sexta-feira, 26 de abril de 2019

Festival do Cambuci de Paranapiacaba continua neste fim de semana

Redação

O tradicional Festival do Cambuci de Paranapiacaba prossegue neste fim de semana (27 e 28), com atividades gratuitas, das 10h às 17h. O evento conta com feira de produtos de cambuci, a Rota do Cambuci, e a Feira de Artes e Antiguidades, além de atrações culturais e oficinas. No domingo, às 13h, será realizada a cerimônia de premiação do concurso gastronômico do festival.

No  domingo (28) ocorre a cerimônia de premiação do concurso gastronômico do festival | Foto: Ricardo Trida/PSA

No sábado (27), às 12h, a programação cultural terá na antiga Padaria (Avenida Schnoor, 405), a oficina Sabores de Paranapiacaba, com Alê Oshiro, na qual tratará da culinária e alimentação natural. Às 15h, o músico Rodrigo Nogueira se apresentará no Coreto do Clube União Lyra-Serrano.

O destaque do domingo (28) será a cerimônia de premiação do concurso gastronômico do festival. A atividade será realizada às 13h, no Coreto do Clube ULS. Neste ano, concorrem receitas elaboradas por 22 empreendedores locais nas categorias doces, salgados e bebidas. Serão premiados os três principais destaques de cada categoria. A comissão julgadora é formada pela professora da escola de Gastronomia Sabor e Saber, Ana Tomazoni, o chef de cozinha André Sauer e a nutricionista especialista em comportamento gastronômico, Gislene Rocha.

Ainda no domingo (28) o público poderá conferir no Coreto do Clube ULS a escultura sonora interativa, com Lisa Caboclo, às 12h, e a apresentação Harmônicos Gaitas Sem Limites, às 15h. Nos dois dias o Antigo Mercado receberá a feira de produtos de cambuci. Os representantes da Rota do Cambuci estarão no galpão das antigas oficinas, na Rua Direita, s/nº. E no Clube União Lyra-Serrano será realizada a Feira de Artes e Antiguidades.

Outras atrações 
Além do festival, a vila oferece outras atrações históricas e naturais. O destaque fica para o Museu Castelo, reaberto neste mês após revitalização. A novidade são os espaços temáticos e ambientados, que resgatam a história da vila e da ferrovia como, por exemplo, salas de projetos, de jantar, quarto do engenheiro, sala de tecnologia e de esportes (com referência ao campo de futebol e aos clubes da Vila).

Outras atrações são a Casa da Família Ferroviária, que reconstitui uma casa da década de 1930, localizada na Avenida Fox, 438; e o Museu Funicular, que abriga acervo sobre a história da ferrovia (acesso pela passarela).

Para quem prefere um maior contato com a natureza, a opção é a Rota da Madeira, com 34 km, com partida e chegada no Locobreque, pode ser percorrida a pé ou de bicicleta. Já as trilhas no Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba podem ser feitas com acompanhamento de monitores credenciados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nutricionista fala sobre a importância da vitamina C e alerta sobre a suplementação

Redação Muitas pessoas consomem a vitamina C na prevenção de gripes e resfriados. Mas segundo a nutricionista Juliana Vieira, estudos comp...