quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Museu do Relógio é opção de passeio para crianças em São Paulo

Da Redação

Relógios de diferentes cores, formatos e tamanhos, incluindo um cuco, encantam as crianças que visitam o Museu do Relógio Professor Dimas de Melo Pimenta (Avenida Mofarrej, 840, na Vila Leopoldina), em São Paulo. Por isso, o local é uma boa dica de passeio, durante o feriado da Proclamação da República, já que estará aberto entre os dias 15 e 19 de novembro, das 10h às 17h, com entrada gratuita.

No museu há mais de 600 peças originárias de várias partes do mundo | Foto: divulgação
Neste período acontece sua 46ª retrospectiva anual, que terá como grande destaque um relógio mestre de 1969, produzido pela empresa DIMEP, dona do museu, e batizado de Quartzion.

Na época, o exemplar representou uma grande inovação, pois foi o primeiro a quartzo produzido no Brasil - pelo Professor Dimas de Melo Pimenta - e um dos primeiros do mundo a utilizar a revolucionária tecnologia, que até pouco tempo antes era estratégica, sigilosa e restrita a poucos países.

O Quartzion foi criado como um sofisticado relógio mestre, com capacidade para informar, inclusive, os segundos aos relógios secundários, o que era difícil de encontrar. Seu mecanismo consistia em um oscilador de quartzo que gerava uma frequência de 131.072 Hz, mediante carga elétrica, e pulsos divididos por meio de um conjunto de circuitos que os convertiam em um único pulso por segundo, que, por sua vez, alimentava o sistema de movimentação dos ponteiros de horas, minutos e segundos tanto do modelo principal quanto dos ligados a ele.

O relógio apresenta uma caixa metálica em tons azulado e cinza, na qual se destaca uma placa de vidro que expõe o conjunto eletrônico. Foi um marco na história da relojoaria do Brasil e do mundo, um divisor de águas, pois proporcionou qualidade e precisão até então inéditas para empresas e entidades que precisavam medir o tempo de suas operações. Foi a partir dessa nova tecnologia que a DIMEP iniciou um processo de renovação de sua linha de produtos em direção à informatização dos sistemas de ponto.

Além disso, o museu possui um acervo com mais de 600 peças vindas de todas as partes do mundo

Para ter uma visita guiada com monitor especializado é necessário  agendamento prévio, com no mínimo um dia de antecedência, no telefone (11) 3646-4000 ou e-mail museudorelogio@dimep.com.br.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clube Aramaçan sedia evento gratuito voltado às noivas e debutantes

Da Redação Para quem está prestes a casar ou completar 15 anos, o Clube Atlético Aramaçan, em Santo André, sedia neste domingo (25) o Enco...