segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Santo André tem “Cãominhada” neste domingo

Redação

Os apaixonados por animais têm encontro marcado neste domingo (6) no Paço Municipal de Santo André (Praça IV Centenário, s/nº), das 9 às 13 horas. Na ocasião, ocorre a 12ª edição da Cãominhada, promovida pelo Núcleo Empreender de Pet Shop da Associação Comercial e Indústrial de Santo André (Acisa) e Colégio Singular - por meio da Equipe Singulariana de Proteção aos Animais (ESPA).

A 12º edição do "Cãominhada" contará com o tradicional passeio com os pets | Foto: divulgação 
No evento haverá caminhada com os animais, orientações veterinárias e sobre posse responsável, aves de rapina, apresentação de cães policiais, esculturas de bexigas, maquiagem infantil, espaço para adoção animal e distribuição de brindes e de produtos de empresas que atuam no segmento. Também está confirmada a presença do cão Bob, personagem da novela As Aventuras de Poliana.

A entrada é gratuita, mas quem quiser colaborar com os protetores independentes de animais abandonados, poderá doar um pacote de ração.

Entre os estandes confirmados no evento estão os das empresas: estandes das empresas AIC Matacura, Pure Instinc, Botu Pharma, Bicho da Vila, Reik para animais, Protetores Independentes, Centro de Zoonoses e dos integrantes do Núcleo de Pet Shop do Projeto Empreender  - Farma Bichos, Khris Laços, Pet Land, Bicho Mania, Pet Shop Vitória,  Hospital Veterinário Dom Pedro e Companhia dos Cães.

O Cãominhada tem patrocínio da Cooperativa Sicredi e apoio da OAB Santo André, Canil da Guarda Municipal de São Caetano do Sul, Ouvidoria de Santo André, Serviço Municipal de Água e Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa), Prefeitura Municipal de Santo André, Polícia Militar e Departamento de Trânsito.

Dermatologista Lúcia Miranda fala mitos e verdades sobre o botox

Redação

O número de adeptos aos procedimentos estéticos, como a aplicação de toxina botulínica, mais conhecida como botox, cresce a cada dia. Dados recentes da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) apontam que a técnica cresceu 390% em apenas dois anos. Para a dermatologista Lúcia Miranda, Membro da SBD, há uma corrida contra o tempo e muitos mitos sobre o procedimento, que ela explica abaixo.

Os primeiros efeitos do botox podem ser observados imediatamente após a aplicação. Resultado final em cerca de 15 dias, comenta a dermatologista Lúcia Miranda | Foto: Rayan Ribeiro

"Quase todas as mulheres e homens querem mais beleza e rejuvenescimento dia a dia. A ideia é parar o tempo e a ciência proporciona isso", afirma a dermatologista.


1 - A toxina botulínica tipo A aumenta o volume dos lábios?
Segundo as indicações específicas, não, porque ela não tem a capacidade de aumentar o volume dos lábios. Ela serve para relaxar a musculatura onde é injetada, tratando as rugas de expressão, como as que se formam ao redor da boca (código de barras). O tratamento indicado para aumento de volume dos lábios é o preenchimento labial que, além do volume, também pode ser utilizado para a redefinição de contorno. Nesta região dos lábios, a aplicação deve ser muito cautelosa e em pouca quantidade, para evitar efeitos colaterais desagradáveis, como a dificuldade em sugar um alimento líquido.

2 - O botox pode paralisar o músculo, deixando o paciente sem expressão?
A questão é controversa. Os protocolos atuais preconizam a aplicação diretamente no músculo responsável pela formação da ruga e atua relaxando a musculatura. Este relaxamento pode ser mais ou menos intenso, dependendo da dosagem e da técnica de aplicação. Atualmente, o tratamento é individualizado e considera as características e as expectativas de cada caso. O ideal é realizar uma harmonização da face toda, e, em alguns casos sendo necessário tratar as rugas do pescoço (músculo platisma), levando a um relaxamento que deixe um aspecto bem natural.


3 - A toxina botulínica tipo A vicia?
Não há nenhuma evidência científica de que a aplicação da toxina botulínica tipo A cause dependência ou vício. O que pode ocorrer é uma dependência psicológica, daí a importância do dermatologista em adequar a dose e o tempo certo de reaplicação. Não é bom ter intervalos menores que quatro meses entre uma aplicação e outra.

4 - Os cremes antirrugas oferecem resultados similares ao tratamento com a toxina botulínica tipo A?
Apesar de muitos cremes prometerem resultados iguais aos obtidos com a aplicação de toxina botulínica tipo A, este é mais um mito. Primeiramente é importante reforçar que não existe nenhum creme com toxina botulínica tipo A em sua formulação. Além disso, os cremes agem superficialmente na pele, melhorando a hidratação e atenuando as rugas mais finas. Já a toxina atua diretamente no músculo responsável pela formação das rugas de expressão. Portanto, os cremes atuam de forma diferente e não são capazes de reproduzir resultados comparáveis à toxina botulínica tipo A.

5 - A toxina botulínica tipo A pode substituir uma cirurgia plástica?
Não. São procedimentos diferentes. Com os avanços da Cosmiatria, as plásticas de face são cada vez mais raras, tanto em relação aos resultados que deixam cicatrizes, quanto ao aspecto pouco natural. Em casos de pacientes que realizaram cirurgia plástica, sempre somos procuradas para que a toxina tipo A possa complementar a cirurgia plástica, tornando-a menos invasiva. Hoje temos evidências de que as aplicações de toxina botulínica podem postergar a necessidade de uma intervenção cirúrgica, pois além de atenuar as rugas de expressão, podem prevenir o surgimento de novas rugas pela reeducação da mímica facial.

6- Os efeitos da toxina botulínica são imediatos?
Os primeiros efeitos poderão ser observados imediatamente, após a aplicação, a depender da toxina e sua concentração. Porém, em alguns casos, somente entre 48 a 72 horasapós o procedimento são visíveis os resultados, e de forma mais completa em, aproximadamente, duas semanas. Já a duração total do efeito é de, aproximadamente, quatro a seis meses, dependendo da resposta individual do paciente, seu metabolismo e da técnica de aplicação e da dosagem aplicada.


7- O procedimento é realizado em todo tipo de clínica?
Não, todo cuidado é pouco! Este é um procedimento médico que requer conhecimento, técnica e habilidade por parte do especialista dermatologista. O paciente deve procurar um médico experiente e capacitado na técnica de aplicação, para evitar iatrogenias ou problemas.


8- A aplicação é dolorida?
A aplicação é praticamente indolor e, normalmente, feita com agulhas bem finas (tipo de insulina). Para pacientes mais sensíveis, pode ser utilizado um anestésico tópico local com auxílio de gelo, em nossa clínica há um aparelho que refresca a pele, proporcionando o efeito anestésico.


9- Além das rugas, a toxina botulínica também pode ser indicada em prol da saúde?
A substância pode apresentar outras finalidades, além do combate às rugas dinâmicas. O avanço da tecnologia e da medicina nos proporciona ricas descobertas diariamente. Hoje a toxina botulínica pode ser eficaz para o tratamento do bruxismo (hipertrofia masseter), sorriso gengival, assimetrias por contraturas musculares paralisia facial, hiperidrose e enxaqueca crônica. Além disso, estudos médicos mais recentes apontam que a toxina botulínica também pode ser aplicada em tratamentos para dores neuropáticas, como por exemplo, a neuralgia pós-herpética (pós herpes zoster) melhorando a qualidade de vida dos seus portadores.


10- Há muitas contraindicações para a aplicação da toxina?
Pessoas que desejam se submeter a este tipo de procedimento devem se atentar a algumas contraindicações. Além da higidez orgânica, este procedimento não é recomendado para gestantes, mulheres que estejam amamentando, portadores de doenças neuromusculares, pessoas que façam o uso de anticoagulantes ou que apresentem algum tipo de infecção no local o qual será aplicada a substância.

Empresas criam campanha contra projeto que proíbe descrição de “carne vegetal” em produtos veganos

Redação

Se referir aos alimentos como “carne de soja”, “hambúrguer de lentilha”, ou “salsicha de cogumelos” causa polêmica ao redor mundo.  As pessoas contrárias a utilização destes termos em produtos, acreditam que podem confundir o consumidor, pois os fazem acreditar que sejam feitos de proteína animal. Porém, 83 empresas diferentes assinam uma campanha (veja vídeo abaixo), que fala sobre a ressignificação das palavras.

Campanha vegana reforça a necessidade de ressignificar as palavras | Imagem: divulgação

Em maio de 2019, o deputado federal Nelson Barbudo protocolou um Projeto de Lei (PL) que impacta diretamente o mercado vegano. De acordo com o PL 2876/2019, torna-se proibida a utilização de termos como “carne de jaca”, “carne de soja”, “bacon vegano”, “salsicha de soja”, “hambúrguer vegetal” ou outra denominação que estabeleça ligação entre produtos cárneos e vegetais. Até o momento o projeto segue em fase preliminar de tramitação.

Na França, por exemplo, foi aprovada uma medida que proíbe uso de denominações como “filé vegetariano” e “salsicha de soja” para descrever produtos sem origem animal. A ação aconteceu em maio do ano passado.

