segunda-feira, 30 de abril de 2018

Dez dicas para organização do tempo

*Por Marco Tulio Costa

Um dos principais desafios é saber como gerenciar a nossa mente e, o primeiro passo, para que isso aconteça, é entender que há uma diferença entre expectativa e meta.

Costumo dizer que uma meta é uma "expectativa com pernas", ou seja, ela impulsiona e te leva para onde você quiser, porém, essa caminhada deve ter passos específicos. Só assim, atingimos o objetivo esperado.

Um dos primeiros pontos para gerenciar melhor seu tempo é definir metas e estabelecer uma linha do tempo, ou seja, estipular o que deve acontecer em cada mês até o final do ano.

Dica 1: Toda meta deve responder as seguintes perguntas: É possível no período de tempo determinado? É relevante para você?  É específica? É mensurável? Tem ação imediata?

Dica 2: O estado desejado desta meta deve ser algo grandioso. Imagine como se tivesse atingido esta meta. Quem estará com você? Quais imagens, sons e sensações você percebe neste exercício mental?

Dica 3: Aproveite cada momento do seu tempo. Se, por exemplo, ocorrer um atraso na reunião com sua equipe, limpe sua caixa de e-mails ou coloque em dia alguma leitura que você precise fazer. Maximize a utilização do seu tempo.

Dica 4: Tudo na vida tem início, meio e fim. Existe algo na sua vida que você precisa "matar" antes que a vida determine o fim? Muitas pessoas perdem tempo com situações que não valem mais a pena. Fica a dica.

Dica 5: Tentar fazer tudo e ser tudo vai te exaurir! Faça bloqueios de tempo para seu descanso. Muitas vezes, bloquear dez minutos do seu tempo pode te dar mais impulso e até ideias novas.

Dica 6: Existe alguma coisa que você está fazendo que outra pessoa poderia fazer para te liberar tempo? Delegue sempre que possível.

Dica 7: A preocupação é um desperdício de tempo. Viva o momento presente. Quando estiver cansado, feche os olhos. Quanto tiver fome, coma pão. A questão é: com o que você se ocupa ao invés de preocupar-se?

Dica 8: Desista de reclamar das coisas e das pessoas. Gaste seu tempo produzindo coisas novas. Use lista de prioridades, organize sua mesa de trabalho e faça coisas pela sua ordem de importância.

Dica 9: Tome nota por escrito e responda as seguintes perguntas: Qual o problema? Quais são as causas do problema? Quais são as possíveis soluções? Qual a melhor solução?

Dica 10: Tenha uma conversa de cada vez. O trabalho, relacionamentos e vida são bem-sucedidos ou fracassam dependendo das nossas conversas.

Pense sempre no seguinte: "Como passamos nossos dias é como passamos as nossas vidas".

*Marco Tulio Costa é professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) nas áreas de Empreendedorismo, Programação Neurolinguística, Gestão de pessoas, Liderança, Comunicação, Negociação e Estratégia de Empresas. Atualmente, também é coach, professor e palestrante, prestando serviços de consultoria e treinamentos em todo o território nacional nas áreas de liderança, comunicação, negociação, gestão e vendas. Para mais informações acesse www.inemp.com.br.



sexta-feira, 27 de abril de 2018

Oito em cada dez brasileiros não pretendem ter filhos nos próximos anos

Da redação

Nos próximos dois anos, 79% dos brasileiros em idade fértil não pretendem ter filhos, sobretudo os moradores dos estados do Sul (87%). É o que mostra a pesquisa Ibope Inteligência realizada em março deste ano e divulgada este mês. Até 2020, apenas 17% dos entrevistados declararam a intenção de ter um filho, por meio de gravidez e somente 2% tem a intenção de adotar uma criança.

Até 2020, apenas 17% dos entrevistados declararam a intenção de ter um filho | Foto: Freepik 
Foram entrevistadas 1.491 pessoas em idade fértil, sendo homens com idade entre 16 e 60 anos e mulheres com idade entre 16 e 45 anos, em 140 municípios do País, entre os dias 15 e 19 de março de 2018. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total das amostras.

Essas informações foram coletadas utilizando o BUS, pesquisa do Ibope Inteligência representativa da população brasileira realizada todos os meses, a partir de perguntas de diferentes clientes.



quinta-feira, 26 de abril de 2018

Projeto itinerante de teatro ocorre no ABC neste fim de semana

Da redação

O Paço Municipal de São Bernardo do Campo (Praça Samuel Sabatini, Centro) sedia o projeto “Emcena Brasil”, neste fim de semana (28 e 29), das 15h às 21h.

Projeto "Emcena Brasil" já passou por mais de 350 cidades | Foto: divulgação
Com acesso gratuito, o público verá apresentações teatrais e terá oficinas recreativas. Com a máxima “ o artista vai onde o povo está”, o “Emcena Brasil” já passou por mais de 350 cidades e atingiu um público estimado em 1,5 milhão.

Programação  

1º dia –  sábado
15h
Atividades recreativas
A mala estampada
Contação de histórias
Oficina de dobradura

17h
A menina e o sabiá (teatro para crianças)

19h
Cine Curta Brasil (cinema)

20h
Circo de dois


2º  dia – domingo
15h
Atividades recreativas
A folia no terreiro do seu Mané Pacarú
Teatro de mamulengo
Oficina de desenho

17h
O  reino bruxólico da bruxa Serafina Chinfrim
Teatro para crianças

19h
Convidado local: atração artística da cidade

20h
A Mandrágora (teatro para adultos)




quarta-feira, 25 de abril de 2018

Hábitos alimentares refletem na qualidade da digestão

Da redação

A saúde digestiva está relacionada com hábitos alimentares, afirma a nutricionista da Santa Casa de Mauá, Elenice Neves da Silva. Ela explica que o sistema digestivo é um tubo que mede 11 metros de comprimento, da boca ao ânus, e sua função é a decomposição dos alimentos: ingestão, mastigação, digestão, absorção, assimilação e defecção.

sistema digestivo é um tubo que mede 11 metros de comprimento | Imagem: reprodução
"Há alimentos com moléculas mais duras,  que são quebradas por ajuda de bactérias da flora bacteriana e, assim, ocorre a absorção de alguns nutrientes e vitaminas do intestino grosso para o nosso sangue. Por isso, é muito importante mantermos o intestino grosso limpo de matérias orgânicas apodrecidas, pois a microbiota intestinal reflete nossa saúde, alergias, imunidade, diarreia, obstipação, desarranjos intestinais e intolerâncias alimentares", explica a nutricionista.

Os alimentos que ajudam a flora intestinal é uma boa escolha para manter a saúde em dia, já que a flora intestinal nada mais é que um grupo de bactérias que vivem no intestino para auxiliar em vários processos como a digestão. No intestino habitam 4 milhões de micro-organismos, principalmente as bactérias que são benéficas para  a saúde. "A diarreia, a acidez, o excesso de fibra e alguns medicamentos podem diminuir a quantidade dessas bactérias que seu corpo precisa. A boa notícia é que existem muitos alimentos que ajudam a regenerar sua flora intestinal", afirma.

Dessa forma, para combater ou prevenir o problema intestinal e fazer com que a flora intestinal funcione corretamente, é preciso adotar hábitos mais saudáveis, iniciando pela alimentação. Veja algumas dicas:

Nozes: excelente fonte de manganês e zinco, que atuam na reparação da mucosa intestinal.
Alho e cebola: possuem  uma substância conhecida como cisteína, a qual é um ótimo oxidante.
Iogurtes com probióticos: ótimos estimulantes da multiplicação das boas bactérias do intestino que aumentam a capacidade de absorção de nutrientes.
Chocolate amargo: quando é puro e de boa qualidade, pode conter mais probióticos do que produtos lácteos.
Frutas cítricas: boa escolha para a flora intestinal, tais como o limão, laranja, tangerina, acerola e outras que ajudam a proteger contra o câncer e ajudam na produção de colágeno.
Soja: auxilia na reconstrução do tecido epitelial de revestimento do intestino.
Ovo: a gema é uma excelente fonte de ácido pantotênico, que juntamente com o ácido ascórbico, atuam na produção de colágeno que é muito benéfico para a flora intestinal.
Castanha do Pará: alimento rico em selênio, um antioxidante que atua na reparação da mucosa com danos.
Água: muito importante para o organismo, não somente por causa da hidratação que promove, mas também por ter um papel fundamental em todas as outras funções do corpo. A água é essencial para o processo de eliminação das fezes.

