segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Especialista fala sobre ansiedade cardíaca

Redação

Nos dias atuais, em que o estresse faz parte da vida da maior parte das pessoas, é muito comum o desenvolvimento de transtornos e distúrbios de ansiedade. O problema, que é psicológico e deve ser acompanhado por especialistas, pode afetar a saúde física e provocar a chamada ansiedade cardíaca (AC), além de outros males.

"A ansiedade cardíaca pode ser caracterizada por sensações de mal-estar ou dores frequentes no peito, sem que haja uma alteração física ou uma doença que justifique os sintomas", explica coordenador de Cardiologia do Hospital Santa Catarina (SP), Diego Gaia | Foto: reprodução

De acordo com o coordenador de Cardiologia do Hospital Santa Catarina (SP), Diego Gaia, "a ansiedade cardíaca pode ser caracterizada por sensações de mal-estar ou dores frequentes no peito, sem que haja uma alteração física ou uma doença que justifique os sintomas. Essas sensações podem se agravar quando a pessoa começa a acreditar que tem um problema cardíaco, mesmo que não tenha, e desenvolve um medo muito grande", explica.

Com isso, o especialista explica que é importante que a pessoa que vai realizar exames, para investigar as dores ou o mal-estar, responda um questionário para avaliar o nível de ansiedade também. Muitas vezes, o paciente acaba desenvolvendo problemas cardíacos em razão de seu comprometimento psicológico. "Em cardiopatas pode acontecer de o problema ser potencializado por conta dessa ansiedade, o que é preocupante", destaca o especialista.

A ansiedade pode provocar uma série de sintomas no organismo, como aceleramento dos batimentos cardíacos, hipertensão arterial, diminuição do diâmetro dos vasos sanguíneos, obesidade e diabetes. Há riscos, ainda, de ocasionar tonturas por conta do aparecimento de arritmias.

"O mais importante é que as pessoas sempre procurem o médico quando sentirem qualquer mal-estar, mas não devem se autodiagnosticar, pois é justamente isso que pode agravar o quadro e provocar mais problemas", finaliza Gaia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Setembro Vermelho: alerta para os perigos das doenças cardíacas em cães

Redação Com o objetivo de informar os tutores e médicos veterinários sobre os sintomas, métodos de prevenção e tratamento das doenças card...