Nos Estados Unidos, uma lei do Mississipi proibia empresas de venderem produtos vegetais com nomes como “hambúrguer”, “carne”, “salsicha”, entre outros. Esta medida havia entrado em vigor em julho deste ano. No entanto, em setembro, o governo do estado divulgou que a regra não será mais válida e propôs um novo posicionamento. As empresas veganas poderão utilizar os termos comumente vinculados a estes produtos, desde que utilizem uma palavra, em conjunto, para esclarecer que o produto não é carne.

A campanha vegana 
No vídeo da campanha, uma mulher fala sobre todas as evoluções que já passou na vida. Palavras na tela com seus respectivos significados sendo apagados são mostradas ao longo do vídeo.

“Carro é um veículo movido a combustão, então carro elétrico deveria se chamar carro? Ou cerveja sem álcool de cerveja?”, questiona o publicitário e idealizador da campanha Brunno Barbosa, que também é sócio fundador do açougue vegano No Bones – The Vegan Butcher Shop.

Já o co-idealizador e editor do portal Vista-se, Fabio Chaves, explica a iniciativa. “Nossa ideia, é mostrar de forma pacífica e emocional, com exemplos práticos, que não é coisa de outro mundo um hambúrguer ser de vegetais, ou uma salsicha de grãos. Acredito que com o tempo isso vai ser considerado normal no dia a dia das pessoas”, completa

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Crianças podem brincar de “master chef” em shopping de Diadema

Redação

De 27 de setembro a 20 de outubro, o Shopping Praça da Moça, em Diadema,  sedia a Estação MasterChef Júnior, circuito de atividades gratuitas onde as crianças podem mostrar as habilidades na cozinha, como se fossem os verdadeiros competidores do famoso reality da TV.

Estação "MasterChef Júnior" fica no Shopping Praça da Moça até 20 de outubro | Foto: Reprodução 

O cenário, que remete ao programa original, proporciona uma deliciosa experiência aos participantes, realizando o sonho de estar na cozinha mais desejada do Brasil. No espaço, as crianças de 5 a 12 anos podem se divertir nas sete estações temáticas: “Como se tornar um chef”, “Os indispensáveis”, “Os facilitadores”, “Os vários temperos”, “Descobrindo os sabores”, “As vedetes da cozinha” e “Vestindo o avental do MasterChef”.

No circuito os participantes aprendem desde como manusear utensílios de cozinha até a diferença dos temperos na hora das receitas. Depois de estarem devidamente uniformizados, a atividade se encerra na Cozinha MasterChef, onde monitores auxiliam os mini chefs a colocar a mão na massa e preparar minicanapés, snacks entre outras receitas como se estivessem mesmo participando da competição. No final, os pais e responsáveis são convidados a provar todos os quitutes.

A participação na Estação MasterChef Júnior é gratuita. O Shopping Praça da Moça fica na Rua Manoel da Nóbrega, 712, Centro, em Diadema. A atividade acontece das 13h às 21h.

Psicóloga fala sobre doenças emocionais

Redação

A ligação entre o corpo e a mente ajuda a compreender as doenças psicossomáticas, conhecidas popularmente como doenças emocionais. De acordo com a psicóloga do Hospital Edmundo Vasconcelos, Maria Camila Mahfoud Marcoccia, essas enfermidades são aquelas cujos fatores psicológicos e sociais interferem no processo orgânico do corpo.

"Sem o tratamento adequado, a pessoa corre o risco de viver em função de controlar o sintoma e não cuidar verdadeiramente da causa", alerta a psicóloga Maria Camila Mahfoud Marcoccia

Então, é possível  exemplificar quando há picos de estresse e resulta na baixa da imunidade, ou dores de cabeça, problemas intestinais e de estômago que, aparentemente, não tem nenhum diagnóstico clínico. "Assim como quando estamos doentes acaba interferindo na parte psicológica, o psicológico também pode interferir no corpo, ocasionando esses e outros sintomas", complementa a especialista.

Para estes casos, o tratamento é iniciado com a avaliação adequada de um médico que verifica todas as possibilidades clínicas, para então indicar um acompanhamento psicológico e, em alguns casos, psiquiátrico. Maria Camila comenta que nem sempre há persistência para encontrar a causa do problema, e isso pode ocasionar prejuízos ao bem-estar.

"Ainda existe um preconceito grande com doenças de origem emocional, pois se correlaciona dificuldade emocional com fraqueza, o que pode dificultar a aceitação do diagnóstico e a busca constante por outros médicos e exames. Sem o tratamento adequado, a pessoa corre o risco de viver em função de controlar o sintoma e não cuidar verdadeiramente da causa", enfatiza a psicóloga.

Outro alerta direcionado ao déficit no tratamento é o uso irregular ou excessivo de medicamentos, usados de forma paliativa para sanar os sintomas. "É importante lembrar que as doenças psicossomáticas podem intensificar sintomas de doenças diagnosticadas clinicamente, e para que isso seja amenizado é preciso compreender e tratar a causa", finaliza.

Espetáculo “Vozes Mulheres” ocorre na Fundação das Artes nesta sexta-feira

Redação

A Fundação das Artes de São Caetano do Sul realiza, nesta sexta-feira (27), às 18 horas, mais uma edição do projeto gratuito “Sextas Musicais”, com a apresentação do espetáculo “Vozes Mulheres”, comandado pelas convidas Adélia Issa (soprano) e Rosana Civile (piano), no Teatro Timochenco Wehbi (Rua Visconde de Inhaúma, 730, Bairro Oswaldo Cruz).

O espetáculo “Vozes Mulheres” é comandado pelas convidas Adélia Issa (soprano, à direita) e Rosana Civile (piano) | Foto: divulgação 

O recital trará canções de importantes compositoras da música brasileira de concerto do século XX, como Dinorá de Carvalho, Helza Camêu, Eunice Katunda, Esther Scliar e Kilza Setti. Mulheres que enfrentaram preconceitos políticos e de gênero, mas lutaram contra o peso da tradição e o estereótipo do papel da mulher na sociedade e no meio artístico de suas épocas.

Durante o ano letivo, o projeto “Sextas Musicais” abre espaço para convidados e alunos mostrarem seus trabalhos (sob orientação dos professores) numa relação de prática de palco com seus instrumentos.

Nos últimos anos, o espaço já recebeu várias apresentações externas, entre elas, o recital da classe de piano da USP, o pianista Matheus Ferrari; a pianista Marina Figueira e o violonista Paulo Martelli. 

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Parque Estoril sedia a “Festa Billinguiça” neste domingo

Redação

Uma das celebrações escoteiras mais aguardadas no ABC é a Festa Billinguiça, que chega a 6ª edição neste domingo (29), a partir das 11h, no Parque Estoril. A atração, que contribui para reforçar esse movimento na região, celebra mais um ano de atividades do Grupo Escoteiro Billings 227 - SP, que se encontra entre os cerca de dez existentes no município.

Parque Estoril deve receber cerca de mil pessoas para o evento | Foto: Ricardo Cassin/PMSBC

Os organizadores estimam receber cerca de mil convidados. Na ocasião, haverá atividades como piscina de bolinhas, pula-pula, gincanas típicas dos escoteiros, além da possibilidade de vivenciar a experiência de um acampamento do grupo. Além disso, haverá bingo, show musical e a parte gastronômica que, inclusive, nomeia o evento - o sanduíche com duas linguiças no recheio (bilinguiça).

Já tradicional no calendário cultural de São Bernardo do Campo, o Estoril é o cenário escolhido para a grande festa, porque nele está também a sede dos escoteiros Billings, há cerca de três anos. Tanto a trajetória do grupo como a empatia gerada entre o empresariado na região têm contribuído para o crescimento da Billinguiça que, neste ano, já conta com mais de 650 convites vendidos.

 A Festa inclui o apoio de outros grupos locais; da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cidadania; e de 22 companhias diferentes, incluindo Depósito Riacho, Loja M. Store, HLTur Viagens, Ruffles Som & Iluminação, Kamoleka Eventos, entre outros.

De acordo com a coordenadora, Dryemne Menezes da Silva, o evento tem evoluído bastante, graças ao empenho de todos os envolvidos e mais importante é a mensagem de cooperativismo e respeito ao próximo e ao meio ambiente que o grupo estimula à sociedade, a cada edição.

“Será mais uma grande festa, onde teremos a possibilidade de compartilhar nossas experiências, confraternizar com outros grupos de escoteiros e, ainda, aproximar as pessoas da natureza, entre as atividades dessa ocasião”, comenta Dryemne. Os recursos financeiros obtidos nesta edição serão direcionados aos materiais, logística do grupo, mantimentos, acampamento e manutenção das instalações.

Interessados em adquirir o convite promocional, podem ligar para (11) 99135-5711, ou (11) 93229-1180. O Parque Estoril fica na  Rua Portugal, 1.100, no Riacho Grande.

Padaria Brasileira realiza campanha "Alimente esse Sonho", em parceira com a APAE

Da Redação

Durante todo o mês de outubro, a Padaria Brasileira, tradicional rede de padarias do ABC, realizará a 8ª edição da campanha Alimente esse Sonho, em parceria com a APAE Santo André, instituição sem fins lucrativos, localizada na Vila Guiomar. Nesta ação, a padaria destina parte da receita obtida com a venda de sonhos para obras da entidade.

Até 28 de outubro, todos os clientes da Brasileira poderão participar e colaborar com a campanha. Ao comprar um pacote com 10 unidades de sonhos da padaria, considerado um dos melhores do País, no sabor de creme ou doce de leite no valor de R$ 14, doará automaticamente o valor de R$ 4 para a instituição, sendo que no período de 27 de setembro a 13 de outubro, todas as unidades venderão vouchers para serem trocados por sonhos a partir do dia 14, em que já poderão ser adquiridos nas lojas.