Evite também alimentos que prejudicam a flora intestinal como alimentos industrializados, embutidos em geral, bebidas gaseificadas, bebidas alcoólicas, entre  outros. Vale lembrar também que o estresse e a falta de atividade física também prejudicam a flora intestinal. Evite ainda comer deitado para não gerar refluxo gástrico, jejum prolongado, álcool e fumo, respirar pela boca e fazer exercício físico, após grandes refeições.



terça-feira, 24 de abril de 2018

Festa do Pilar começa neste sábado em Ribeirão Pires

Da redação

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires realizará a 82ª edição da Festa de Nossa Senhora do Pilar de 28 a 30 de abril e 1º de maio, na Avenida Santa Clara, s/nº, no bairro Santa Clara. O festejo faz parte da agenda de ações para o estímulo do turismo no município, com o objetivo de manter o título de Estância Turística. O evento – com entrada gratuita - reúne programação cultural, religiosa e gastronômica.

O aspecto litúrgico é responsabilidade da comunidade da Paróquia Santa Luzia | Foto: divulgação 
O prefeito Adler Teixeira, conhecido como Kiko, ressalta a importância da festa. "Estamos trabalhando para resgatar nossa história, nossas riquezas e, o mais importante, o orgulho de viver em Ribeirão Pires. A retomada das tradicionais festas, como a do Pilar, e as ações de preservação do patrimônio ajudam na construção da identidade de nossa cidade. A ação reforça o que foi debatido pela Comissão responsável pela elaboração do Plano Diretor de Turismo, documento que atende exigências de manutenção do título de Estância da nossa cidade", explica.

Neste ano, os destaques ficam por conta da cantora sertaneja Paula Fernandes, que sobe ao palco da festa no dia 28 de abril, às 21h, e a consagrada cantora católica, Olívia Ferreira, que se apresenta no dia 1º de maio, a partir das 18h.

 "Tenho certeza que será um show lindo. Fico muito honrada e feliz em participar de uma festa tão tradicional como essa em Ribeirão Pires. Espero todo mundo lá, cantando, porque estamos preparando um repertório bem especial", afirma a cantora Paula Fernandes, que se apresenta na cidade pela primeira vez.

No sábado (28), a programação da festa tem início com a apresentação do cantor Val Machado, às 17h. Em seguida, às 18h, a cantora Thainá Cardoso faz a abertura para o show de Paula Fernandes, que encerra o primeiro dia de festejos. Também às 18h será celebrada missa na Capela.

Já no domingo (29), será realizada a tradicional Cavalgada e Romaria em homenagem à Nossa Senhora do Pilar. Com a concentração marcada para 9h, no Complexo Ayrton Senna, os romeiros têm como destino a Capela do Pilar. A programação cultural terá início às 17h, com o melhor da música sertaneja raiz da dupla João Ramalho & Ulian. A festa continua com Leon Félix, às 18h, seguido pelo cantor Eric Russi, às 21h. Também às 18h de domingo será realizada missa na Capela.

Na segunda-feira (30), a partir das 19h30, a programação religiosa contará com a celebração de missa na Capela. No feriado de 1º de maio (terça-feira), a tradicional missa do Dia do Trabalho terá início às 10h, na Capela do Pilar. Às 14h, será realizada a Caminhada Mariana, com saída do trevo da Estrada Santa Clara e destino à Capela do Pilar. Em seguida, será celebrada Missa Campal, prevista para 16h. A programação cultural fica por conta da cantora católica Olívia Ferreira, às 18h, e da dupla sertaneja Allan e Maicon, que sobe ao palco às 21h, encerrando a 82ª edição da festa.

Sobre a Festa do Pilar
Criada em 1936, o evento de cunho religioso promoveu, nas primeiras edições, apenas romaria em dedicação à Virgem do Pilar. Em 1978, a Prefeitura oficializou a festa e passou a dar apoio nos preparativos e estrutura do evento. O aspecto litúrgico (missa, missa campal, romaria, entre outros) é responsabilidade da comunidade da Paróquia Santa Luzia.




Livro aborda escravidão no Brasil sob uma perspectiva jurídica

Da redação

Compreender a escravidão no Império brasileiro sob uma perspectiva jurídica. Esta é a proposta que o procurador da Fazenda Nacional, André Barreto Campello, traz no lançamento do "Manual Jurídico da Escravidão: Império do Brasil", que chega às principais livrarias do Brasil em maio, em formato impresso e digital, pela editora Paco Editorial.

Publicação chega às livrarias em maio | Foto: divulgação 
O livro aborda de forma incomum a escravidão negra no Brasil no século XIX e lança uma perspectiva diferente a respeito do sombrio universo do cativeiro negro no País. O trabalho proporciona ao leitor a realidade e a dinâmica jurídica do sistema que causa impactos ainda hoje no Brasil, com os reflexos do trabalho escravo e o preconceito racial.

Sobre o autor
Além de procurador da Fazenda Nacional (PFN/MA), Campello é membro da diretoria do Sindicato dos Procuradores da Fazenda Nacional - SINPROFAZ. Especialista em Docência Superior e Pesquisa no Ensino Superior. Atuou como advogado da União, procurador federal, analista judiciário e conciliador federal. Foi membro eleito do Conselho Superior da Advocacia- Geral da União; docente da Faculdade São Luís e professor substituto da UFMA.



segunda-feira, 23 de abril de 2018

ABC ganha unidade do restaurante Calle 54

Da redação

O Calle 54 do Shopping ABC, em Santo André, abre as portas ao público nesta sexta-feira (27). O restaurante  é a quinta loja da rede e primeira localizada dentro de um centro de compras. O novo espaço ocupará 260 metros quadrados do Piso 1 e terá capacidade para acomodar até 110 visitantes.

Atualmente, o Calle 54 possui quatro unidades, sendo três delas em São Paulo e uma em São José dos Campo | Foto: divulgação
Inaugurado em 2013, o Calle 54 dedica um menu para servir os melhores cortes portenhos, como bife de chorizo, bife de lomo e ojo de bife. Além das mais de dez opções de cortes nobres, servidos com diversos acompanhamentos, o cardápio traz as tradicionais empanadas argentinas como entradas, e as sobremesas, entre elas, o pudim de leite condensado servido na lata.

O sócio-proprietário do Calle 54, Otavio Faggion, fala sobre a nova unidade. “Somos conhecidos por oferecer pratos tradicionais da Argentina, especialmente pela qualidade e variedade nos cortes de carnes. O Grande ABC acompanha a expansão da gastronomia e nós também queremos prestigiar as famílias da região. Tenho certeza que será uma grande parceria”.

Já a gerente de marketing do Shopping ABC, Joyce Fabbrini, destaca a parte gastronômica do centro de compras. “Nós estamos muito felizes em receber a primeira unidade do Calle 54 da região. Temos como compromisso trazer as melhores experiências para os nossos visitantes e esta inauguração vem para reforçar o pilar gastronômico do empreendimento. Será um grande sucesso!”.

 Atualmente, o Calle 54 possui quatro unidades, sendo três delas em São Paulo e uma em São José dos Campos. O nome do restaurante foi criado para homenagear a Argentina, país que é referência em cortes de carne. Calle significa “rua” em espanhol e 54 é o DDI da Argentina.

O Shopping ABC se prepara para inaugurar, ainda em 2018, outros três restaurantes: Pecorino, Jangada e Kharina. Junto com o Calle 54 e os já instalado Temakeria & Cia, as novidades consolidarão uma ala gastronômica no Piso 1 do empreendimento, que fica na Avenida Pereira Barreto, 42, na Vila Gilda .



sexta-feira, 20 de abril de 2018

Igualdade econômica pode manter casais unidos, aponta pesquisa

Da redação

 Os tempos mudaram, assim como os relacionamentos. Embora hoje as pessoas se casem por amor, a renda também faz parte da decisão de se casar, em muitos casos. E se a renda for igual ou muito parecida, a chance do casamento dar certo é bem maior e o risco de separação diminui, segundo um estudo da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, que acaba de ser divulgado.

“O dinheiro jamais será a base de um relacionamento verdadeiro”, afirma a psicóloga Marina Simas de Lima | Imagem: reprodução
Assim, a igualdade de renda parece oferecer aos casais mais estabilidade e reflete a crescente divisão socioeconômica na vida familiar. A pesquisa deixou claro que os recursos combinados do casal são muito importantes para a satisfação conjugal.

Para a psicóloga Marina Simas de Lima, cofundadora do Instituto do Casal, a pesquisa internacional corrobora com estudos feitos por sociólogos e economistas no Brasil e na América Latina, que mostram a crescente tendência de escolher parceiros com características socioeconômicas semelhantes. “Esse fenômeno social é chamado de casamento seletivo. Hoje, as pessoas realmente procuram escolher parceiros (as) que tenham o mesmo nível de educação, de cultura e de renda para se casar”.

