quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Planeje as suas férias sem se endividar

*Por Uranio Bonoldi

As férias estão chegando e, boa parte dos brasileiros, já escolheu seu destino e está quase acertando os últimos detalhes para preparar as malas. A ansiedade com a proximidade do período de descanso, no entanto, faz muitas pessoas se esqueçam dos cuidados básicos que podem evitar muitos gastos desnecessários.

"Dê às suas férias um destino que se encaixe à sua realidade", orienta o especialista Bonoldi | Foto: Freepik
Antes, durante e depois do dia da viagem de final de ano, as palavras que devem ficar na mente para evitar dívidas e frustrações são planejar e muita disciplina. Neste sentido, veja algumas dicas para conciliar momentos de lazer com um orçamento disciplinado e equilibrado:

Dica 1: faça um planejamento financeiro específico para suas férias e conheça seu orçamento!

Dê às suas férias um destino que se encaixe à sua realidade.

Mas você conhece sua realidade? Você conhece bem a sua situação financeira? Sabe quanto do seu dinheiro é investido em cada área da vida - moradia, alimentação, saúde, transporte, lazer?

Se a resposta for positiva, mais fácil vai ser elaborar o seu planejamento financeiro de férias. Se for negativa, ligue o alerta! Você precisa começar do zero.

É fundamental conhecer bem como andam suas finanças antes de decidir o que fazer nas férias.

Dica 2: saiba quanto pode gastar - Qual o seu orçamento?

Identificado o valor que você tem para investir na viagem de férias, divida seu orçamento por tipo de despesas.

O planejamento financeiro das férias segue a mesma lógica do planejamento financeiro pessoal.

Quanto você pode e pretende gastar com transporte, alimentação, hospedagem, entretenimento e compras? Estabeleça os valores de acordo com as suas prioridades.

Não se esqueça de fazer uma reserva no orçamento para eventualidades. Assim, diminuem as chances de você ser pego de surpresa por algum imprevisto.

Dica 3: comece a poupar antes das férias e não se endivide para tirá-las

Se for preciso fazer algum sacrifício financeiro para garantir o orçamento necessário, que seja feito antes das férias chegarem.

Não faça dívidas ou aumente as que você já tem escolhendo férias que estão fora do seu alcance.

Não use cartão de crédito sem disciplina. Lembre-se que a fatura vence quando você volta. Se a viagem for para o exterior, atente que a fatura será debitada na moeda corrente do país destino, convertida pelo câmbio do dia da emissão da fatura, além do IOF.

Dica 4: pesquise o melhor custo e benefício e faça compras seguras

Infelizmente, muitas pessoas ainda são vítimas de golpes durante o período de férias. Em nome de uma suposta economia, acabam pagando por serviços sem referência e garantia de qualidade, quase sempre de forma antecipada e ficam, literalmente, na mão de inescrupulosos.

Sendo assim, busque referências, compare os preços, avalie os depoimentos de quem já contratou os serviços antes de você. Vá com segurança de bons serviços.

Dica 5: cuidado com o adiantamento de férias

Se seu contrato de trabalho for regido pela CLT, você vai receber antes de sair de férias: o salário do mês, um salário antecipado, o abono de férias de 1/3 do salário e, se quiser, o valor referente à venda de até 10 dias de trabalho.

É uma quantia de impressionar, mas não se iluda com esse valor. No mês que vem, você ficará sem salário. Atente-se!

Colocando essas dicas em prática, você tem tudo para aproveitar o que as férias têm de melhor e fazer com que as lembranças sejam somente dos bons momentos vividos (e não dívidas posteriores). Bom descanso e curta seu momento de lazer!

*Uranio Bonoldi é consultor, palestrante e oferece aconselhamento personalizado para empresários e executivos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Governo de São Paulo lança o aplicativo “SOS Mulher”

Da Redação O Governador João Doria lançou nesta sexta-feira (22) um aplicativo para que mulheres com medidas protetivas concedidas pelo Tr...