Foto: Divulgação
Aqueles que comprarem o pacote de sonhos durante o período da campanha ainda ganharão uma fitinha colorida para amarrarem em árvores localizadas nas unidades da padaria.

Outra forma de ajudar é por meio do crowdfunding, a famosa “vaquinha online”, criada exclusivamente para a campanha. Pelo site www.benfeitoria.com/alimenteessesonho, o apoiador pode escolher o valor da doação.

A escolha de colocar o sonho na campanha surgiu logo na 1ª edição por ser um produto tradicional da Padaria Brasileira e um dos itens mais comercializados por toda a rede. Na campanha de 2018, a padaria vendeu 200 mil unidades de sonhos e arrecadou, entre vendas dos pacotes com sonhos, vouchers e doações diretas pelo site, pouco mais de 47 mil reais, superando valores dos anos anteriores. “A filantropia faz parte de nossa história e a campanha Alimente esse Sonho já é tradição por toda a região no mês no outubro. Assim, nossa expectativa para esta edição é crescermos cerca de 10% as vendas de sonhos e consequentemente a arrecadação para a entidade”, afirma Antonio Henrique Afonso Junior, diretor da Padaria Brasileira e da Brasileira Express.

A APAE Santo André, é uma instituição sem fins lucrativo, não governamental, que presta serviços nas áreas de educação, saúde e assistência social para pessoas com deficiência intelectual, desde recém-nascidos até a terceira idade, através de profissionais das áreas de Psicologia, Fonoaudiologia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, professores com especialização em educação especial e diversos outros profissionais altamente capacitados. Tem no momento 410 alunos matriculados e alguns deles marcam presença e desempenham algumas atividades na unidade Matriz da Padaria Brasileira durante a campanha.

Campanha Alimente esse Sonho
Mês de outubro
Todas as unidades da Padaria Brasileira
•                    Loja Matriz – R. Santo André, 232, Vila Assunção, Santo André, SP.
Tel.: (11) 3757-2277 / Todos os dias das 6h40 às 22h20.
•                    Loja Jardim – R. das Figueiras, 664, B. Jardim, Santo André, SP.
Tel.: (11) 4437-3545 / Todos os dias das 6h40 às 22h10.
•                    Loja Paço Municipal – Av. José Caballero, 189, Vila Bastos, Santo André, SP.
Tel.: (11) 4994-1027 / Todos os dias das 6h40 às 22h10.
•                    Loja São Bernardo – R. Dr. Flaquer, 639, centro, São Bernardo, SP.
Tel.: (11) 4337-1110 / Todos os dias das 6h40 às 22h20.
•                    Loja Shopping ABC - Av. Pereira Barreto, 42, Loja F15, Vila Santo André, SP.
Tel.: (11) 4436-485 / Todos os dias das 10h às 22h.
•                    Loja Super Banca - Av. Lino Jardim, 1168, Jardim Bela Vista, Santo André, SP.
Tel.: (11) 4994-0443 / Das 6h30 às 22h e aos domingos das 6h30 às 20h.
•                    Loja Senador Flaquer - Av. Senador Flaquer, 115, Centro, Santo André, SP.
Tel.: (11) 4436-8257 / Das 7h00 às 20h00 e aos sábados das 7h00 às 18h00.
•                    Loja Hospital Brasil - Rua Votuporanga, 75, Vila Dora, Santo André, SP.
Tel.: (11) 2127-6877 / Todos os dias das 7h às 22.


Especialista explica a relação entre comida e reações psicológicas

Redação

A maioria das pesquisas feitas sobre os desejos alimentares apontam que, provavelmente, eles ocorrem devido as reações psicológicas. Essas situações estão ligadas às nossas emoções e aos sinais externos capazes de provocar sentimentos, como tristeza, felicidade, preocupação, ansiedade, entre outros. De acordo com a consultora em nutrição da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (ABIMAPI), Ana Pallottini, os nossos sentimentos estão diretamente relacionados com nossas escolhas alimentares.

Quando não sabemos lidar com as nossas emoções e descontamos nossos sentimentos na comida, ocorre o excesso de estímulo do hipotálamo | Foto: Freepik

Mas, claro, há situações como uma dieta restritiva, na qual muitas pessoas sentem vontade de uma comida mais pesada e gordurosa, pois o corpo carece de alguns nutrientes, que são essenciais para o organismo e encontrados em diferentes tipos de alimentos.

"É importante identificar e saber discernir, para que não se desenvolva um caso de transtorno alimentar. Uma boa dica é respeitar o corpo e as vontades, mas acima de tudo, saber diferenciar o que é fome, apetite e saciedade", explica a consultora em nutrição. 

A fome é a necessidade fisiológica de se alimentar e não está relacionada a alimentos específicos. Já o apetite é muito sensível ao sabor dos alimentos e expressa o desejo de comer algo específico. Por fim, a saciedade pode estar relacionada ao momento de parar de comer e seus sinais já aparecem quando pequenas quantidades de nutrientes são absorvidas no organismo.

Já a parte do corpo humano que controla essa sensação de necessidade de comer algo é o hipotálamo, uma área localizada no cérebro. Quando não sabemos lidar com as nossas emoções e descontamos nossos sentimentos na comida, ocorre o excesso de estímulo do hipotálamo. Essa confusão pode gerar a hiperfagia, também chamada de polifagia, uma grave desordem alimentar caracterizada pela ingestão de alimentos exagerada, ultrapassando o necessário para atender a demanda energética do organismo. "A lesão no hipotálamo pode levar a distúrbios alimentares e obesidade, causar dificuldade de realizar a deglutição de alimentos e deficiência de nutrição grave e prolongada", alerta a nutricionista.

Para Ana, a relação entre o eixo cérebro-intestino é capaz de melhorar as chances de optarmos por alimentos mais saudáveis. Por isso, uma alimentação mais consciente e equilibrada ajuda na tomada de decisão e, principalmente, no controle sobre nossas emoções.

"Nosso intestino é capaz de produzir hormônios que nos trazem felicidade. Para mantê-lo equilibrado e funcionando adequadamente, é fundamental cuidar da saúde de nossa flora intestinal. Além disso, consumir todos os grupos alimentares, possibilita um aporte de nutrientes capazes de suprir todas as carências nutricionais: os carboidratos integrais, por exemplo, oferecem vitaminas, fibras e minerais responsáveis para a saúde de nossas células intestinais", finaliza a especialista.

Salão do Artesanato será no Pavilhão da Bienal em outubro

Redação

De 9 a 13 de outubro, no Pavilhão da Bienal, em São Paulo, acontecerá o 13º Salão do Artesanato Raízes Brasileiras, maior vitrine do artesanato brasileiro. A entrada é gratuita. O evento, aberto ao público das 11h às 21h, contará com uma programação variada, que inclui exposição de peças artesanais, gastronomia típica de cinco regiões do País, oficinas de artesanatos, shows, além de uma mostra de produção associada ao artesanato: agroindústria e turismo.

O evento terá a presença de artesãos de diversos estados, além de oficinas, shows e gastronomia típica | Foto: divulgação 

Organizado pela Rome Eventos, promotora das maiores e mais tradicionais feiras comerciais de Brasília e de outros estados, o Salão do Artesanato  tem como proposta valorizar a importância cultural do artesanato, para a preservação das raízes históricas dos povos e incentivar a venda de produtos, colaborando assim para geração de emprego e renda de famílias que fazem do artesanato a única forma de subsistência.

De acordo com  a diretora executiva da Rome Eventos, Leda Simone C. Alves, a feira deste ano em São Paulo reunira os melhores profissionais.  “Os melhores artesãos de 21 estados e do Distrito Federal trarão peças originais e com a identidade cultural de cada região, porque são artesãos que, acima de tudo, preservam a herança cultural recebida através dos seus antepassados, carregando em cada obra um pouco da história das suas cidades, famílias e origens”.

Com o apoio do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), o evento sempre conta com a participação de mais de 20 estados e do DF, o que garante uma variedade significativa de produtos. Além dos estandes dos estados coordenados pelo PAB, artesãos com produção individual, cooperados, associações e outros órgãos de fomento ocuparão os 19 mil metros quadrados do Pavilhão da Bienal com mostra e venda de produtos artesanais de várias tipologias, confeccionados com técnicas variadas e diferentes matérias primas.

Em outras edições, a feira recebeu cerca de 1.500 artesãos e teve volume de negócios superior à casa dos R$ 5 milhões. Endereço: O Pavilhão da Bienal fica no Parque Ibirapuera, que está localizado na Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº, Portão 3, Vila Mariana, em São Paulo.

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Cover do Legião Urbana toca no Golden Square Shopping

Redação

Nesta quinta-feira (26), às 19h, o Golden Square Shopping (Avenida Kennedy, 700), em São Bernardo do Campo,  sedia o show da banda Legião Urbana Cover-SP, no palco da Praça de Alimentação. A apresentação gratuita faz parte do projeto “Quinta na Praça”.

A Legião Urbana Cover-SP se apresenta nesta quinta-feira (26), às 19h | Foto: Reprodução Facebook

A Legião Urbana Cover-SP existe desde 1994 e é formada por Palma Junior (vocalista) Eduardo Carinta (teclado) e Rodrigo Secolin ( ontrabaixo elétrico). Atualmente, o grupo percorre todo o País celebrando a história da banda de Renato Russo, Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos.