Marina comenta que para um relacionamento funcionar é realmente preciso ter mais semelhanças do que diferenças. “Isso não quer dizer que o amor não possa surgir entre pessoas com renda, gostos e nível educacional diferentes. Mas, com o passar do tempo, pode ser que essas diferenças comecem a pesar na dinâmica do casal e diminuir a satisfação com o relacionamento”.


A realidade hoje é muito diferente do que era há 20, 30 anos, quando a mulher não trabalhava e se dedicava aos filhos e ao lar. Outro ponto importante é que a igualdade na renda elimina a dependência econômica e a disputa pelo poder, pois antigamente quem ganhava mais, teoricamente, podia mais no casamento e, com isso, havia casos de submissão na relação.

Mas a psicóloga destaca ainda que “o dinheiro jamais será a base de um relacionamento verdadeiro” e, sim, um vínculo afetivo sólido e sincero poderá construir uma história saudável e feliz.



quinta-feira, 19 de abril de 2018

Veterinária orienta como passear com cachorro

Da redação

Ao caminhar pelas ruas é comum encontrar pessoas passeando com cães. O passeio, aparentemente simples, esconde cuidados que, se não realizados, transforma o momento que deveria ser divertido, em uma ocasião estressante para o animal. Por isso, é preciso ter em mente que este momento é do animal e não da pessoa que o leva. Para proporcionar uma recreação prazerosa a  veterinária e fundadora da Pet Anjo, Carolina Rocha, separou algumas dicas.

Todo cachorro precisa ter 30 minutos de passeio diário, pelo menos | Foto: reprodução  
Escolha uma rota tranquila: tente procurar um caminho mais arborizado e sem muito tumulto. Os episódios mais estressantes para os animais são: aproximação de outros cães, pessoas desconhecidas querendo fazer carinho, impedir que o cão fareje e faça as necessidades, barulho de skate, bicicleta, moto e crianças correndo. Evite essas situações;

Preste atenção aos sinais corporais: medo, ansiedade, agressão, latidos, brincadeiras e temperatura corporal, principalmente aos animais com focinhos curto;

Verifique o ambiente: todo animal é curioso, por isso, atenção aos objetos e restos de alimentos que estão no chão. Machucados como cortes e abrasões também ocorrem, é preciso estar atento ao espaço;

Animais soltos na rua: é preciso observar também se há outros animais abandonados ou sem guia. Ao perceber isso, vire seu animal para o lado oposto ao cão, ou seja, mude de sentido, para que seu pet ignore o outro animal;

Coleira: é importante verificar o estado da coleira e guia, e evitar puxões. Os animais precisam de espaço para cheirar e ter estímulos diferentes;

Lembre-se: todo cachorro, independente da raça, precisa ter pelo menos 30 minutos de passeio diário. Além de estimulação física, a caminhada traz benefícios mentais; Antes de sair para o passeio, mostre ao cachorro que ele está indo para algo divertido, mas calmo.



quarta-feira, 18 de abril de 2018

Poço Azul é destino paradisíaco no Maranhão

Da redação

O Poço Azul é um dos principais atrativos da Chapada das Mesas, uma região exuberante com vegetação típica do cerrado localizada no sul do Maranhão. A atração fica no município de Riachão, a 130 quilômetros (km) de Carolina, no Complexo Eco Turístico Poço Azul.

Local tem águas mornas | Foto: Paula Coelho
O complexo é uma área privada com diversas cachoeiras, piscinas naturais e estrutura para hospedagem e atividades de ecoturismo. As atrações mais famosas possuem acesso por passarelas de madeira construídas em um penhasco fechado por matas com facilidade. A subida exige um pouquinho de fôlego para quem está fora de forma, mas o esforço é recompensado depois de curtir as águas cristalinas dos atrativos locais. O visitante pode ainda atravessar as grandes quedas d’ água e curtir a tirolesa que rasga as matas e atravessa os morros de pedras.

Já o Poço Azul está a 16 km da área central da cidade de Riachão. O local é considerado por muitas pessoas uma das seis maravilhas do Maranhão.  Lá é possível banhar-se nas águas mornas da lagoa, que tem o fundo de calcário e, com isso, há uma visibilidade de 98%. Peixes coloridos, algas e vegetação preservadas fazem do mergulho uma experiência única, como se o turista mergulhasse num enorme aquário natural.

Os passeios podem começar na Cachoeira Santa Paula que na época das chuvas, de janeiro a maio, fica com um volume maior de água. Nos outros meses o volume é menor, mas a coloração fica mais clara, em função do menor volume de chuvas.

Em seguida, o passeio pode ser feito naCachoeira do Moreno, que na verdade é um filete d'água no meio do caminho, onde é possível matar a sede. E, na sequência da trilha, está a Cachoeira Santa Bárbara. Ela recebeu esse nome, pois bem no meio da queda tem uma pedra que lembra a imagem da santa. Ali perto tem a Gruta de Santa Bárbara, onde é possível orar ou meditar. Vale a pena subir a trilha para explorar a Cachoeira dos Namorados, que é mais reservada e, por isso, recebeu esse nome.

Para mais informações sobre hospedagem e passeios clique aqui e acesse a fanpage do Poço Azul Ecoturismo ou ligue (99) 98847-1289.



terça-feira, 17 de abril de 2018

Falta de Vitamina D pode interferir na fertilidade

Da redação

Com a chegada dos meses mais frios do ano, há uma redução nas taxas de colecalciferol, ou vitamina D - como é mais conhecido. O processo de formação da vitamina D ocorre na pele e depende dos raios solares do tipo UVA e UVB - 90% da produção de toda a vitamina D que circula em nosso corpo ocorre nesse processo.  Entre os transtornos do déficit de vitamina D constam  dificuldade para engravidar, mesmo nos tratamentos de fertilização in-vitro.

O processo de formação da vitamina D ocorre na pele e depende dos raios solares | Foto: Shutterstock 
Mesmo em países com alta incidência de exposição solar, como é o caso do Brasil, uma parcela cada vez maior da população encontra-se com níveis insuficientes ou deficientes de vitamina D, o que faz com que toda a comunidade médica fique atenta, conforme comenta o ginecologista e especialista em reprodução humana,  Roberto de Azevedo Antunes, diretor-médico do Centro de Reprodução Humana Fertipraxis.  "O crescente déficit dessa molécula na população pode levar ao descontrole e/ou surgimento de uma série de patologias", afirma.

 A vitamina D é uma molécula que apresenta ação hormonal em diversos processos do nosso organismo. Sua ação mais conhecida se dá na regulação dos níveis de cálcio e fósforo, e sua deficiência ocasiona, entre outros problemas, fragilidade óssea e fraqueza muscular. Ela atua ainda no controle da proliferação de células cancerígenas, na modulação da função cardíaca, na regulação do sistema imune e até no desempenho reprodutivo dos casais.

"Então, a influência da vitamina D na fertilidade humana, apesar de cada vez mais estudada, ainda não é bem elucidada. Estudos em modelos animais evidenciaram que ela possui um enorme efeito sobre a capacidade de gravidez e sua evolução. No entanto, em humanos, ainda há espaço para discussão", explica o médico.

Pesquisas recentes identificaram que déficits dos níveis sanguíneos de vitamina D foram observados em condições que dificultam a gravidez, como na endometriose e na síndrome dos ovários policísticos. Além disso, várias publicações mostraram que homens com níveis mais baixos da vitamina D apresentam piores parâmetros de qualidade seminal e maior dificuldade em engravidar suas parceiras.

Outro estudo recente mostrou que baixos níveis de vitamina D estão relacionados a menores taxas de gravidez em tratamentos de fertilização in vitro. "Quando avaliamos o desempenho de gestações em curso, baixos níveis de vitamina D parecem também estar ligados a piores resultados obstétricos. Dentre eles destacam-se maiores taxas de abortamentos e de doença hipertensiva ligada à gravidez", acrescenta.

Diferentemente do que ocorre com a prevenção de fraturas e da saúde óssea, onde a reposição de vitamina D é comprovadamente eficaz, ainda não é claro se a reposição de vitamina D auxilia na prevenção de problemas na gravidez ou na melhora dos resultados de tratamentos de fertilidade.

