que também é jornalista e usa sua habilidade de comunicação para esclarecer os direitos do cidadão.

Todos têm direito às ações e serviços necessários para a promoção, proteção e  recuperação de sua saúde, incluindo a realização de consulta médica e exames nas unidades do SUS (artigos 196 e 198, II, da Constituição Federal, artigos 5º., III e 7º., II, da Lei 8.080/90), com direito ilimitado à realização de consultas, exames e internações. Pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC), o Art 6, do Capítulo III, dos Direitos Básicos, garante a proteção à vida, saúde e segurança contra os riscos provocados por práticas no fornecimento de produtos e serviços considerados perigosos ou nocivos.
Entre os principais direitos dos pacientes e familiares estão:

1. Paciente internado menor de 18 anos e idosos (60 anos ou mais) têm assegurado um acompanhante - um dos pais ou responsável devendo o estabelecimento de saúde fornecer condições para a sua permanência em tempo integral.

2. A parturiente tem direito à internação hospitalar para a realização de parto nos hospitais públicos e/ou conveniados ao SUS. Em estado avançado de trabalho de parto, o estabelecimento de saúde não pode recusar atendimento e é direito da gestante decidir o tipo de parto e escolher técnicas que aliviem a sua dor. Fica também garantido às gestantes o direito de ter um acompanhante durante todo o período de trabalho de parto, parto e pós-parto imediato, de acordo com a Lei 11.108/05. O acompanhante terá direito a acomodações adequadas e às principais refeições durante a internação.

3. Todos têm direito de obter, gratuitamente, aos medicamentos necessários para o tratamento da sua doença, mesmo que não esteja na lista oficial dos chamados medicamentos essenciais. É necessário ter o Cartão Nacional de Saúde, que pode ser obtido aqui.

4. É dever do médico prescrever a receita médica de forma legível, para que o paciente e o farmacêutico entendam o que foi prescrito, assim como o paciente tem direito à todas as informações sobre seu caso, que devem estar anotadas em seu prontuário de forma legível, incluindo diagnóstico, tratamentos, medicamentos, exames realizados, hipóteses de diagnóstico, tratamentos, evolução do quadro, entre outras informações.

5. No caso de hospitais particulares, o paciente deve ter acesso a todos os preços cobrados pelos serviços médicos e hospitalares, bem como todas as contas relativas aos tratamentos, medicamentos, taxas hospitalares e procedimentos realizados.

6. O atendimento em domicílio (home care), permite ao paciente ser internado em sua própria residência, como cuidado intensivo e multiprofissional, é direcionada a pacientes portadores de doenças crônicas ou agudas. A internação especial não é um desejo do paciente, e sim indicação médica para resguardar a saúde e propiciar o tratamento adequado.

7. É dever do paciente estar em mãos com documentos em dia, tais como carteira de identificação com foto, CPF, cartão do plano de saúde ou número do SUS, guias de autorização para exames (ou a recusa do plano de saúde) e comprovante de residência (em alguns casos). É obrigação também que o paciente honre seus compromissos financeiros com o hospital, saldando as dívidas com a instituição e os profissionais envolvidos no tratamento.

8. O paciente com câncer pode sacar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), tem isenção do imposto de renda na aposentadoria e, quando há alguma limitação física, descontos em impostos na compra de veículo adaptado. O paciente com câncer, dependendo do preenchimento de determinados requisitos, pode usufruir de inúmeros direitos.

9. Planos de Saúde – há várias modalidades de planos, mas para todo e qualquer plano de saúde é vedado o estabelecimento de prazo máximo de internação hospitalar, seja em enfermaria, apartamento ou leitos de alta tecnologia (CTI, UTI ou similares). É proibida, em qualquer situação, a exigência de cheque-caução, depósito de qualquer natureza, nota promissória ou quaisquer outras formas de garantia de pagamento por parte da rede prestadora no ato ou anteriormente à prestação do serviço.

10. Golpes aplicados em pessoas que têm parentes internados em UTIs chamaram a atenção de órgãos de defesa do consumidor, nos últimos anos, e avisam sobre a prática do golpe e pedem assinem um documento. Atenção: a responsabilidade pelo vazamento de informações sigilosas sobre os pacientes é dos hospitais.

Especialista fala sobre a importância de desenvolver habilidades nos relacionamentos interpessoais

Redação Podemos definir relacionamento interpessoal como a ligação, conexão ou vínculo entre duas pessoas, ou mais pessoas, dentro de um d...