Em vários shows, Junior utiliza peças de roupas que pertenceram ao próprio Renato Russo. Já no repertório estão alguns dos maiores hits da banda formada, em 1982, em Brasília, entre eles, “Será”, “Pais e Filhos”, “Geração Coca Cola” e “Quase Sem Querer”.

Ballet de São Petersburgo fará turnê no Brasil

Redação

O Ballet Nacional da Rússia traz ao Brasil, pela primeira vez, o “Ballet de São Petersburgo”, com estreia a partir deste mês.  Em São Paulo, o espetáculo será no Teatro Opus (Avenida das Nações Unidas, 4.777, Alto de Pinheiros), em 3 de outubro, às 21h.

Em São Paulo, espetáculo será no Teatro Opus em 3 de outubro | Foto: divulgação 

No elenco que virá ao Brasil estarão nomes como, por exemplo, a primeira bailarina Oksana Bondareva, do Teatro Mikhaylovsky, além dos solistas do Bolshoi de Minsk e Mikhaylovsky, que interpretam um repertório composto por trechos das obras Lago dos Cisnes, Spartacus, Carmem, entre outros.

O diretor Andrey Liapyn afirma que é a primeira vez que são reunidos grandes talentos em um único espetáculo. “É uma programação inédita em toda a minha história de ballet. A quantidade de medalhas e prêmios que estes solistas já receberam em competições internacionais formam um verdadeiro tesouro. Eles foram praticamente criados nos grandes teatros, pois permanecem ensaiando mais de 10 horas por dia, seis dias por semana”, conta.

Liapyn ressalta que se trata de uma oportunidade singular para os amantes do balé ver esses artistas juntos, em um único show. “O cenário é composto de paisagens belas e delicadas, ingredientes perfeitos para uma noite ao melhor estilo imperial da corte russa. A noite é de glamour inesquecível”, completa o diretor.

Livro traz análise da repressão às drogas e aborda rumos alternativos

Redação

O advogado e professor de Direito Penal e Criminologia, André Luis Pontarolli, lançou no último dia 18 na Livraria da Vila, em São Paulo, o livro “Drogas: crise paradigmática e alternativas ao modelo proibicionista”, publicada pela Editora Lumen Juris. Para escrever a obra, o autor partiu do argumento da falência da política nacional de repressão aos entorpecentes. A sessão de autógrafos contou com a presença de advogados, estudantes, amigos e familiares.

O advogado André Luis Pontarolli é o autor do livro “Drogas: crise paradigmática e alternativas ao modelo proibicionista” | Foto: divulgação

A obra tem apresentação do professor André Peixoto de Souza, doutor em Direito pela Universidade Federal do Paraná, e prefácio assinado pelo desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, doutor em Direito Mário Luiz Ramidoff. É fruto da dissertação de mestrado em Direito de Pontarolli apresentada para o Programa de Pós-Graduação em Direito do Centro Universitário Internacional – Uninter. A tese teve como orientador o professor Mário Ramidoff e a banca foi composta e composta por André Peixoto de Souza, Luiz Osório Panza e Celso Ludwig.

Sobre o lançamento o autor destacou que foi um muito marcante. “Receber amigos, alunos e a minha família para compartilhar este momento único, foi sensacional. Fiquei muito satisfeito em ver muitos rostos conhecidos, incluindo grandes advogados e referências acadêmicas. Também recebi o feedback positivo sobre a relevância da temática do livro. Só tenho a agradecer a todos que estiveram comigo nesta noite fantástica”, afirma o autor, que fez questão de citar que a estudante de Direito da UFPR, Marieli Rodrigues, lhe confidenciou que um dos capítulos do livro será de fundamental importância para o seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

O livro traz uma análise crítica transdisciplinar do paradigma repressivo de “guerra às drogas” e, com base na constatação de crise (criminológica, pragmática e dogmática) deste modelo proibicionista, aborda os modelos alternativos. Entre os temas abordados estão também descriminalização, despenalização e políticas públicas para usuários.

terça-feira, 24 de setembro de 2019

"Harmonização facial pode levar a um rosto deformado”, alerta a dermatologista Camila Moulin

Redação

Nos últimos tempos, a “harmonização facial" se tornou o tratamento estético desejado por muitas pessoas e o preferido por diversas celebridades. Para explicar este tratamento e alertar para os riscos de um rosto deformado pelo excesso de preenchedores, a dermatologista Camila Moulin, resolveu falar sobre o outro lado desta "moda", que pode ser bastante perigosa, e dar sugestões mais seguras para quem busca cuidados com o rosto e jovialidade prolongada.

Muito preenchedor no rosto pode causar a  filler fatigue, alerta a dermatolista Camila | Foto: divulgação  

"Venho alertando meus pacientes sobre os perigos de se injetar muito volume de preenchedor no rosto. O abuso do ácido hialurônico (material presente na maioria dos preenchedores atuais) pode levar a um rosto deformado e, em alguns casos, irreconhecíveis. Sem dúvida nenhuma, um lábio volumoso é bonito. Assim como uma face bem desenhada, com contornos bem definidos. No entanto, a prática constante de injetar muito volume no rosto, a proclamada harmonização facial, pode levar a uma condição desagradável e pouco conhecida da população, a chamada filler fatigue", explica a dermatologista.

Segundo Camila, “filler fatigue é um termo confuso utilizado para expressar o que acontece com o rosto que vem recebendo muito preenchimento. É diferente do efeito que você vê com o uso de uma única ampola de preenchimento. Resumidamente, o que acontece: o preenchimento estica e pesa a pele e, com o passar do tempo e novas visitas médicas, a pele envelhecida precisa de mais volume, que esticará e pesará ainda mais a pele. O produto fica no rosto por cerca de 12 meses e, uma vez que ele é reabsorvido, ele deixa pra trás um espaço vazio que precisa do dobro ou do triplo de volume para produzir o mesmo efeito do ano anterior. As pessoas quando entram no processo de usar mais e mais preenchedor ao logo dos anos, começam a parecer bonecos”, alerta.

Então, muito preenchedor pode fazer a pessoa parecer mais velho, segundo a dermatologista. Depois que a pele é esticada com grandes volumes, ela funciona como a abdome de uma mulher no pós-parto: não volta a ser o que era antes. Camila destaca ainda que é importante ser criterioso na escolha do profissional, para evitar que o rosto fique deformado com o uso de preenchedores.

Soluções 
A dermatologista comenta que cada pessoa precisa de um tratamento individualizado, mas ela recomenda, em muitos casos, “a radiofrequência (Exilis) e ultrassom microfocado (Ultraformer III), que darão firmeza e lifting na pele, sem, no entanto, deixar o rosto inflado. Além deles, existem os bioestimuladores injetáveis, produtos capazes de estimular colágeno, melhorar a densidade (espessura) da pele, como o Sculptra e o Radiesse", finaliza.


Tecnologia deve acabar com medo de dentista

Redação

O medo de dentista é um tabu que assombra grande parte da população. Seja por trauma de infância ou, simplesmente, por algum receio pessoal. Mas a tecnologia tem ajudado, e muito, a transformar essa experiência cada vez menos desconfortável.

A dentista Daniela comenta algumas das novidade tecnológicas na área da Odontologia como, por exemplo, o check up preventivo digital | Foto: divulgação 

Para a dentista Daniela Yano algumas novidades tecnológicas auxiliam na rotina do atendimento.  "Com o surgimento das câmeras intraorais, hoje é possível realizar o check up preventivo digital, uma ferramenta indispensável para avaliações odontológicas. Nele, nós realizamos imagens de toda a boca, com uma câmera que aumenta em até 60 vezes o tamanho do dente. Assim, ela funciona como uma lupa e nos mostra, muitas vezes, o que não é possível enxergar a olho nu", conta.

A dentista explica que esta é uma ferramenta importante pra identificar o problema logo no início, o que torna a solução muito mais simples, rápida e indolor. Além de possibilitar ao paciente visualizar essas imagens em alta definição e, com isso,  entender o que se passa dentro da boca e quais os cuidados necessários. Assim como qualquer doença, a cárie e a doença gengival, por exemplo, quando identificadas no início, permitem um tratamento muito menos invasivo, mais barato e mais rápido.

Existe anestesia sem agulha, porém este método não se aplica a todos os casos. A anestesia computadorizada, um robozinho que controla a pressão com que o anestésico é depositado e permite que qualquer anestesia local seja realizada completamente sem dor. É tudo programado e controlado pelo computador. Além disso, é claro que a tecnologia já solucionou aquele barulhinho do "motorzinho", hoje existem canetas odontológicas de alta rotação completamente silenciosas e precisas.

Outro procedimento que causa muito desconforto aos pacientes é a moldagem dos dentes, aquela massinha que copia todas as estruturas bucais, muito usada em tratamentos com aparelhos e prótese. Mas isso também é coisa do passado. Hoje, pode-se usar o escaneamento digital, um escâner que copia toda a boca e transmite essa informação diretamente para o computador. A partir daí, é possível realizar todo o planejamento das movimentações ortodônticas e inclusive prever exatamente qual a duração do tratamento.

Nos casos dos famosos alinhadores estéticos, aparelhos removíveis e transparentes, utiliza-se este escanamento para criar o modelo virtual, que servirá como base para a confecção dos alinhadores nas impressoras 3D com corte à laser. Isso torna o tratamento mais previsível, mais rápido, mais confortável, mais estético, sem intercorrências e sem restrição alimentar. Isso é ortodontia digital. Nos casos protéticos, este escaneamento também substitui a moldagem e é utilizado para a confecção de coroas, lentes de contato dentais, facetas e outras peças.