A grande pergunta que a comunidade médico-científica segue tentando responder é se a reposição de vitamina D nessas situações é válida ou não. Até o momento as principais sociedades de obstetrícia e medicina reprodutiva não recomendam reposições altas de colecalciferol para mulheres em idade fértil, mesmo durante a gestação. "Essa é uma área de muito debate e com muitos estudos sendo realizados, de modo que, a qualquer momento, essa posição pode ser revista", conclui Antunes.




segunda-feira, 16 de abril de 2018

Médica alerta para os cuidados com a saúde vocal

Da redação

O Dia Mundial da Voz é comemorado hoje (16), então, os especialistas reforçam os cuidados para preservar a saúde vocal. A fonoaudióloga Ana Lúcia Duran - da clínica Zambotti & Duran, da capital paulista - alerta para as alterações da voz, que podem ser sinais de doenças, como o câncer de laringe, por exemplo.

Comer maça auxilia na "limpeza" das cordas vocais | Foto: reprodução 
“Qualquer alteração no timbre e na forma de colocar a voz, tosse, pigarreia ou rouquidão frequente já são sinais de que algo não está bem e é preciso investigar”, fala a especialista que listou dez cuidados, que garantem a saúde vocal.

Cuidados com a voz
1. Priorizar a alimentação rica em fibras e proteínas;
2. Ingerir muita água;
3. Não gritar;
4. Falar pausadamente;
5. Evitar bebidas gasosas;
6. Não fumar;
7. Comer maçã diariamente para fazer a "limpeza" das cordas vocais;
8. Manter ar condicionado e as pás dos ventiladores limpas e livre de ácaros;
9. Evitar andar descalço;
10.Evitar banhos muitos frios.



sexta-feira, 13 de abril de 2018

Dermatologista fala sobre mitos e verdades da toxina botulínica

Da redação

A toxina botulínica, popularmente conhecida como botox, é um dos procedimentos estéticos não cirúrgicos mais realizados no Brasil e no mundo, principalmente, por quem busca harmonização e rejuvenescimento facial. O dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Sergio Talarico, desmistifica algumas questões e apresenta curiosidades sobre essa substância que é febre no mundo da estética.

1- Os efeitos da toxina botulínica são imediatos?
Não, de acordo com o médico, o efeito começa a ser notado 48h a 72h após a aplicação da substância. "Os resultados finais podem ser observados após aproximadamente duas semanas da realização do procedimento" esclarece o dermatologista.

2- Além das rugas, a toxina botulínica também pode ser indicada em prol da saúde?
Segundo Talarico, a substância pode apresentar outras finalidades, além do combate às rugas dinâmicas. "O avanço da tecnologia e da medicina nos proporciona ricas descobertas diariamente. Hoje a toxina botulínica pode ser eficaz para o tratamento do bruxismo (hipertrofia masseter), sorriso gengival, assimetrias por contraturas musculares paralisia facial, hiperidrose e enxaqueca crônica. Além disso, estudos médicos mais recentes apontam que a toxina botulínica também pode ser aplicada em tratamentos para dores neuropáticas como, por exemplo, a neuralgia pós herpética (pós herpes zoster) melhorando a qualidade de vida dos seus portadores" relata o médico.

3- A toxina botulínica pode ser aplicada para a prevenção de rugas?
É muito comum pacientes jovens recorrerem a um protocolo, cada vez mais, presente em clínicas, o botox preventivo. Que consiste na aplicação da substância antes das rugas se tornarem estáticas, retardando o envelhecimento facial. "Este protocolo pode sim ser realizado, desde que indicado precisamente pelo médico a partir das condições do paciente, se este tiver predisposição genética a flacidez e rugas, por exemplo, esta pode ser uma medida eficaz. O ideal é que o médico avalie cada quadro e veja se realmente o procedimento é indicado e necessário" alerta o médico.

4- Existe idade mínima para a aplicação da toxina botulínica?
Não existe uma idade mínima estipulada. O ideal é que a pele do paciente seja avaliada por um profissional qualificado (dermatologista ou cirurgião plástico) para devidas orientações, prezando sempre pela saúde e bem-estar. "O início da aplicação depende muito da qualidade da pele, da força da musculatura facial e da frequência que ela é recrutada. O mais frequente é que os indícios das marcas comecem a aparecer após os 30 anos (idade em que, em média, se reduz a capacidade de produzir colágeno), mas dependendo das condições citadas acima isso pode acontecer antes ou depois" explica o profissional.

5- A toxina botulínica dá volume aos lábios?
Muitos acreditam que a toxina é utilizada para dar volume aos lábios, o que não é verdade. De acordo com o médico, no caso dos lábios, a substância age relaxando a musculatura onde é injetada, atuando nas rugas de expressão, como as que se formam ao redor da boca. "Para quem busca realçar os lábios, o tratamento indicado é o preenchimento labial" recomenda o médico.

6- O procedimento é dolorido?
"O procedimento é praticamente indolor, pois é realizado com agulhas ultrafinas e com pequenas quantidades da substância. Pessoas mais sensíveis podem optar pelo uso de anestésico tópico local" assegura o médico.

7- A aplicação apresenta efeito permanente?
Outra dúvida muito frequente é em relação a durabilidade dos efeitos do procedimento. De acordo com o dermatologista, os efeitos duram de quatro a seis meses, sendo necessária a reaplicação de acordo com orientação médica.

8- Quem aplica perde a expressão facial?
O esperado é que a substância seja aplicada precisamente no músculo responsável pela formação das rugas, deixando um aspecto natural. Em algumas situações, o relaxamento muscular pode ser mais intenso de acordo com a técnica aplicada e a quantidade de substância injetada, deixando a pessoa menos expressiva. "Por este motivo, é essencial que as pessoas busquem por um profissional experiente e apto a realizar o procedimento" reforça o dermatologista.

9- Existem contraindicações para a aplicação da toxina?
"Este procedimento não é recomendado para gestantes, mulheres que estejam amamentando, portadores de doenças neuromusculares, pessoas que façam o uso de anticoagulantes ou que apresentem algum tipo de infecção no local o qual será aplicada a substância" alerta o profissional.




quinta-feira, 12 de abril de 2018

Péricles faz única apresentação em São Bernardo do Campo

Da Redação

Nesta sexta-feira (13) o cantor Péricles sobe ao palco do Fábrica Mix, em São Bernardo do Campo, SP, com a turnê do seu álbum, ‘Deserto da Ilusão’. O artista irá apresentar as músicas inéditas do novo trabalho, mas canções que fizeram parte da sua trajetória desde a época do grupo Exaltasamba até sua bem-sucedida carreira solo, não ficarão de fora do repertório.

Foto: Divulgação

Hits como “Melhor Eu Ir”, “Final de Tarde”, “Costumes Iguais”, “Cuidado Cupido”, “Vai Por Mim”, “Depois da Briga”, “Linguagem dos Olhos”, se alternam em um show contagiante repleto de suingue, samba, alegria e romantismo.

Considerado um dos artistas mais completos do samba, Péricles tem viajado ao redor do país e recebido uma ótima aceitação do público ao seu novo trabalho. Ele desembarca na cidade com um show emocionante que ficará sempre na memória de todos os fãs e admiradores.

A apresentação ocorre na Fábrica Mix, que fica na rua Marli, 26, em São Bernardo do Campo. Mais informações: 95362-4284 ou www.clubedoingresso.com.



Doenças causadas pelo frio podem ser prevenidas

Da redação

Com a chegada do frio aumenta os casos de gripes, resfriados e doenças respiratórias, as famosas “ites”. Por isso, é preciso ficar atento para preveni-las. Para facilitar a tarefa, o  médico e coordenador da equipe médica do Docway, Aier Adriano Costa, explica como essas doenças atacam nosso organismo e separou algumas dicas para amenizar os problemas causados nesta época do ano.

Médico deve ser procurado se os sintomas das doenças respiratórias não desaparecerem em cinco ou sete dias | Foto: divulgação
O primeiro fato importante é que nosso organismo costuma combater sozinho essas doenças, eliminando-as do nosso corpo em cinco ou sete dias. “Nosso organismo está programado para isso. Na grande maioria dos casos ele mesmo elimina o vírus. Claro, devemos tomar cuidados básicos como beber bastante água para manter a hidratação, ter uma alimentação adequada e repousar bastante”, explica o médico.

Agora, se após esse período a pessoa apresentar os mesmos sintomas, podendo ser agravados por secreções amareladas ou esverdeadas no nariz e no ouvido ou pontos de inflamação e pus na garganta, é melhor procurar um médico. “Com a chegada do inverno, nosso organismo acaba ficando suscetível a essas doenças. Nosso sistema respiratório é basicamente mucosa com cílios, que tem a função de eliminar possíveis invasores. Com o frio, esses pelinhos sofrem, e vírus e bactérias entram com mais facilidade no nosso corpo”, complementa.