Você já ouviu falar em laserterapia na odontologia? Existem frequências de ondas que podem ser utilizadas na odontologia e que permitem uma melhor cicatrização dos tecidos, possui ação anti-inflamatória e bactericida. Este aparelho pode ser utilizado para acelerar a cicatrização nos casos cirúrgicos, melhora o desconforto e estimula a cicatrização em pacientes que sofrem com herpes e aftas. A aplicação de laser pode também diminuir edemas e melhorar até mesmo sensibilidade dentinária.

A tecnologia também chegou aos aparelhos de raio x. "Hoje, contamos com o raio x digital, que trabalha com uma radiação bem menor, tornando os exames radiográficos, tão importantes e utilizados na odontologia, ainda mais seguros", explica  Daniela.

Para a especialista, a área que mais ganhou com a evolução da tecnologia foi a estética. Hoje é muito comum receber no consultório pacientes que desejam um sorriso mais bonito. Mas, muitas vezes, eles não sabem exatamente o estão buscando. Pensando nisso, foram desenvolvidas diversas técnicas que permitem desenhar o sorriso ideal para cada tipo de rosto e personalidade.

A base do planejamento estético é a fotografia. Elas serão utilizadas para realizar o estudo das proporções ideais e avaliar melhor a relação estética entre dentes, gengiva, sorriso e face, permitindo ao dentista e o paciente uma melhor compreensão dos problemas e criação das possíveis soluções. Isso tudo engloba o planejamento digital do sorriso.

Está sendo desenvolvido um aplicativo que permite realizar todo esse procedimento de maneira prática e rápida na palma da sua mão, apenas com a câmera do seu celular. "De nada adianta toda essa tecnologia, se não soubermos ouvir o nosso paciente, por que embora não existam fórmulas prontas, um dos segredos para conseguirmos atingir o tão sonhado sorriso é abrir as portas da percepção, é ouvir o paciente com a devida atenção valorizando seus desejos e expectativas. Somente assim, conseguiremos desenhar um sorriso em que ele realmente se identifique e não somente um sorriso harmônico," conclui a dentista.

Mulheres lideram pedidos de divórcios no Brasil

Redação

O sonho do "viveram felizes para sempre" esteve muito associado às mulheres ao longo do tempo, mas a realidade mostra uma outra história: são elas quem mais entram com o pedido de divórcio na Justiça. Segundo o  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a diferença é grande. Os últimos dados disponíveis mostram que elas fizeram essa solicitação mais de 13 mil vezes no último ano, enquanto eles foram responsáveis por pouco mais de 5 mil pedidos. Nos Estados Unidos, a situação é igual: pesquisa da Stanford University aponta que as mulheres dão início a 69% dos pedidos de divórcio, contra 31% dos homens.

No Brasil, de acordo com dados do IBGE, o número de divórcios cresceu mais de 160% na última década | Foto: Freepik

Para a advogada especializada em Direito Humanizado nas áreas de Família e Sucessões, Debora Ghelman, os números, na verdade, refletem a evolução na conquista de direitos da mulher. "Não existe mais aquele estigma de antigamente, da mulher desquitada. As leis foram evoluindo muito. Antigamente, era necessária a prova de culpa como, por exemplo, uma traição, e só podia divorciar uma vez na vida. A mulher tinha menos controle sobre si e, com o tempo, as coisas foram mudando e elas passaram a ter mais atitude nesse momento", comenta.

A facilidade para entrar com o pedido também se tornou um grande encorajador, aponta a especialista. "Acredito que há uma série de motivos para esse fenômeno, inclusive o fato de que atualmente não é necessária a prévia separação de um a dois anos para entrar com o pedido de divórcio, prazo exigido antigamente. Agora, em casos sem filhos menores e consensuais, basta ir ao cartório", comenta.

Pesquisas indicam que uma possível razão para as mulheres estarem mais infelizes nos casamentos é que a instituição ainda privilegia os homens. A mulher continua assumindo mais funções do que eles dentro casamento, sendo responsáveis não só pelo seu trabalho, mas também pela parte doméstica, dos filhos e até do marido.

Outro fato que contribui para os casais que têm filhos é também a mudança de parâmetro na Justiça, que determina a guarda compartilhada como princípio. "Antes, automaticamente a mulher ficava com os filhos, o que também era uma forma de sobrecarregá-la", afirma a advogada.

No Brasil, de acordo com dados do IBGE, o número de divórcios cresceu mais de 160% na última década. Segundo os estudos, que datam de 2014, foram homologados 341,1 mil divórcios, um salto significativo em relação a 2004, quando foram registrados 130,5 mil divórcios.

Plano de divórcio é importante
O tempo entre a decisão de se separar e o pedido do divórcio costuma ser de um ano e meio, afirma a advogada. Com isso em mente, Debora recomenda que as mulheres que estão pensando na separação devem elaborar um plano para que o momento seja o mais rápido e indolor possível.

"O divórcio já é um grande desgaste emocional. Ainda mais se há disputa de guarda. Então, eu sempre sugiro que a pessoa, quando toma essa decisão, busque primeiramente um advogado para ouvir seus anseios e vontades antes de comunicar ao cônjuge. Dessa forma, o desgaste tende a ser menos traumático, fazendo com que todos possam seguir com a sua vida. Afinal, casamento tem de ser fonte de felicidade e não de tristeza e frustração", finaliza.

ClickTube reúne canais produzidos de maneira independente

Redação

O Clicktube foi lançado em 26 de agosto. Desde que foi ao ar, a plataforma vem registrando números expressivos em todas as suas mídias. O ClickTube traz uma experiência pioneira para a web: reúne canais produzidos de maneira independente numa única plataforma, para oferecer conteúdo relevante ao público e permitir que o mercado publicitário tenha segurança para investir no digital.

Muitos dos clickTubers, como estão sendo chamados os associados da plataforma, já são conhecidos do público pelo sucesso que fizeram na mídia tradicional | Imagem: reprodução
Segundo dados divulgados pelo ClickTube, os acessos nas páginas da plataforma atingiram mais de 300 mil, as visualizações de vídeos postados nas mídias digitais já passam de 100 mil e o número de seguidores e inscritos nas plataformas digitais alcançam 4 mil, todos orgânicos,

Para o sócio e um dos idealizadores da plataforma, Paulo Amaral, "são números que nos estimulam nesse começo de caminhada e que nos ajudam a entender e orientar a produção de conteúdo relevante e certificado que é o principal compromisso do ClickTube", afirma.

Muitos dos clickTubers, como estão sendo chamados os associados da plataforma, já são conhecidos do público pelo sucesso que fizeram na mídia tradicional. Eles fazem parte de um grupo seleto de produtores de conteúdo que trazem ao Brasil um novo modelo de comunicação. 

São profissionais como a ex-apresentadora do esporte da Globo Cris Dias, que leva para a web seu novo projeto audiovisual "Dias de Cris". Mesmo antes de se desligar da emissora carioca, ela já atuava nas redes sociais, onde conta com quase 500 mil seguidores.  A jornalista gaúcha considera natural a migração de conteúdo da TV para a web e fala com entusiasmo da independência que isso proporciona. "Vai ter esporte, entrevistas só com gente bacana e um pouco de vida pessoal, mas com elegância", define a jornalista.   

A repórter e apresentadora Luciana Ávila, que também construiu sua reputação na Globonews e no esporte da Globo, sempre foi apaixonada por motores e aventura e, assim, mergulhou de cabeça nesse universo das duas rodas. Ela criou o canal “Lu de moto”, no qual viaja pelo Brasil descobrindo trilhas de motos e histórias de pessoas apaixonadas pelo tema. Ela também vem acompanhando eventos e competições de modalidades variadas do motociclismo. "Nós migramos na hora certa. Todo mundo está se voltando para o digital e eu estou empolgada com a minha produção em que o conteúdo vai brotando e alimentando minhas plataformas. Tô bem feliz", comemora. 

O empresário do ramo das startups digitais e um dos idealizadores da plataforma, Oswaldo Braz, comenta a proposta da plataforma. "É uma oportunidade de as empresas associarem suas marcas a um conteúdo certificado pela autoridade conquistada por profissionais de mídia conhecidos do grande público. Nós queremos atrair uma audiência que se identifica e conhece a qualidade desses profissionais", finaliza.

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Como melhorar a aparência das mãos

*Por Denise Steiner   

Todos os dias nossas mãos são agredidas pela luz, sol, poluição e centenas de produtos químicos.

Protetor solar deve ser usado também nas mãos diariamente | Foto: divulgação 

Elas envelhecem precocemente ficando mais finas, mais secas, manchadas, enrugadas e flácidas.

Prevenção:

Há vários cuidados e procedimentos para cuidar e tratar das suas mãos:  usar hidratante, sabonete neutro e filtro solar nas mãos todos os dias é fundamental para prevenir o envelhecimento.

Tratamentos específicos:  

Luz Pulsada ou laser: Emite uma luz que destrói a melanina melhorando as manchas. A pele fica com crostas por cerca de 5 dias. É necessário proteger com filtro solar cremoso e com fps alto.

Laser de CO2: é um aparelho que emite energia que estimula o colágeno e tonifica as mãos. A pele descama por cerca de 10 dias e a aparência fica muito renovada.

Preenchimento: Substâncias como hidroxiapatita de cálcio, ácido polilático são injetados preenchendo e estimulando o colágeno. Este procedimento faz com que as veias e tendões fiquem menos aparentes.

O ideal é começar a tratar as mãos nos primeiros sinais de envelhecimento. Muitas vezes os procedimentos de luz pulsada ou laser são combinados com preenchimento para conseguirmos resultados mais completos.

*Denise Steiner é médica pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da qual foi presidente entre os anos de 2013 e 2014. Atualmente, ela é conselheira da SBD.

Festival de Cinema do BRICS começa nesta segunda-feira

Redação

Os cursos de história do cinema chinês, sul-africano e indiano darão a partida, nesta segunda-feira (23), à programação do 4º Festival de Cinema do BRICS, que traz para Niterói (RJ), até 9 de outubro, um amplo panorama da produção cinematográfica das nações que compõem o BRICS: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Orquestra Sinfônica Nacional se apresenta em concerto no CineArte UFF durante sessão do filme Metropólis (1927), de Fritz Lang ||Foto: Arquivo/Centro de Artes UFF

Com edições anuais intercaladas entre os cinco países que compõem o grupo, o festival já foi realizado na Índia (2016), China (2017) e África do Sul (2018). Em 2019, chegou a vez do Brasil, e Niterói foi a cidade escolhida para acolher o evento. A próxima edição, em 2020, será na Rússia.

A programação traz diversas mostras de filmes e atividades abertas ao público, o 4º Festival de Cinema do BRICS é uma realização do Departamento de Cinema e Vídeo da Universidade Federal Fluminense (UFF), com a cooperação da Prefeitura Municipal de Niterói e do Centro de Artes UFF, apoio institucional da Agência Nacional de Cinema (Ancine) e patrocínio da Secretaria Especial da Cultura, do Ministério da Cidadania.

O objetivo é apresentar um panorama contemporâneo e histórico do cinema e do audiovisual nesses cinco países, valorizando o passado, o presente e o futuro do cinema, além de evidenciar a importância da universidade pública na formação audiovisual.

Mostras 
A programação de filmes se espalha por quatro mostras. A Mostra Contemporânea – única competitiva –, que se realiza de 3 a 7 de outubro no Reserva Cultural, apresenta um panorama da produção recente, com dez filmes selecionados (dois de cada país), assinados por diretores com até três longas-metragens em sua carreira. A Mostra Clássicos, que ocorre de 3 a 8 de outubro no CineArte UFF, exibirá dez obras marcantes de diferentes períodos da história do cinema, em cópias restauradas. Haverá três sessões da mostra em conjunto com o projeto OSN-Cine, com a apresentação ao vivo da Orquestra Sinfônica Nacional, que também pertence à UFF, em sessões do filme Ganga Bruta (1933), de Humberto Mauro.

A Mostra Filmes de Escola, por sua vez, reúne 40 curtas e um longa-metragem produzidos em cursos universitários e oficinas de cinema, com exibição entre os dias 3 e 8 de outubro no Reserva Cultural, além de duas sessões itinerantes especiais. Por fim, a Mostra Animação exibirá, de 7 a 9 de outubro, no Cine Arte UFF e no Reserva Cultural, cinco produções recentes que demonstram o potencial de desenvolvimento da indústria de animação no BRICS, incluindo sessões matinais que receberão alunos das escolas de Niterói.

Atividades formativas e de mercado 
Para além dos filmes, o festival oferecerá uma série de atividades formativas, a começar pelos cursos intensivos de história do cinema russo, indiano, chinês e sul-africano ministrados por professores vindos especialmente de cada um dos países. Há também duas exposições, no Reserva Cultural e no Centro de Artes da UFF, de equipamentos cinematográficos históricos pertencentes ao acervo do curso de Cinema da UFF – o qual tem mais de 50 anos; encontro de preservação audiovisual, contando com a participação de profissionais especializados, além de ações voltadas para o presente e para o futuro.

Nesse ponto, um dos destaques é a residência audiovisual que reunirá, durante duas semanas, 16 estudantes (oito estrangeiros e oito brasileiros), conforme conta o professor Cezar Migliorin, um dos coordenadores da atividade: "A residência é um encontro intenso de uma semana em que imaginamos formar um grupo de alunos e professores que, com os meios do cinema, vai experimentar a cidade, a circulação e o encontro de pessoas de lugares diferentes, culturas singulares". O trabalho está conectado com as pesquisas ligadas à questão da pedagogia da imagem desenvolvidas no projeto Inventar com a Diferença e no Laboratório Kumã. "A ideia é termos um filme curto no fim do encontro, rastro dessas experiências", completa Migliorin.

As ações formativas incluem ainda oficina de relações audiovisuais, para discutir as possibilidades de diálogo entre as culturas cinematográficas do BRICS e possíveis direções futuras para o intercâmbio cultural entre as indústrias audiovisuais dos cinco países; Fórum de Negócios, realizado pela Prefeitura Municipal de Niterói em parceria com a UFF; e um dia inteiramente dedicado à criação e estruturação da Incubadora Audiovisual da UFF – Araci. Para conferir mais detalhes da programação clique aqui e acesse o site oficial do festival.

Ficar muito tempo sentado afeta a qualidade de vida

Redação

Em centros urbanos, grande parcela da população já passa a maior parte do dia sentada em frente ao computador, realizando diversas tarefas ao mesmo tempo. De acordo com uma pesquisa feita pelo Get Britain Standing, enquanto estão no escritório, 45% das mulheres e 37% dos homens ficam em pé menos de 30 minutos por dia, o que além de provocar sonolência e fadiga, aumenta os riscos de desenvolver doenças como depressão, lombalgia, problemas nos órgãos, triglicérides alta e até mesmo queda na libido.

Evite uma postura curvada em frente ao computador e sempre mantenha os ombros para trás | Foto: Freepik

Muitas vezes, é quase impossível não trabalhar sentado, porém é importante sentar-se corretamente e adotar medidas parar prevenir problemas. Pensando nisso, a marca Sittz divulgou algumas dicas fundamentais, para manter uma postura correta e escolher a cadeira ideal. Confira:

1. Não curve sua postura
É necessário evitar de qualquer maneira uma postura curvada e sempre manter os ombros para trás. Além de provocar distensões no ombro e pescoço, esse tipo de posição pode reprimir os órgãos e atrapalhar o funcionamento do corpo.

2. Monitor na altura dos olhos
A cabeça humana pesa em média cinco quilos (kg), mas quando inclinada, o peso pode chegar a 35kg, deixando o pescoço sobrecarregado e suscetível a uma distensão. Por isso, é fundamental utilizar cadeiras que regulem a altura e posicionar o monitor na elevação dos olhos, para manter o membro relaxado.

3. Joelhos alinhados com o quadril
Ajuste a cadeira de maneira que seu joelho fique no mesmo nível do quadril, uma cadeira muito baixa pode provocar uma postura curvada e forçar os membros superiores.

4. Coluna lombar e cervical apoiadas nas cadeiras
Boas cadeiras de escritório devem possuir apoio com uma pequena saliência na região da coluna lombar, para apoiá-la de ambos os lados e facilitar uma posição ereta e mais confortável.

5. Movimente-se
Faça algumas pausas durante o expediente, ir ao banheiro ou pegar um café já contribuem para uma sensação de conforto. Se possível, faça isso a cada 1 hora.

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Psicóloga alerta para sinais que podem levar ao suicídio

Redação

Setembro é o mês mundial de prevenção ao suicídio. Para a psicóloga da Santa Casa de Mauá, Valéria Xavier, o suicídio é um fenômeno complexo e multifatorial que afeta indivíduos de diferentes origens, faixas etárias, condições socioeconômicas, orientações sexuais e identidades de gênero.

A psicóloga Valéria ressalta que a maioria dos que tentam o suicídio dão sinais sobre suas ideias de morte, então, é importante ficar atento, principalmente, aos adolescentes | Foto: divulgação

"O suicídio pode ser prevenido. Reconhecer os sinais é o primeiro passo. No caso de crianças e adolescentes, são necessárias ações de apoio que contribuam para a prevenção das violências interpessoal e autoprovocada", comenta a especialista.

O suicídio representa 1,4% de todas as mortes no mundo e entre os jovens de 15 a 29 anos, em 2017, foi a segunda causa de morte, segundo estudos da Organização Mundial da Saúde. No Brasil, entre 2011 e 2016, houve maior predominância de autoagressão e tentativa de suicídio na adolescência, entre 10 e 19 anos. Os públicos mais vulneráveis são LGBT, indígenas, negros, situação de rua, entre outros.

Vale ressaltar que a violência autoprovocada leva à ideia suicida, momento em que o suicídio é visto como uma saída para o sofrimento. No caso de crianças e adolescentes, isso pode acontecer quando há depressão grave, baixa autoestima, humor deprimido, incapacidade de ver melhora na situação, sentimento de que não há motivos para viver ou chance de ser feliz.

Alguns sinais começam com a autoagressão, um ato intencional de automutilação ou outras formas de causar dano a si mesmo, sem intenção de morte. Por vezes, crianças e adolescentes relatam que se autoagridem para controlar ou aliviar uma dor emocional. Já na tentativa de suicídio, o indivíduo se autoagride com a intenção de tirar a própria vida, utilizando um meio que acredita ser letal, sem resultar em óbito. No suicídio, o ato de tirar a própria vida é deliberado, com desfecho fatal.