Segundo Costa, é bom evitar lugares fechados e sem ventilação, já que eles concentram um número maior de micro-organismos, aumentando as chances de contágio. Por isso, não importa o local, seja ônibus, casa ou escritório, mesmo com as temperaturas mais baixas é importante que haja ventilação.

“Ao chegar em casa, lave o nariz com soro fisiológico. Ele ajuda a limpar a poluição das vias respiratórias e eliminar possíveis invasores que causaram as doenças. Se o ar estiver seco, use um umidificador de ar ou uma toalha úmida no ambiente. Beba muita água, pois ela ajuda a prevenir as infecções”, afirma o médico.

Para prevenção da gripe, existe ainda a possibilidade de vacina. Idosos com mais de 65 anos, grávidas e crianças com idade entre seis meses e dois anos devem ser vacinadas. O médico lembra ainda que esse método de prevenção não é aconselhável a pessoas com alergia a albumina, proteína encontrada no ovo e usada em sua fabricação.

Dados mundiais

Segundo estima a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 1,2 bilhão de pessoas tem risco elevado de contrair a gripe e suas complicações. Desse total, 385 milhões são idosos acima de 65 anos, 700 milhões de crianças e adultos com doenças crônicas e outros 140 milhões de crianças. Estudos demostraram que a vacina, no caso da gripe, pode reduzir em até 75% a mortalidade global. Quanto aos idosos que residem em lares especiais, a imunização pode diminuir em até 60% o risco de pneumonia e 68% o risco de internação.

Vale lembrar que em 95% dos casos a gripe é causada por vírus, e apenas 5% por bactéria. Em determinado casos, a infecção por vírus pode acabar facilitando a infecção por bactéria, já que por conta da infecção há uma redução das defesas. Segundo Costa, a vacina não causa gripe nos pacientes imunizados, mas leva de quatro a oito semanas para ter eficácia plena, por isso a pessoa que tomou a vacina pode chegar a ficar doente nesse período.




quarta-feira, 11 de abril de 2018

Varando do Parque apresenta novos pratos

Para apresentar seus novos pratos, o Varanda do Parque Bar e Restaurante, anexo ao Hotel Mercure, localizado em Santo André, no ABC Paulista, promoveu nesta tarde (11 de abril) uma degustação para um grupo de 30 pessoas, entre jornalistas e influenciadores digitais.

Linguado com crosta de gergelim. 

O Chef Márcio Munhoz, natural de Porto Alegre e com experiência internacional, serviu aos convidados como entrada Arancini recheado de gorgonzola com molho agridoce e Ceviche com chips de batata doce (Ceviche de peixe branco, com coentro, dedo de moça e cebola roxa). Para o prato principal, Linguado em Crosta de Gergelim (acompanhado de abóbora assada e cogumelo sauté) e Bife Ancho acompanhado de talharim na manteiga de sálvia. Para finalizar, trio de doces (crepe de Nutella e Uva, banana flambada e sorvete de gengibre).

O cardápio atual conta com petiscos, ceviches, lanches e mais 20 opções de pratos à la carte, carta de vinhos com cerca de 20 rótulos nacionais e internacionais e opções de cervejas artesanais.

O Varanda do Parque Bar e Restaurante disponibiliza três ambientes: restaurante interno para 90 pessoas, bar e espaço externo para 20 pessoas sentadas e aberto diariamente das 6 às 23 horas. Este novo espaço é adequado para eventos noturnos como happy hour, jantares e até café da manhã (nos finais de semana e feriados) e nele, o cliente acompanhado de seu animal de estimação encontrará um tapete e água exclusivos para ele.

O Terraço é um espaço aberto aconchegante para tomar um drink, fazer uma refeição em um espaço aberto, tomar uma taça de vinho ou um happy hour descontraído. Faz sucesso no Varanda do Parque o buffet de café manhã do hotel, com grande variedade de frutas, pães, bolos, ovos mexidos, omelete, tapioca, iogurtes, cereais e muito mais, como o famoso pain de chocolate importado da França e os deliciosos croissants e pão de queijo servido quentinho.

Localizado na avenida Industrial, 885 – Bairro Jardim, Santo André, junto ao Hotel Mercure, o Varanda do Parque Bar e Restaurante também possui espaço para confraternizações, eventos sociais e corporativas e por ser auditado constantemente, segue as mais rígidas normas de segurança alimentar e de qualidade exigidas por uma rede mundial.



Thermas Water Park terá festival de música em maio

Da redação

O Thermas Water Park, localizado na Estância Turística de São Pedro, interior paulista, prepara uma programação especial para o Dia das Mães, com bastante música e diversão. Em 13 de maio, a partir das 10h, será realizado o Thermas Festival, com 10 horas de música, três palcos e shows de encerramento com Luan Santana e a dupla João Bosco e Vinicius.

Convite para o festival dará acesso ao parque aquático | Foto: divulgação 
Além da programação musical, o convite para o festival dá acesso ao parque aquático, além da praça de alimentação com food trucks. Na programação de shows, estão ainda Eduardo e Rafael, Samba D’Aninha, Anderson Morelli e DJs.

Produzido pelo Thermas Water Park e ES Agência de Eventos, o Thermas Festival é uma promoção da rádio Onda Livre FM, com parceria do Thermas São Pedro Park Resort.

Vale ressaltar que sócios que não comprarem os convites terão acesso ao parque normalmente até às 17h. Ainda nessa data, por conta das reformas, a piscina infantil não estará em funcionamento.

O Thermas Water Park fica na Rodovia SP 304, km 189 – Fazenda Limoeiro, s/nº.



terça-feira, 10 de abril de 2018

Aumenta o número de grávidas com mais de 40 anos

Da redação

A gravidez após os 40 anos ainda é um assunto encarado como tabu por muitas pessoas. Contudo, com o avanço da medicina, essa é uma possibilidade cada vez mais segura.  Segundo uma pesquisa do Ministério da Saúde, o número de mulheres que se tornaram mães, após os 40 anos de idade,  aumentou 49% nas últimas décadas. Entre os principais motivos para a gestação tardia estão:

Aumentou em 49% o número de mulheres que tiveram filhos, após os 40 anos, nas últimas décadas | Foto: divulgação
– Mais estabilidade financeira;
– Emocional e psicológico mais maduros;
– Avanço na medicina;
– Mudança nos relacionamentos afetivos, entre outros.

Contudo, quem deseja ter uma gravidez após os 40 anos, é preciso ter em mente que, mesmo com os avanços tecnológicos, a gestação continua sendo de risco. Além disso, é preciso lembrar que naturalmente a mulher vai perdendo a sua fertilidade com o avanço da idade. Por conta disso, é essencial procurar métodos para preservá-la.

A engenheira Charlana Rodrigues, 40 anos, é mãe da pequena Camila, de quatro meses. A história dela começou aos 37 anos quando terminou seu primeiro casamento. "Sempre fui workaholic e não pensava até então em ter filhos", pontua. "Minha prioridade sempre foi carreira, viajei muito, para todo o Brasil e para muitos países. Não me sobrava tempo para pensar em uma vida que dependesse de mim".

A engenheira lembra que durante o processo de separação a ideia da maternidade vinha à cabeça e o relógio biológico começou a apitar. "Poxa, tá começando a chegar a hora. Pode demorar para eu encontrar um novo companheiro que também queira um filho ", relembra. Charlana procurou ajuda da Clínica Mãe, que é especializada em fertilização humana, e congelou seus óvulos como forma de preservar sua fertilidade para o momento mais adequado.

Demorou pouco para a engenheira encontrar o parceiro que, de acordo com ela, também quisesse embarcar na aventura de formar uma família. Mas, o casal teve dificuldade para engravidar de forma natural e decidiu recorrer à fertilização in vitro. O tratamento foi um sucesso, "a sensação de pegar o positivo é indescritível. Você fica um pouco tensa porque há riscos de intercorrências", lembra.
E quando a pergunta é sobre como é ter filho após os 40 anos, ela revela: "Eu acho que ter o filho mais velha, para mim, foi muito melhor. Sou muito mais experiente e estabilizada do que há dez, vinte anos. Já tenho um reconhecimento profissional e estabilidade financeira para criar minha filha – muito mais do que se fosse mais jovem".

Métodos de preservação de fertilidade

1. Congelamento de óvulos
Essa é uma das técnicas mais populares. Ela é muito procurada por mulheres que desejam engravidar depois dos 40, que não tem parceiro ou que estão em um relacionamento homoafetivo. Nesse tratamento, os óvulos da paciente são congelados usando técnicas de ponta. Contudo, como eles são extremamente sensíveis as baixas temperaturas, a taxa de sucesso acaba caindo.

2. Congelamento de embriões
Esse método também é muito indicado para quem deseja uma gravidez após os 40 anos. Nesse caso, os óvulos obtidos por meio de estimulação ovariana e fertilizados em laboratório. Uma vez fertilizados, esses embriões são congelados e guardados até que a mulher resolva ter a gestação. Contudo, nesse caso, o pai biológico não poderá ser decidido posteriormente.

3. Estimulação ovariana
A estimulação dos ovários tem como objetivo aumentar o número de óvulos maduros e saudáveis, que serão posteriormente congelados ou fertilizados, para formarem embriões. Usualmente é realizada nos tratamentos para congelamento. Porém, algumas vezes, a paciente não tem tempo útil para a realização do procedimento, por necessitar de quimioterapia e/ou cirurgia. Nestas situações, o congelamento pode ser realizado sem esta estimulação prévia. Contudo, apenas um médico poderá avaliar o quadro e determinar qual a técnica mais adequada. Mas o importante é que você tenha em mente que a gravidez após os 40 anos é possível, basta procurar um método adequado.

O médico e diretor da Clínica Mãe, Alfonso Massaguer, destaca que é importante estar atento a idade da mulher, para o congelamento dos óvulos.  "As técnicas de preservação da fertilidade podem ser feitas por qualquer mulher saudável que escolha esperar para engravidar ou que tenha a qualidade de seus óvulos em risco, seja por cirurgia nos ovários ou quimioterapia. A indicação é que o congelamento de óvulos seja feito até os 35 anos, porque após esta idade há uma queda na quantidade e qualidade dos óvulos. A idade da mulher influencia diretamente em sua fertilidade. Por isso, se o momento é de esperar o congelamento de óvulos e embriões podem ser boas opções", explica.



segunda-feira, 9 de abril de 2018

Vitamina para crianças. Sim ou não?

Da redação

Atualmente, parece que existem vitaminas para tudo: para melhorar a memória, saúde dos ossos, disposição, imunidade... Mas, como podemos determinar quais os tipos de vitaminas que nossos filhos realmente precisam? O pediatra e homeopata, Moises Chencinski, listou alguns fatores sobre este tema e ressalta que é fundamental ter certeza da necessidade das vitaminas, antes de adquiri-las.


Crianças negras e que consomem pouco leite de vaca podem necessitar de vitamina D | Foto: reprodução 
1.  Não compre vitaminas, sem consultar um médico

Não vá até a farmácia ainda. As vitaminas são muito importantes para a saúde das crianças, portanto não pode haver automedicação.  A Academia Americana de Nutrição e Dietética recomenda consultar o pediatra do seu filho, um nutricionista ou um nutrólogo antes de dar à criança qualquer suplemento.  Os riscos de consumir muitas vitaminas incluem as megadoses, o que a Academia Americana de Pediatria destaca que pode "produzir sintomas tóxicos, como náuseas, erupções cutâneas, dores de cabeça e, às vezes, até efeitos adversos ainda mais severos", alerta.

2. Foque nos hábitos do seu filho, antes de implementar as vitaminas

Se você está pensando em dar uma vitamina ao seu filho, em um regime regular, leve em consideração o seu estado físico em primeiro lugar, pois a maioria das crianças saudáveis não requer multivitaminas, mas um multivitamínico pode a criança, se ele tiver uma dieta restritiva, problemas de crescimento ou de desenvolvimento, alergias alimentares ou uma doença crônica. “Se seus filhos praticam esportes, suas necessidades nutricionais podem ser um pouco diferentes dos que não o fazem. Alguns minerais e vitaminas importantes para atletas infantis são cálcio, ferro e vitamina D. O ferro ajuda no fluxo de oxigênio, a vitamina D é crucial para ossos saudáveis e ajuda na absorção de cálcio", afirma o médico.

3.  A idade e o gênero fazem diferença na determinação de quais vitaminas as crianças precisarão 

Dependendo da idade do seu filho, ele vai precisar de diferentes quantidades de nutrientes e vitaminas para o crescimento e desenvolvimento. Crianças entre dois e três anos requerem menos calorias, proteínas, vegetais, grãos e lácteos do que suas contrapartes de quatrp a oito anos de idade. As crianças mais jovens também precisam de menos vitamina C. "De acordo com o Instituto Nacional de Saúde, crianças entre quatro e oito anos requerem 25 miligramas de vitamina C todos os dias. Mas as crianças mais novas só precisam de 15 miligramas por dia. O Instituto informa que as crianças entre um a três anos devem receber cerca de 2mil unidades internacionais(UIs) de vitamina A todos os dias; e crianças entre quatro a oito anos, 3 mil UIs. Meninas e meninos, entre as idades de dois a três anos têm as mesmas diretrizes nutricionais diárias, mas estas podem variar de acordo com o sexo, uma vez que atingem as idades de quatro a oito anos, caso em que os meninos podem começar a exigir mais nutrientes", conta o pediatra.

4. Aparência não é tudo 

Hoje em dia, muitas vitaminas infantis desejam se transformar no lanche favorito dos pequenos. No entanto vitaminas não são doces. Na verdade, nem sempre as vitaminas em forma de goma são a melhor indicação. Muitos pediatras preferem o uso de vitaminas em pó ou óleo, que podem ser adicionadas a alimentos ou bebidas.

5. Vitamina D

"Um estudo de 2016, publicado na revista Epidemiology, descobriu que crianças que consomem alternativas ao leite de vaca, como bebidas à base de vegetais, apresentam menores níveis de vitamina D, na primeira infância, o que torna esse suplemento particularmente importante para elas", diz Checinski. Outro grupo de crianças que pode estar em maior risco de apresentar menores níveis de vitamina D são crianças negras. Por isso é importante que as mães estejam atentas  para garantir que seu filhos estejam recebendo vitamina D suficiente.

6. Algumas vitaminas são mais difíceis de digerir do que outras

Nem todas as vitaminas para crianças são criadas da mesma forma. "A maioria dos pais pensa que as vitaminas são inofensivas e quanto mais você dá, melhor, mas as vitaminas lipossolúveis - que são as vitaminas D, E, A e K - são mais difíceis para o organismo absorver. Então, se você oferece vitaminas demais a uma criança, isso pode causar toxicidade hepática, tensão nos rins, e muitos efeitos adversos", alerta o pediatra.




sexta-feira, 6 de abril de 2018

Casa da família Santos Dumont, Museu da Energia, abre para visitação

Nos sábados de abril (dias 7, 14, 21 e 28/4), às 15h30, o Museu da Energia de São Paulo, mantido pela Fundação Energia e Saneamento, promove a visita temática “História do Casarão”. A atividade visa destacar a história e arquitetura da edificação que abriga o Museu da Energia, construída entre 1890 e 1894 para receber a família do cafeicultor Henrique Santos Dumont, irmão do aviador Alberto Santos Dumont e um dos homens mais ricos do Brasil na época. A ação, aberta a todos os públicos, é gratuita.

Imóvel foi residência do irmão do aviador Alberto Santos Dumont 
Conduzida pelos educadores do museu, a visita mediada irá explorar tanto os aspectos relacionados à história do casarão e seus diversos usos ao longo das décadas, como também as técnicas construtivas, os materiais empregados e os recursos utilizados na ornamentação do imóvel. Projetado em estilo eclético, com ornamentos de art noveau, o casarão é representativo da chegada da elite cafeeira no bairro dos Campos Elíseos, simbolizando, também, a busca frenética pela modernidade caracterizadora do período.

“A ideia é apresentar ao visitante de que maneira a história do prédio que abriga o museu tem relação com as vanguardas europeias, com o ciclo econômico do Brasil na virada do século XIX para o XX e o processo de urbanização da cidade de São Paulo”, explica a coordenadora do museu, Luciana Nemes.

Acessibilidade
O roteiro de visita também contempla materiais de acessibilidade para o público com algum tipo de deficiência. O Museu da Energia possui mapas táteis dos dois pavimentos do espaço, além da reprodução, em 3D, de objetos de acervo expostos, livro braile e placas táteis com detalhes da arquitetura do casarão. Em maio, o museu lança o seu vídeo em libras, a ser disponibilizado no formato tablet aos visitantes.

Serviço
Atividade gratuita
Dias 7, 14, 21 e 28 de abril, das 15h30 às 16h30.
Museu da Energia - Alameda Nothmann, 184, Campos Elíseos, São Paulo
Funcionamento do Museu da Energia: terça a sábado, das 10 às 17 horas.
Informações: (11) 3224 1489 ou saopaulo@museudaenergia.org.br
www.museudaenergia.org.br


Cinco coisas que te impedem de alcançar suas metas

*Christian Barbosa

No início do ano, muitas pessoas costumam definir as metas que pretendem alcançar nos meses seguintes. O problema é que, em grande parte dos casos, elas não conseguem tirar as ideias do papel e colocar em prática tudo o que planejaram, seja para a vida pessoal, para a carreira ou para os negócios.