Diversos fatores podem aumentar o risco de autoagressão ou tentativa de suicídio como histórico de transtorno mental; bullying; situação atual ou anterior de violência intra ou extrafamiliar; história de abuso sexual; suicídio na família; baixa autoestima; uso de álcool e outras drogas.

Em situações normais, as redes sociais ajudam os jovens a se expressarem e se comunicarem. "Há muitas experiências online que podem estar relacionadas ao comportamento suicida, incluindo humilhação, assédio, extorsão sexual, problemas de imagem corporal e medo de exposição. Por outro lado, as novas tecnologias digitais também são usadas para disponibilizar suporte interativo para acolher como, por exemplo, os serviços de aconselhamento online", orienta a psicóloga.

Determinados alertas podem identificar o comportamento suicida como a preocupação com a própria morte ou falta de esperança; ideias ou de intenções suicidas; ausência de autocuidado; mudanças na alimentação e sono; uso abusivo de drogas e álcool; alterações nos níveis de atividade ou de humor; crescente isolamento e diminuição do rendimento escolar. Também é importante estar alerta para os sinais de autoagressão, como nas mudanças no vestuário para cobrir partes do corpo.

A maioria dos que tentam o suicídio dão sinais sobre suas ideias de morte; uma tentativa prévia é o principal fator de risco para o suicídio; falar sobre suicídio não aumenta seu risco; nem todas as pessoas que tiram a vida tem transtorno mental, já que comportamento suicida indica profundo sofrimento. Muitas vezes, a pessoa não deseja a morte, mas uma saída para o seu sofrimento.

"Então, quando houver alguma suspeita de uma pessoa ser suicida, três passos são importantes: perguntar e tratar com seriedade o que é dito, agir com respeito e empatia, não julgar, certificar-se de que a criança ou adolescente compreende os limites da confidencialidade; ouvir com atenção; cuidado com a expressão corporal - não fique chocado; ouça primeiro e depois ofereça apoio", finaliza Valéria.

Dia Mundial do Alzheimer: mitos e verdades sobre a doença

Redação

A cada 3,2 segundos um novo caso de demência é detectado no mundo, é o que estima a Associação Internacional de Alzheimer (ADI). A doença, que acomete mais idosos, é degenerativa, progressiva e irreversível. As causas da doença ainda não são totalmente conhecidas.

Muitos estudos já comprovam que treinar a mente e manter hábitos saudáveis ao longo da vida podem prevenir o Alzheimer | Imagem: iStock

O Dia Mundial do Alzheimer, em 21 de setembro, alerta sobre a doença. Com isso, o  neurologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Roger Taussig, aponta algumas dúvidas sobre o tema e esclarece o que é mito e o que é verdadeiro sobre o Alzheimer.

Alzheimer é a principal causa de demência no mundo? 
Verdade - A doença de Alzheimer representa cerca de 50 a 75% dos casos de demência no mundo, de acordo com levantamento realizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
O Relatório de 2015 da Associação Internacional de Alzheimer (ADI) afirma que a previsão é que, até 2050, um novo caso da doença seja detectado a cada segundo no mundo.

Mulheres tem mais chances de desenvolver Alzheimer?
Verdade - Segundo levantamento da Associação Americana de Alzheimer (Alzheimer's Association), ao atingir os 65 anos de idade, uma mulher tem a chance de 1 para 6 de desenvolver a doença até o final da vida. Nos homens o risco é de 1 para 11.

O risco de uma mulher desenvolver Alzheimer depois dos 60 anos é duas vezes maior do que o de desenvolver câncer de mama, por exemplo. 

Apesar de não terem estudos suficientes que comprovem o motivo para a predisposição de mulheres desenvolverem a doença, uma das possibilidades mais plausíveis é que mulheres vivem mais que os homens e um dos principais fatores para aparecimento da doença de Alzheimer é a idade.

Não é possível prevenir o Alzheimer?
Mito - Muitos estudos já comprovam que treinar a mente e manter hábitos saudáveis ao longo da vida podem prevenir o Alzheimer. Neste ano, a OMS anunciou algumas recomendações que incluem a prática de exercícios aeróbicos e a adoção da dieta mediterrânea, que consiste na ingestão de cereais integrais, azeite de oliva, vegetais, frutas e peixes, para a prevenção da doença.

Para as pessoas que são portadoras de diabetes, colesterol alto, obesidade ou hipertensão arterial, o bom controle desses problemas também diminui o risco de desenvolver o Alzheimer e também a demência vascular.

Alguns estudos indicam ainda que a prática de exercícios como yoga e mindfulness também podem auxiliar na prevenção da doença, e até mesmo amenizar os sintomas em quem já apresenta o quadro. Essas práticas já vêm sendo utilizadas nos Estados Unidos e em países da Europa e tem apresentado resultados satisfatórios.

O primeiro sintoma do Alzheimer é a perda de memória?
Parcialmente verdade - Na maioria dos casos de Alzheimer, o primeiro sintoma a se manifestar é a perda de memória. O paciente começa a esquecer acontecimentos recentes e pode se tornar repetitivo nas ações. Isso acontece porque os hipocampos, fundamentais para a memória, são as primeiras regiões do cérebro a terem o acúmulo da proteína tau.

Entretanto, existem variantes de Alzheimer, que não se iniciam pela memória. Na Atrofia Cortical Posterior, os primeiros sintomas são visuais. Na afasia logopênica, os primeiros sintomas relacionam-se à linguagem. Na variante disexecutiva, a dificuldade de organização e planejamento são as primeiras manifestações.

É importante saber que à medida que a doença avança, todas as áreas do cérebro ficam comprometidas. Desse modo, os sintomas cognitivos são múltiplos com o tempo. Além disso, também aparecem alterações comportamentais que podem diminuir a qualidade de vida do paciente.

"É importante entender que o Alzheimer atinge, inicialmente, as memórias recentes. Somente nos estágios mais avançados é que as memórias do passado serão comprometidas. Conforme a doença progride, outros sintomas aparecem e a capacidade de funcionar independentemente é perdida", afirma o neurologista.

Alzheimer não tem cura?
Verdade - Apesar de ainda não existir uma cura para a doença, já existem tratamentos capazes de minimizar os efeitos do Alzheimer. Um importante fator para o sucesso na medicação é o diagnóstico precoce, que é realizado de forma clínica por um médico especialista.


Luisa Mell participa do evento de adoção de animais em São Bernardo do Campo

Redação

O Golden Square Shopping, em São Bernardo do Campo, realiza mais uma edição do Evento de Adoção de Cães e Gatos, em parceria com o Instituto Luisa Mell, em 28 de setembro, das 10h às 18h. A atriz, apresentadora e ativista Luisa Mell, que administra o abrigo com cerca de 2,1 mil animais, estará presente na ocasião.

Evento ocorre em parceria com o Instituto Luisa Mell | Foto: reprodução 

Na ocasião, serão 100 animais, entre cães e gatos, filhotes e adultos, que foram resgatados pela instituição. A maioria deles era vítima de maus-tratos ou foi abandonado antes de chegar ao abrigo. Os animais estarão castrados, vacinados e vermifugados.  Os interessados na adoção deverão emitir o cupom disponível no Aplicativo do Golden Square Shopping para poder participar do processo de seleção e triagem, realizadas no deque – piso L2 do empreendimento. Os aprovados serão informados ao fim da entrevista, no próprio centro de compras.

Para que o processo de adoção seja realizado, o candidato deverá ter em mãos RG ou CNH, um comprovante de endereço e ser maior de 18 anos. Também será necessário preencher um questionário específico para cães e gatos e assinar o Termo de Adoção Responsável.

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Orquestra Sinfônica de Santo André e Parlapatões se encontram no Parque Central

Redação

Neste domingo (22), a Orquestra Sinfônica de Santo André (OSSA), com regência do maestro Abel Rocha, dá prosseguimento à temporada 2019 com mais uma novidade. Os músicos executarão o Circo em Concerto, espetáculo circense especialmente criado para a cidade, com a participação do grupo Parlapatões. A apresentação será no Parque Central, às 10h30. A festa prosseguirá até as 18h com outras atrações.

A apresentação da OSSA e do grupo Parlapatões integram o Festival Multicultural no Parque Central | Foto: Alex Cavanha/PMSA

Na ocasião, os Parlapatões trarão alguns dos números cômicos de maior sucesso em sua carreira, como Futebol de Palhaços e Águas Dançantes. A apresentação terá ainda a participação de artistas circenses, que executarão números aéreos, acrobacias de solo e malabarismos.

Após o concerto, quem estiver no parque poderá conferir ainda às 13h a Cia Sabre de Luz e, às 14h30, o grupo Pedra Branca. O grupo de teatro de bonecos Pia Fraus subirá ao palco às 16h30. A The Show Band Brazil percorrerá a área do parque em apresentações itinerantes às 12h30 e 15h30, bem como Os Espelhados, às 14h. Haverá  também oficinas de circo e pocket show.

Completam o Festival Multicultural que será realizado na tenda azul cerca de 60 expositores de diversos segmentos, incluindo gastronomia. O endereço do Parque Central é Rua José Bonifácio, s/nº, na Vila assunção.