Mas como identificar o que está te atrapalhando a cumprir os seus objetivos? Para isso, separei algumas dicas que podem te ajudar a riscar os itens da lista. Confira:

Ausência de uma meta clara e definida
Muitas vezes, apesar de acharem que têm uma meta, as pessoas criam apenas um sonho escrito no papel. A meta precisa ser, antes de tudo, uma ideia bem estruturada e específica para atingir um determinado objetivo. Sem clareza, ela não sai do lugar.

Definição de metas irreais
Um erro comum é definir metas que estão muito distantes e inacessíveis. É preciso pensar: será que o que eu quero é realmente possível neste momento, ou irei me frustrar por desejar algo distante da minha realidade?

 Falta de um plano de ação
Para que a meta seja alcançada, é necessário construir um plano de ação muito bem definido, com passos específicos e com a definição de quais serão as tarefas necessárias para atingi-la. Assim, fica mais simples colocá-la em prática.

Falta de suporte das pessoas
Uma meta, muitas vezes, não depende apenas de você – é preciso contar com a ajuda de outras pessoas ou o suporte de uma equipe. Por isso, é importante que você saiba delegar tarefas e trabalhar em grupo. O problema, em alguns casos, não é a falta de suporte, mas um suporte errado. Portanto, é preciso avaliar se o auxílio que você está recebendo é realmente útil, ou se deve buscar alternativas.

Falta de conhecimento específico
Para que você tenha sucesso e consiga alcançar todos os objetivos traçados para o seu ano, é essencial aprender a elaborar boas metas e entender o processo que está por trás disso. Nesse sentido, buscar conhecimento e compreender a metodologia da criação de metas são passos fundamentais para que você consiga finalmente tirá-las do papel.

*Christian Barbosa é um dos maiores especialistas no Brasil em administração de tempo e produtividade e CEO da Triad PS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo.



quarta-feira, 4 de abril de 2018

Tabagismo é responsável por 90% dos casos de câncer de pulmão

Da redação

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Brasil deverá somar 31.270 novos casos de tumores pulmonares em 2018. O tabagismo está na origem de 90% de todos os casos de câncer de pulmão - entre os 10% restantes, 1/3 é dos chamados fumantes passivos – no mundo, sendo responsável por ampliar em cerca de 20 vezes o risco de surgimento da doença.

Os benefícios à saúde começam apenas 20 minutos após interromper o vício do cigarro | Foto: reprodução 
Além disso, o mau hábito aumenta as chances de desenvolver ao menos outros 13 tipos de câncer: de boca, laringe, faringe, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, intestino, rim, bexiga, colo de útero, ovário e alguns tipos de leucemia. Apesar destes dados não serem novidade, o país ainda registra um elevado número de casos de neoplasias malignas entre a população fumante.

A oncologista Mariana Laloni, do Centro Paulista de Oncologia (CPO) - Grupo Oncoclínicas, diz que a maioria dos pacientes com câncer de pulmão apresenta sintomas relacionados ao próprio aparelho respiratório, tais como: tosse, falta de ar e dor no peito. "Outros sintomas inespecíficos também podem surgir, entre eles perda de peso e fraqueza. Em poucos casos, cerca de 15%, o tumor é diagnosticado por acaso, quando o paciente realiza exames por outros motivos. Por isso, a atenção aos primeiros sintomas é essencial para que seja realizado o diagnóstico precoce da doença", diz.

Segundo a médica, existem dois tipos principais de câncer de pulmão: carcinoma de pequenas células e de não pequenas células. O tratamento do câncer de pulmão se baseia em cirurgia, tratamento sistêmico (quimioterapia, terapia alvo e imunoterapia) e radioterapia.

Parar de fumar traz benefícios a curto e longo prazo  
Principal fator de risco evitável de tumores pulmonares, o tabaco está presente em cigarros, charutos, cachimbos, narguilé e também nos cigarros eletrônicos. E, ao contrário do que muitos usuários destes produtos acreditam, nunca é tarde demais para parar. Segundo a especialista do CPO, os benefícios à saúde começam apenas 20 minutos após interromper o vício: a pressão arterial volta ao normal e a frequência do pulso cai aos níveis adequados, assim como a temperatura das mãos e dos pés são normalizadas.

Em 8 horas, os níveis de monóxido de carbono no sangue ficam regulados e o de oxigênio aumenta. Passadas 24 horas, o risco de se ter um acidente cardíaco relacionado ao fumo diminui. E após apenas 48 horas, as terminações nervosas começam a se recuperar de novo e os sentidos de olfato e paladar melhoram. De duas semanas a três meses, a circulação sanguínea melhora consideravelmente. Caminhar torna-se mais fácil e a função pulmonar melhora em até 30%.

A partir de um a nove meses, os sintomas comuns em fumantes, como tosse, rouquidão, e falta de ar ficam mais tênues. Os cílios epiteliais iniciam o crescimento e aumentam a capacidade de eliminar muco, limpando os pulmões. A pessoa fica mais disposta para realizar atividades físicas. Em cinco anos, a taxa de mortalidade por câncer de pulmão de uma pessoa que fumou um maço de cigarros por dia diminui em pelo menos 50%. Quinze anos após parar de fumar, torna-se possível assegurar que os riscos de desenvolver câncer de pulmão se tornam praticamente iguais aos de uma pessoa que nunca fumou. Para mais informações, acesse www.eseeuparardefumar.com.br.



terça-feira, 3 de abril de 2018

Varanda do Parque: do café da manhã ao jantar promete diferenciais

Preocupado em estar cada vez mais próximo dos moradores do ABC, o Hotel Mercure abriu as portas do seu restaurante e os presenteou com um novo espaço totalmente aconchegante, diferente e ideal para atender também ao público que frequenta com seus pets o Parque Celso Daniel, considerado um dos maiores e mais belos da cidade.

Batizado de Varanda do Parque Bar e Restaurante, antigo Cabriolet, o local passa a disponibilizar três ambientes: restaurante interno para 90 pessoas, bar e espaço externo para 20 pessoas sentadas e aberto diariamente das 6 às 23 horas. Este novo espaço é adequado para eventos noturnos como happy hour, jantares e até café da manhã (nos finais de semana e feriados) e nele, o cliente acompanhado de seu animal de estimação encontrará um tapete e água exclusivos para ele. 

O restaurante fica ao lado do Parque Celso Daniel.

O Terraço foi uma ideia da gerente geral Patrícia Xavier, que percebeu que a cidade carecia de um espaço aberto aconchegante para tomar um drink, fazer uma refeição em um espaço aberto, tomar uma taça de vinho ou fazer um happy hour descontraído. “O investimento financeiro foi pequeno perto do diferencial oferecido aos nossos clientes. O espaço é bem iluminado, tem música ambiente e, seguindo a tendência das novas famílias, está preparado para receber os pets”, explica Patrícia.

Faz sucesso no Varanda do Parque o buffet de café manhã do hotel, com grande variedade de frutas, pães, bolos, ovos mexidos, omelete, tapioca, iogurtes, cereais e muito mais, como o famoso pain de chocolate importado da França e os deliciosos croissants e pão de queijo servido quentinho.

A cozinha é comandada pelo Chef Márcio Munhoz, com experiência internacional, e o cardápio conta com petiscos, ceviches, lanches e mais 20 opções de pratos à la carte, que vão desde uma Picanha à Confit de Pato até um Risoto de mix de cogumelos, sem contar a sua carta de vinhos com cerca de 20 rótulos nacionais e internacionais e opções de cervejas artesanais.

Localizado na avenida Industrial, 885 – Bairro Jardim, Santo André, junto ao Hotel Mercure, o Varanda do Parque Bar e Restaurante também possui espaço para confraternizações, eventos sociais e corporativas e por ser auditado constantemente, segue as mais rígidas normas de segurança alimentar e de qualidade exigidas por uma rede mundial.


Advogado explica como a pensão dos filhos é definida

Da redação

A pensão alimentícia dos filhos é uma das questões jurídicas que mais geram dúvidas na separação. Com o objetivo de responder dúvidas relacionadas ao tema, o advogado de Direito de Família, André Giannini,  especialista em Direito Materno, lista e explica abaixo quatro tópicos importantes para o processo.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2005, o Brasil tinha 10,5 milhões de famílias de mulheres sem cônjuge e com filhos, morando ou não com outros parentes. Já dados de 2015, os mais recentes do instituto, apontam 11,6 milhões de arranjos familiares. Ou seja, em 10 anos, o Brasil ganhou 1,1 milhão de famílias compostas por mães solteiras.

Como a pensão dos filhos deve ser definida?
André Giannini (AG) - Após o processo de separação, muitos pais acabam deixando de contribuir com o desenvolvimento dos filhos ou, então, contribuem de forma insuficiente. Em qualquer um desses casos, a mãe pode recorrer ao judiciário para obrigar o pai a pagar pensão alimentícia e, assim, garantir aos seus filhos a satisfação de suas necessidades, de acordo com seu atual estágio de desenvolvimento.

Porém, uma dúvida frequente é como esse valor é definido pelo judiciário. Popularmente, diz-se que o pai deve pagar 30% de seu salário, mas a verdade é que a lei não estipula esse percentual, utilizando um conceito mais amplo para a fixação dos alimentos.

O que diz a lei e como interpretá-la?
AG - O Código Civil, em seu artigo 1.694, diz que a pensão deve ser definida levando-se em conta as "necessidades" da criança e os "recursos da pessoa obrigada".

Por "recursos", entende-se os rendimentos, o patrimônio e, até mesmo, as despesas do pai. Nos rendimentos estão o salário, as comissões, o lucro do empresário, a receita do profissional autônomo, os rendimentos de investimentos financeiros, os dividendos pagos por ações ou títulos públicos e toda entrada de valores que possa ser antecipada de forma mais ou menos precisa. No patrimônio, avaliam-se os bens móveis, imóveis, investimentos financeiros e tudo aquilo o que possa, após a venda ou liquidação, ser transformado em benefícios ao menor. Na ausência de informações claras sobre a renda ou patrimônio do alimentante, até mesmo suas despesas podem servir como meio de se identificar suas verdadeiras possibilidades, avaliando-se seus gastos com alimentação, moradia, lazer etc.

Com base nessas informações, o juiz da causa definirá o valor da obrigação a ser paga pelo pai. Agora, quando a renda do genitor é de fácil identificação e reflete bem suas possibilidades, geralmente é definido o percentual desse valor, que costuma variar de 25% a 33%.

Pai autônomo ou empresário?
AG - Nem sempre os rendimentos do pai são de fácil acesso ou correspondem à realidade. Alguns pais empresários possuem seu patrimônio em nome da sociedade. Já no caso de pais autônomos, é comum que os valores declarados sejam inferiores aos recebidos.

Nessas situações, o Judiciário pode recorrer a diferentes meios para identificar as verdadeiras possibilidades do genitor, que vão desde a quebra de seu sigilo financeiro - identificando o perfil de suas movimentações bancárias - até a desconsideração da personalidade jurídica da empresa da qual ele é sócio ou proprietário - utilizando sua receita e seus ativos como base para a justa definição da pensão.

Na ausência dessas informações, o juiz poderá ainda analisar as despesas do pai por meio das faturas de seu cartão de crédito, de registros de viagens internacionais e - até mesmo - de fotos publicadas pelo pai em redes sociais que demonstrem um padrão de vida mais confortável que o alegado.

Pensão do filho de outro relacionamento pode ser reduzida?
AG - Quando o pai possui filhos menores de outro relacionamento, entende-se que a pensão paga ao primeiro filho pode ser reduzida para que o segundo também receba a contribuição do genitor. Contudo, a ideia de que o percentual definido inicialmente deve ser igualmente dividido entre as crianças é equivocada. Se em uma ação judicial determinou que o pai deve pagar 30% de seus rendimentos ao primeiro filho, não há nenhuma previsão legal de que essa porcentagem deverá ser dividida entre duas crianças.

No caso, deve - sim - haver nova reavaliação das necessidades das crianças e das possibilidades do pai que, ao final, pode resultar na fixação de 20% dos rendimentos do pai para cada um dos filhos, aumentando o desconto que antes totalizava 30% para 40%, por exemplo.
Seja qual for o perfil ou situação financeira do genitor, sua contribuição é obrigatória, já que os alimentos são direitos fundamentais de crianças e adolescentes e recebem a mais elevada proteção da lei brasileira, podendo - inclusive - levar seu devedor à prisão.



segunda-feira, 2 de abril de 2018

Excesso de mentira pode ser síndrome de Pinóquio

Da redação


A psicóloga e terapeuta cognitivo-comportamental, Tatiane Paula Souza, afirma que o ato de mentir é considerado um padrão disfuncional de comportamento associado à insegurança, como forma de compensar uma aceitação no meio em que a pessoa vive. Transcendendo o comportamento comum, o hábito de mentir pode atingir o nível de Mitomania, nome dado à tendência patológica da mentira, popularmente conhecida como síndrome de Pinóquio.

Hábito de mentir pode atingir o nível de Mitomania, nome dado à tendência patológica da mentira, popularmente conhecida como síndrome de Pinóquio | Imagem: reprodução
"Motivos" para mentir 
Pessoas com baixa autoestima podem reproduzir este comportamento, para lidar com um complexo de inferioridade;

No caso de haver vícios, sejam lícitos ou ilícitos, pode ser uma forma de esquivar de cobranças sociais;

Se não sente-se aceito no ambiente social, se apresenta como um método de aceitação.

No contexto profissional, em situações em que a área de atuação requer a habilidade de persuasão, como a área de vendas, muitas vezes o profissional pode se dispor a potencializar as informações que possui para obter sucesso. A psicóloga afirma que "nestes casos não se trata de mentir, propriamente. Como analogia, o camaleão não se camufla para mentir, mas sim por sobrevivência no meio em que ele habita".

Porém, Tatiane alerta para este comportamento quando o assunto é relacionamentos interpessoais. "A partir do momento em que sujeito se relaciona com outras pessoas através de uma personalidade fictícia envolto de histórias que fogem da realidade, com certeza teremos sérios prejuízos na qualidade do vínculo. Uma vez identificado o estereótipo da pessoa que mente como pessoa não confiável, fica complicado manter relações duradouras, já que caracteriza uma quebra de confiança e, por consequência, distanciamento natural das pessoas próximas, culminando em isolamento social".

Quando a pessoa se enrola em uma mentira que se desdobra em outras, as complicações podem se estender para consequências mais severas. "Ao usar de mecanismos fictícios como método de aproximação das pessoas e o indivíduo passa a acreditar nas próprias histórias, cria-se uma realidade paralela. Trata-se, inclusive, de uma linha de funcionamento bastante perigosa, uma vez que à medida que o mentir torna-se parte do comportamento da pessoa, poderá levá-la à depressão e a questionar a própria vida", ressalta a especialista.

Mitomania: a mentira por compulsão
O mitômano acaba por mentir em todas as situações da vida, e passa a ter esse comportamento como padrão, bem como parte de sua identidade. A especialista em saúde mental afirma que "esta pessoa é facilmente estigmatizada como não confiável e desencadeia sérios prejuízos sociais. Apesar disso, se mantém com o mesmo comportamento nas relações e na vida, mesmo diante dos prejuízos".

Tatiane explica que nosso cérebro possui uma área responsável por registrar as lembranças boas e ruins, a amígdala, funcionando como uma espécie de freio natural em situações sociais em que estamos diante de algo prazeroso ou aversivo. Conforme o sujeito acredita nas mentiras como realidade e não há o sentimento de culpa associado, o freio natural deixa de ser ativado e passa a gravar a mentira como padrão natural. 

Traços que podem identificar um potencial mitômano
Inventa histórias fantasiosas e, quando desmascarado, emite outra mentira para suprir a situação de flagra, se desdobrando em longas histórias sem fim e sem evidência de realidade;

O mitômano se descreve sempre em destaque no desfecho final das histórias;

A pessoa tem baixa autoestima e pode apresentar transtornos psiquiátricos;

Usa da mentira como mecanismo de defesa, distorcendo fatos sobre si mesmo e sobre o mundo, podendo também criar personagens.

A Mitomania pode ser tratada com psicólogos especialistas em saúde mental, aplicando técnicas de psicoterapia eficazes para capacitar o indivíduo a identificar os comportamentos que antecedem a mentira compulsiva. Assim, a pessoa deverá saber lidar com as atividades de sua vida diária, desenvolvendo um novo repertório de comportamentos mais saudáveis e eficazes nas situações em que contextualizava a mentira.






Clube Aramaçan sedia evento gratuito voltado às noivas e debutantes

Da Redação Para quem está prestes a casar ou completar 15 anos, o Clube Atlético Aramaçan, em Santo André, sedia neste domingo (25) o Enco...