Cirurgião plástico explica mitos e verdades sobre aumento de seios

Redação

A colocação de próteses de silicone está entre os procedimentos mais realizados por cirurgiões plásticos no Brasil e é considerada um sonho para muitas mulheres. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o aumento de seios é responsável por 22,5% das cirurgias estéticas no País. Durante o processo de decisão de se submeter à cirurgia, muitas mulheres têm dúvidas, com isso, o cirurgião plástico Victor Cutait, da Cutait Cirurgia Plástica, comenta abaixo os principais pontos questionados.

O aumento de seios representa 22,5% das cirurgias estéticas no Brasil, segundo a SBCP | Foto: Depositphotos 

"Os implantes de silicone podem ser colocados nos seios, nádegas ou outras regiões do corpo para um aumento do volume na região. No caso do silicone nos seios, o procedimento pode ter objetivos diferentes: aumento do volume das mamas, reconstrução, correção de assimetrias ou a melhoria das proporções do corpo", explica Cutait, da Cutait.

Então, o especialista reforça que nos últimos anos, a segurança das próteses aumentou, pois a tecnologia contribuiu com a qualidade da matéria-prima da fabricação do silicone - o maior avanço foi a criação de um gel de alta aderência, envolto por múltiplas camadas de elastômero com texturização, tornando o produto capaz de suportar grandes deformações e manipulações, evitando o rompimento.

Abaixo Cutait esclarece os principais mitos e verdades sobre o procedimento.

A amamentação é prejudicada por conta do silicone?
Mito. A prótese de silicone é colocada embaixo da mama ou embaixo do músculo, portanto, a glândula mamária, os ductos lactíferos e o bico do peito, que estruturam a amamentação, são preservados. A mulher vai produzir leite nas glândulas, os ductos e o bico do peito vão estar intactos e o bebê será amamentado.

Os seios perdem a sensibilidade por conta da prótese de silicone?

Relativo. No momento da cirurgia, os nervos localizados nas laterais das mamas são preservados. Pode acontecer a perda temporária da sensibilidade, que na maioria absoluta dos casos volta ao normal em 6 meses, a não ser em casos de próteses muito grandes, que pode ter uma perda relativa da sensibilidade.

Existe o risco da prótese estourar?
Verdade. No entanto, as chances de ocorrer um rompimento no silicone são mínimas: cerca de 3 a 5% de chance de o implante romper em 15 anos. As próteses atuais, porém, são mais seguras e com um gel bastante espesso, o que impede o risco de extravasamento e infiltração do produto, como acontecia com as próteses antigas de silicone líquido.


Existe uma idade mínima para operar?
Mito. As cirurgias de mama podem ser feitas a partir da maturação sexual, que acontece em média dois anos depois da primeira menstruação, quando o desenvolvimento mamário já está completo. Por outro lado, não há limite máximo de idade para a colocação do silicone, somente basta estar em boas condições de saúde.

É possível colocar o volume de silicone que a paciente quiser?
Mito. A escolha da prótese é feita de acordo com as proporções do corpo da paciente, como altura, tamanho do quadril e do tórax, buscando o equilíbrio estético. É necessário que o médico saiba qual tipo de mudança a paciente deseja, e descobrir junto com ela a melhor opção.

A prótese tem prazo de validade?
Mito. É normal o silicone ter um desgaste natural, assim como qualquer outro material.  Mas, nos dias de hoje, observamos a paciente ano a ano, e caso apareça alguma alteração, trocamos a prótese. Fora isso, a prótese pode permanecer a vida toda com a paciente.

É obrigatório o uso de sutiã após a cirurgia?
Verdade. No pós-operatório, a paciente tem a sensação de que a mama está solta, já que foi colocada uma prótese embaixo dela. Como os tecidos ainda estão em fase de cicatrização, a recomendação do uso do sutiã é para dar firmeza e conforto, dando mais segurança para a paciente. Não precisa ser apertado para não ser doloroso, é suficiente que seja firme.

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Setembro Vermelho: alerta para os perigos das doenças cardíacas em cães

Redação

Com o objetivo de informar os tutores e médicos veterinários sobre os sintomas, métodos de prevenção e tratamento das doenças cardíacas que acometem cães de diversas idades, portes e raças, a campanha Setembro Vermelho, idealizada pela Elanco Saúde Animal, busca conscientizar sobre a importância de se fazer exames regulares e manter um acompanhamento veterinário especializado.

Para garantir a saúde do pet, é importante realizar check-ups periódicos com o veterinário | Foto: reprodução

As doenças cardíacas têm se tornado cada vez mais comuns, com o aumento da expectativa de vida dos cães. No entanto, a detecção precoce e um tratamento adequado podem garantir uma vida mais longa, saudável e feliz aos animais. De acordo com a médica veterinária e presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia Veterinária (SBCV), Lilian Caram Petrus, as principais enfermidades identificadas nos consultórios, responsáveis por boa parte dos casos de insuficiência cardíaca em cães, são a doença mixomatosa e a cardiomiopatia dilatada - esta última com uma menor frequência.

Então, a especialista explica que mudanças repentinas de comportamento dos cães, como intolerância aos exercícios, cansaço, tosse, falta de ar e desmaio, podem indicar algum tipo de problema. "Nesses casos, a tosse parece um engasgo e a falta de ar pode ser identificada por uma respiração mais ofegante, principalmente em repouso. O tutor percebe que o cão está desconfortável", afirma a veterinária.

Idade, porte e raça
Embora os cães idosos e de pequeno porte sejam mais propensos, a doença cardíaca também pode afetar cães de médio e grande porte. O risco aumenta a partir dos cinco anos de idade e a frequência cresce conforme a idade avança. Por isso, realizar check-ups periódicos com o veterinário é imprescindível.

Segundo Lilian, a mixomatosa é de progressão lenta e começa em cães, em geral, de meia idade. "Muitas vezes esses pacientes se tornam sintomáticos só depois dos 10 anos de idade, na maioria das vezes em raças definidas como o Poodle, o Maltês, Lhasa Apso, Yorkshire Terrier e Shih Tzu, isso devido ao caráter hereditário da patologia. Já no caso da cardiomiopatia dilatada, a veterinária destaca que a doença acomete também cães de médio e grande porte, principalmente machos da raça Cocker Spaniel.

Tratamento e rotina
Se for constatado sopro ou qualquer anomalia no coração do animal, ele precisará de exames mais detalhados. O tratamento precoce é essencial, pois uma eventual progressão pode trazer complicações que podem se tornar fatais.

Em relação ao tratamento, a presidente SBCV afirma que o ativo pimobendana é um dos medicamentos mais utilizados no tratamento desses cães, além de diuréticos e vasodilatadores, dependendo dos sintomas apresentados pelo animal.

A especialista destaca ainda a importância de o tutor evitar mudar a rotina desses pacientes, mas respeitando sempre seus limites. "O cão também não pode perder peso. Mesmo com a indicação de se reduzir a quantidade de sal da dieta, o que é comum em cães cardiopatas, é preciso que ela seja palatável para ele se manter alimentado e interessado em comer", finaliza a especialista.

Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura arrecada livros infantis e brinquedos

Redação

O Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura (CMEC) da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), entidade centenária com importante história de atuação no comércio da maior cidade do País, lança a partir deste mês a campanha do Dia das Crianças, intitulada “Hora de Doar, muita história para contar”.

As doações podem ser feitas até 11 de outubro no o prédio da ACSP no Centro de São Paulo (Rua Boa Vista, 51) | Imagem: reprodução

Assim, o incentivo à leitura infantil, para o desenvolvimento dos futuros cidadãos e para a qualidade da formação, ganha ênfase na arrecadação deste ano, conforme comenta a presidente do CMEC da Associação Comercial de São Paulo, responsável pela organização da ação, Ana Cláudia Badra Cotait. “A leitura é fundamental na educação infantil, pois ela tem a capacidade de formar cidadãos mais conscientes e críticos”, destaca.

Todo o material arrecadado será encaminhado para as 15 distritais da ACSP e, estrategicamente, serão distribuídos em entidades assistenciais nestas regiões.  “Temos capilaridade de atuação em todos os pontos da capital, dessa forma, atenderemos o maior número de entidades sociais. Isso impacta diretamente na distribuição e, nossa ambição, é angariar um grande volume de livros infantis e brinquedos em boas condições”, explica Ana.

As doações podem ser realizadas diretamente nestes pontos de entrega: no prédio da ACSP no Centro de São Paulo (Rua Boa Vista, 51) ou nas 15 distritais de bairros da capital, até 11 de outubro, véspera do Dia da Criança – data que comemora os direitos das crianças e adolescentes e a conscientização das pessoas (os pais, em especial) sobre os cuidados necessários durante esta fase da vida.

“Mais que doar brinquedos e livros, o nosso propósito é provocar uma grande reflexão sobre o desenvolvimento dos jovens e o impacto na sociedade”, afirma Ana.

Empresas interessadas em doar material também estão convidadas a participar desta “corrente do bem”. “Queremos criar um engajamento em torno deste propósito, que é fomentar o hábito da cultura e da leitura infantil. Acreditamos que a transformação de um País começa pela educação”, ressalta a presidente do CMEC.
 
O Conselho
O Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura (CMEC) da ACSP atua como um fórum de referência de estudos, debates e inspirações que promovem e incentivam, de forma estratégica e sustentável, a educação empreendedora entre as mulheres, além de desenvolver ações, campanhas e projetos sociais, culturais e de fomento da economia local nas diversas regiões da cidade de São Paulo.

Aumenta a procura por cirurgias plásticas entre idosos

Redação O novo censo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) acaba de ser divulgado. Uma das maiores surpresas foi o aumento d...